6 lugares incríveis para conhecer na África – Por Mari Camargo


Atualizado em:


Antes de ir pra África, como toda viajante ávida e ansiosa, decidi procurar no Google algumas dicas de viagem:

Screen Shot 2015-01-27 at 7.37.36 PM

A África, continente com mais de 50 países e 1 bilhão de pessoas está tão, mas tão longe do repertório de viagens das pessoas que perde pra Amsterdam, com 220 mil km quadrados e 800 mil pessoas. Me pergunto se isso se deve (a) à distância; (b) ao preço das passagens ou (c) ao preconceito geral que as pessoas sentem em relação à pobreza, doenças e guerras. Mas a Ásia também é longe e também é caro viajar para a  Austrália, então fico com a opção c. E isso é um desconsolo. Inaceitável. Decidi, então fazer esse post pra quem tá cansado do arroz com feijão de parques da Disney, Louvre e Vaticano e quer se arriscar um pouco mais.

Conversei com muitos colegas viajantes e mochileiros e esse foi o resumo das coisas mais incríveis que se pode encontrar pelo continente:

1- ETIÓPIA

Todos os países da África foram conquistados e colonizados pelos europeus entre os séculos XVII e XIX. Todos. Exceto a Etiópia. Mais admirável que isso, só as paisagens deslumbrantes que o país proporciona: de Dallol, o lugar mais inabitável do mundo, as montanhas Simiens e o Lago Wonchi, a Etiópia é um prato cheio pra quem quer viver a África em todas suas contraposições. Além disso, existe uma beleza no ritual que acompanha as refeições, comer com as mãos e dividir as pequenas porções de comida entre todos. Entre todas as cozinhas da África, a Etíope se destaca pela originalidade e sabor. Com certeza, é o meu próximo destino na África.

"Wonchi Lake of Ethiopia" by Wenjvn - Own work. Licensed under CC BY-SA 4.0 via Wikimedia Commons

“Wonchi Lake of Ethiopia” by Wenjvn – Own work. Licensed under CC BY-SA 4.0 via Wikimedia Commons

2- TANZANIA

A Tanzânia é um país enorme, lindo e diverso. Também é onde, supostamente, se passa o filme Rei Leão e, pessoalmente, saber que eu estive no mesmo lugar que o Simba me emociona. Além de escalar o Kilimanjaro, a Tanzânia também oferece oportunidades incríveis para Safáris (no parques Serengeti e Ngorongoro) e praias de morrer de amor em Zanzibar (veja tudo sobre Zanzibar nesse post aqui). Os únicos pontos negativos, que ainda são superados pelos positivos, são a quantidade mínima de pessoas que falam inglês e os preços, que subiram muito com o aumento do turismo.

Praias paradisíacas em Zanzibar

Praias paradisíacas em Zanzibar

 3- MALI

Lá não tem sol nem safari. Não tem rios nem florestas verdejantes. Mas lá dá pra ver os nômades em camelos cruzando o Sahaara, a antiquíssima cidade de Djenné, o rio Nigers e visitar a ilusiva (mas real!) região de Timbuktu. Desde 2013 o país está politicamente estável, oferecendo mais segurança e infra-estrutura aos turistas. O clima é intenso e os trajetos nem sempre fáceis, mas quem já foi jura que vale a pena.

A grande mesquita de Djenne

A grande mesquita de Djenne (Foto: critimoise.files.wordpress.com)

4- MARROCOS

Fácil de viajar, cultura intrigante, comida boa e um dos cenários da série Game of Thrones. Viajar para o Marrocos é, ao mesmo tempo, uma imersão na cultura de deserto e árabe, e uma descoberta de luxuosos restaurantes e hotéis. O Segredos de Viagens já foi e te conta tudo o que você precisa saber nesses posts aqui.

Vimos algumas "fábricas" de cerâmica que produzem para serem vendidas nos souks em Marrakech

Vale de Ourika, no Marrocos

Curiosidade: você sabia que a citadela de Ait-Ben-Hadou serviu de inspiração e cenário para a cidade de Yunkai, de Game of Thrones?

5- RUANDA

Ruanda é mais que um hotel, e muito mais que o filme que fez o trágico genocídio dos anos 90 conhecido. Hoje, Kigali é uma das capitais mais desenvolvidas do continente africano. Rumores de que o Nyungwe Forest Lodge, um santuário no meio de uma plantação de chá com florestas centenárias e cachoeiras, é motivo suficiente par air até Ruanda. Mas, mais que isso, o maior impulso é ver o desenvolvimento de um país que soube, sozinho, levantar-se de uma situação caótica e tornar-se um modelo para o resto do continente. Dizem, também, que os ruandenses – junto com os somalis e etíopes, são o povo mais belo da África.

As belas paisagens de Ruana (foto: BelAfrique no Pinterest)

As belas paisagens de Ruana (foto: BelAfrique no Pinterest)

6-UGANDA

Uganda condensa todos os pontos altos da África, tirando da equação multidões de turistas ou preços abusivos.  Mas as belezas naturais se equiparam às de países mais visitados, como o Quênia e Botswana. O que vale a pena? Tudo! Safáris em Murchison, Victoria Falls, Queen Elizabeth National Park, Gorila trekking nas montanhas, o lago Bunyoni, o vale Kidepo e as montanhas Rwenzori. E o povo. O povo de um país sempre pode influenciar a experiência de um viajante, e nesse caso, a influência é positiva: os Ugandenses são abertos e curiosos, amigáveis e honestos. Pessoalmente, a mistura de povo, cultura e paisagem fez de Uganda a maior surpresa – positiva – no continente, e o feedback consistente dos demais viajantes que encontrei comprova que o país realmente supera quaisquer expectativas.

Elefantes tomando banho no Queen Elizabeth National Park

Elefantes tomando banho no Queen Elizabeth National Park

______________________________________________________________________________

A Mari Camargo é colunista do Segredos de Viagem e está em uma viagem de 365 dias por vários lugares do mundo. Ela escreve aqui toda primeira segunda-feira do mês.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *