Saindo da rota turística em Washington DC – NoMa e Union Market

NOMA E AS REVITALIZAÇÕES EM DC

Assim como muitas cidades dos Estados Unidos, Washington DC tem bairros extremamente segregados, seja por cor ou classe social. Infelizmente, a maioria dos visitantes que vem conhecer a cidade passam longe de qualquer coisa que fique do lado leste de DC (North East e South East) pois são bairros famosos por serem mais pobres e mais violentos.

De uns tempos pra cá isso tem mudado bastante, e várias regiões tem passado por um processo de gentrificação (gentrification, em inglês). Esse processo inclui a compra de imóveis por construtoras que constroem prédios megalomaniacos e de alto padrão, porém com preços menores que os do centro mais conhecido da cidade, o que atrai um público executivo jovem e descolado, e faz com que restaurantes e comércio migrem para a região revitalizando-a.

O lado ruim disso tudo é que ninguém se importa pra onde vão as pessoas que moravam lá antes, e alguns até chamam as gentrificações de “limpeza social”.

Eu ainda não tenho uma opinião formada sobre o assunto pois acho válida a revitalização de regiões antes abandonadas, mas não acho certo a maneira com que algumas vezes expulsam os antigos moradores de lá. No entanto, quis ver como isso funciona de perto e fui conhecer a região de NoMa.

NoMa significa “North of Massachussets Avenue” e fica perto da estação de trem Union Station. Desde 2004 a região tem uma parada de metrô que serve os moradores que vão e vem pela linha vermelha diariamente (NoMa Gallaudet U Station).

O bairro em si não tem TANTA coisa interessante assim e, para os menos acostumados com a cidade, pode até parecer meio perigoso, então vou focar esse post no segredo que eu encontrei no bairro e que é uma verdadeira jóia que merece ser explorada: o Union Market!

UNION MARKET

O Union Market é um mercado gourmet que fica a algumas quadras da estação de metrô NoMa Gallaudet. Anteriormente ele era apenas um mercadão meio bagunçado e sem nenhum atrativo mais “cool”. Porém há alguns anos, uma empresa famosa por construir centros de compras, se apropriou de um galpão enorme na região do mercado e o transformou.

Fachada do galpão renovado

Fachada do galpão renovado

Hoje são diversos quiosques que vendem pães artesanais, sucos e comida orgânica, frutos do mar, embutidos, facas, carnes, sem contar os restaurantes que vendem noodles e sanduíches, por exemplo. Além dos quiosques, lá também tem um restaurante variado bem badalado (especialmente para brunch nos finais de semana), uma lojinha de decoração mega fofa (destaque para os kits de fazer seu próprio gin ou outras coisinhas de “alquimia”) e eventos que acontecem nos finais de semana. No dia que eu fui, por exemplo, havia uma degustação de cervejas artesanais no andar de cima do mercado – bastava comprar o ingresso pela internet e aproveitar uma tarde open bar com o melhor das ‘breweries’ da região.

Bancadas para comer as comidinhas servidas lá

Bancadas para comer as comidinhas servidas lá

Union Market DC

Carnes nobres

Carnes nobres

A lojinha de decoração

A lojinha de decoração

Nós provamos os sanduíches com toque alemão do Red Apron e os noodles asiáticos do quiosque logo em frente. Tudo delicioso e com preços ótimos (claro que gourmet, então não é tãão pechincha assim).

As mesas no Red Apron

As mesas no Red Apron

Nosso sanduíche no Red Apron

Nosso sanduíche no Red Apron

Resumindo: se você gosta de gastronomia de rua e vai passar mais de um dia em DC, vale a pena sair da rota turística e conhecer o Union Market. Nossa recomendação é pegar o metro ou taxi e ir direto pra lá, sem ficar zanzando muito pelos arredores.

Abre de quarta a sexta das 11h as 20h e de sábados e domingos das 8h as 20h. Site oficial deles aqui.

Deixe o seu comentário usando o Facebook
Ou comente por aqui