7 segredos de Amsterdam revelados por um local


Atualizado em:


Minha primeira visita a Amsterdam não poderia ter sido melhor. Fui com meu namorado visitar um amigo nosso que conhecemos em Nova York, mas que nasceu, cresceu e atualmente voltou a viver em Amsterdam. Além de ser holandês e ter dicas boas pelo simples fato de estar lá, ele já foi guia da cidade no período de férias de verão da faculdade (atividade super comum entre os estudantes europeus durante as férias). Pronto, prato cheio para ter as melhores experiências e descobrir todos os segredos de Amsterdam.

Para complementar as dicas: O que fazer em Amsterdam? 10 passeios imperdíveis em Amsterdam

Além de amigo, nosso guia particular em Amsterdam. Na foto, estávamos no segredo de número 7 da lista.

Em apenas 3 dias conhecemos muita coisa da cidade e curtimos atrações bem clássicas para o turista que visita Amsterdam, mas também fomos a lugares em que víamos poucas pessoas falando outra língua que não fosse o holandês. Desses dias, separamos 7 atrações que contam com segredos de Amsterdam e outras opções um pouco mais populares, mas que os locais ainda amam. Confira!

Talvez você também goste: Onde ficar em Amsterdam? Dicas de bairros e hotéis

1- O charmoso Foodhallen

Uma antiga garagem de tram (o bonde que até hoje existe em muitas cidades da Europa) que estava sem utilização foi transformada no primeiro mercado gastronômico indoors de Amsterdam. Lá, diversas opções de comidas de todos os lugares do mundo, drinks (tem um bar só com tipos de gin and tonic que eu amei), frozens, além de barraquinhas de artesanato, objetos, velharias e espaço para eventos.

Copo de Gin and tonic em destaque com o Foodhallen de Amsterdam ao fundo

Durante o inverno as mesas são disputadíssimas, já que esse é um ótimo programa para dias frios. No verão, o lugar continua cheio, mas mais tranquilo e sem muitas filas, já que a maioria das pessoas prefere um programa outdoors como picnic no parque (ou cervejinha nos barcos, afinal estamos em Amsterdam!).

2- Pleek, bar e “praia” no lado cool de Amsterdam

Pode parecer um ponto qualquer no mapa, sem grandes atrações turísticas. Mas, do outro lado do rio em Amsterdam Noord é onde está acontecendo a cena cultural/alternativa e jovem de Amsterdam. A região é chamada de NDSM werf, mas poderia ser chamada de mini Berlim, já que a vibe lembra muito a capital alemã.

Praia artificial em Amsterdam Noord

A região tem vários lugares gostosos, mas a melhor pedida é sem dúvidas o Pllek. O Pllek é um lugar gigante com um bar construído com contâiners, na frente dele um espaço para meses e na frente das mesas, um pedaço grande de areia na beira do rio com puffs e banquinhos espalhados por todo o ambiente e ainda um espaço para acender uma lareira em dias frios. Sendo assim, é uma ótima pedida para inverno, verão, outono e primavera!

3- Winkel 43, melhor torta de maça da cidade

Ok, esse nem é tanto um segredo. Mas a torta de maça do Winkel 43 é tão boa e esse é um lugar que continua sendo frequentado pelos locais, que vale a pena colocarmos aqui nessa lista.

Torta de maça em destaque, com o fundo da fachada do café Winkel em Amsterdam

O Winkel é um café que serve também bolinhos tradicionais holandeses, além da deliciosa sobremesa. Por mais que esteja sempre lotado, vale a pena esperar e ficar esperto para pegar uma mesa do lado de fora (se estiver calor). Uma parada bem estratégica para descansar e recarregar as energias no meio da tarde.

4- Eetcafé de Magere Brug, pub com vista frequentado pelos locais

Eu não sei como esse pub ainda não ganhou fama entre os turistas, pois é um lugar super agradável para uma cerveja no final do dia. Locais vão ali para um happy hour ou um esquenta antes do cair da noite. Tem opções de cervejas holandesas e gringas, no verão tem mesinhas na calçada, e fica na frente de uma icônica ponte em Amsterdam, a Magere Brug (ou Skinny Bridge – Ponte Magrela em tradução livre).

Magere Brug, ou “a ponte magrela”, com as luzes da noite refletindo no rio Amstel.

Uma ótima pedida para quem quer fugir do circuito turistão e aproveitar mais como um local. Eu só fui para uns drinks e cervejas e não comi por lá, mas gostei demais do clima do lugar. Na foto, a Magere Brug, já que não tenho uma foto do pub. Mas ele fica bem em frente a uma das extremidades da ponte.

5- Weteringbuurt Garden, jardim gostoso e fotogênico perto da praça dos museus

Uma parada rápida e gostosa para ver a vida passar (ou melhor, ver os barcos passarem) em um dos canais de Amsterdam. Esse jardim é pequeno e bem fotogênico, pois tem árvores lindas, vista para a parte de trás do Rijksmuseum e fica na beira de um canal.

Barco cruzando um canal em Amsterdam, com flores e o museu Rijksmuseum ao fundo

Aproveito para dizer que não acho que esse seja um item imperdível na lista de quem vai a Amsterdam e nem algo que tomará muito tempo. O que eu gostei é que foi uma ótima pausa no meu dia, para fugir daquela correria de “tenho que fazer tudo na cidade”, e conseguir respirar um pouco o clima europeu.

6- Eerste van der Helststraat, rua de bares e restaurantes do descolado bairro De Pijp

Há diversos pontos espalhados por Amsterdam para quem quer encontrar uma noite mais agitada. Mas, fugindo das praças mais lotadas e turísticas como a Rembrandtplei e a praça Dam, a melhor pedida é ir para o bairro De Pijp ver onde a vida local realmente acontece. Esse é um dos segredos de Amsterdam que nosso amigo mostrou e que afirmou ser o lugar mais certeiro para encontrar conhecidos se você mora por lá (ele deu oi para vários amigos…rs).

Caminhando pela rua em um domingo de manhã, quando a animação estava apenas começando.

Nas pontas do Sarphatipark e cruzando a famosa feira Albert Cuyp estão duas ruas de pedestres cheias de bares e restaurantes. Dali é so caminhar para escolher o seu favorito, ou quem sabe só parar para um sorvete no IJscuypje. Opções boas não faltarão.

7- Brunch no CT coffee & Coconuts

Um lugar bem hipsterzinho com decoração digna de Pinterest e pratos para fazer qualquer instrutor de yoga orgulhoso. Mas pode ficar tranquilo que o lugar não tem frescura nenhuma. Assim como a cidade, o CT Coffee e Coconuts acolhe todo mundo de braços abertos, principalmente aqueles que querem começar o dia bem e com estilo nos finais de semana.

Interior do coffe and coconuts em Amsterdam

Foto: divulgação

Leia no blog Fui Ser Viajante: O que fazer em Delft


E você? Já passou um tempo em Amsterdam ou viajou e descobriu seu próprio segredo na cidade? Conta pra gente aqui embaixo. A caixa de comentários é sempre uma ótima fonte de dicas e trocas. Os futuros viajantes que forem pra Amsterdam também agradecem! =)

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.