Roma de graça: 10 passeios imperdíveis

O bom de visitar as capitais da Europa é que muitas das atrações são gratuitas, pois incluem observar um monumento, conhecer alguma praça ou jardim, andar pelas ruas e ver a vida passar. É claro que a entrada de museus e algumas atrações são pagas, mas é possível se divertir e conhecer muito sem gastar nem um tostão sequer. A missão de conhecer Roma de graça, ou gastando super pouco, não é difícil. Por isso listamos aqui 10 passeios imperdíveis em Roma que são 100% gratuitos.

1- Admirar a Fontana di Trevi

Na minha opinião é uma das atrações mais incríveis de Roma, imponente e bela, desenhada pelo arquiteto italiano Nicola Salvi e terminada por Pietro Bracci. Ah, o melhor de tudo: é totalmente de graça. Bom, a não ser que você queira jogar uma moedinha na fonte e fazer um desejo, daí o passeio vai te custar alguns centavos de euros (preste atenção a lenda: jogue a moeda de costas para a fonte e por cima do seu ombro esquerdo, assim você garantirá sua volta para a cidade eterna).

Toda a imponência do mármore branco da Fontana di Trevi

Curiosidade: você sabia que são coletados mais de 1 milhão de euros por ano, valor todo jogado em diversas moedas do mundo todo?  Três vezes por semana (segunda, quarta e sexta) são retiradas as moedas e a fonte fica fechada para limpeza. Para onde elas vão? Para instituições de caridade, como a Caritas, que usa o dinheiro par ajudar os mais necessitados na cidade e até abriu um supermecado de preços baixos em Roma em 2008.

2- Conhecer a Piazza San Pietro e a Basílica San Pietro

Lembro direitinho do dia que entrei na Basílica de São Pedro, da minha emoção ao ver de perto a Pietá de Michelangelo e daquele interior imenso com uma cúpula gigante. O ingresso para subir na cúpula é pago (assim como o ingresso para a Necrópole do Vaticano), mas entrar e contemplar a igreja por dentro não custa nada. A Basílica fica na Praça de São Pedro, no Vaticano, um lugar também maravilhoso e que te deixa sem palavras.

Praça e Basílica de São Pedro

3- Entrar no Panteão de Roma

Edifício da Roma Antiga surpreendentemente bem conservado, imponente, e claro…de graça! Junto com o Coliseu, é um dos ícones de Roma. Ele fica no meio do centro da capital italiana e é um passeio super rápido e fácil de se fazer. As filas parecem longas mas são rápidas, já que a rotatividade é grande e a maioria dos turistas não fica lá dentro por mais de meia hora.

Pantheon visto de frente

4- Explorar a Piazza Navona e entrar na Sant’Agnese in Agone 

Vocês estão vendo que estou colocando muitos “combos”? Dois passeios em um? Pois é! Essa é a graça de Roma, entrar em lugares que você não da nada e descobrir jóias raras. Foi o que aconteceu com a gente quando estávamos na Piazza Navona. A praça por si só já é uma delícia para ficar, tomar um gelatto e admirar suas fontes e monumentos. Mas, ali no meio dela está a Sant’Agnese in Agone, uma igreja barroca lindíssima cheia de detalhes super ricos. Vale a pena entrar e, claro, é de graça!

Piazza Navona sempre lotada, faça chuva ou faça Sol

5- Window Shop na Via del Corso e people watch na Piazza di Spagna

Esses termos em inglês nada mais são do que jeitos de dizer: ver as vitrines das lojas e as pessoas que passam pelo local. A via del Corso é uma rua ótima para ver as novidades (quem sabe até descolar umas comprinhas), e lá do ladinho, está a Piazza di Spagna. Um dos pontos clássicos de Roma, é uma atração a parte pois está sempre lotada independente da época do ano. Lá tem uma escadaria ótima para sentar, descansar e observar as pessoas que passam.

6- Perder-se nas ruas de Trastevere

Eita bairro gostoso para passear, principalmente a noite, se perdendo entre todas as vielas, bares e restaurantes de Trastevere. Nós fomos jantar lá em um domingo a noite no começo de março, logo ainda era inverno, e a região me surpreendeu de tão agitada que estava. Ficamos com vontade de voltar e até se hospedar por lá na nossa próxima viagem.

Leia mais: Em que região se hospedar em Roma

7- Passear pelo parque Villa Borghese

Um parque lindo com esculturas, jardins e caminhos que fazem desse um delicioso passeio. Além do lugar ser agradável, tem uma vista belíssima da cidade de Roma. É nesse parque que está a Galleria Borghese, uma das galerias de arte mais interessantes de Roma na minha opinião. A entrada é paga, mas acredito que a Galleria Borghese, o Vaticano e o Coliseu são atrações que valem o seu dindin.

8- Visitar a Basílica de Santa Maria Maggiore

Uma das quatro basílicas papais, a de Santa Maria Maior é uma igreja dedicada a Maria. Na verdade foi a primeira de Roma a ser contruída em dedicação a ela. Mosaicos, afrescos e um teto inteiro de ouro fazem dessa uma Basílica única em Roma. Um programa para ser feito de manhã, enquanto está aberta ao público e que também é custo zero. Sim, eu disse que é possível conhecer muito de Roma de graça!

9- Ver as belas vistas do Monte Capitolino e a Piazza del Campidoglio

Sabe aquele miolinho no mapa que tem várias contruções da Roma Antiga juntas, como o Coliseu, o Forum Romano, Palatino, entre outros? Lá nessa meiuca tem a Praça do Capitólio, que fica no Monte Capitolino e é tri-bonita, como diriam meus amigos gaúchos. Ela foi idealizada por ninguém menos que Michelangelo. Você sobe a Cordonata (para simplificar: uma escadaria) e já estará na praça. Explore os arredores para ver vistas belíssimas da cidade, principalmente a noite quando ela já está iluminada.

10- Conhecer a Basílica de San Giovanni

A mais antiga das quatro basílicas papais, foi fundada pelo Imperador Constantino. Além disso é considerada a Basílica oficial da cidade e é uma construção admirável, tanto o seu exterior quanto a parte interna. Uma amiga de Roma disse que o Papa vai muitas vezes assistir missa na Basílica San Giovanni e queela mesma já tentou ir uma vez com a família mas ninguém conseguiu entrar porque o Papa estava lá!

Deixe o seu comentário usando o Facebook
Ou comente por aqui