Onde ficar em Paris: melhores bairros, regiões e dicas incríveis


Atualizado em:


Paris não se tornou o principal destino turístico do mundo a toa. A cidade tem o poder de agradar pessoas de diferentes estilos e idades, e em diferentes momentos da vida. Você pode viajar para Paris com amigos, família, com seu amor, para estudos, trabalho e etc. Com tantas vidas e estilos em uma única cidade (e com tantas opções de hotéis e regiões para ficar), escolher em que região se hospedar em Paris se torna uma decisão super difícil. Não existe uma dica única e certeira, existem lugares que você se identificaria mais ou menos.

Por ter morado lá durante meus meses de estudos na Sorbonne, conheci um pouco de cada região e suas características, e espero que esse post ajude-os a escolher qual região de Paris combina mais com você e com o estilo de viagem que você vai realizar. Mas antes, vamos entender a cidade-luz.

Como funciona a divisão das regiões?

-Dica para se localizar em Paris: a cidade está dividida em 20 arrondissements, que são regiões, como se fossem nossos bairros. A divisão desses bairros  foi feita seguindo o formato de um caracol, começando do centro (perto do rio) e seguindo em espiral até o final. Tente se hospedar dentro desse limite periférico dos 20 arrondissements, é aí que estão a maioria dos pontos turísticos da cidade e as linhas de metro.

-Quanto mais perto do rio Sena e do centro do caracol, melhor, e mais fácil, será para você se movimentar pela cidade, podendo fazer muitos dos passeios turísticos a pé.

-Outra maneira que os parisienses dividem a cidade é pelo lado do rio que você está: Rive Gauche (margem esquerda – parte de baixo do mapa) é a região da boemia, dos estudantes e intelectuais parisienses. Enquanto que a Rive Droite (margem direita- parte de cima do mapa) é a Paris do luxo, da moda e dos negócios.

Regioes de Paris

 

Agora que você já sabe se localizar na cidade, qual é o bairro de Paris que mais combina com você?

Louvre (1er) – O bairro mais central e próximo das atrações turísticas

O arrondisement número 1 de Paris é super central e tem muitas das atrações turísticas populares da cidade, como o Louvre, o Jardin des Tuileries, a rue de Rivoli e rue Saint Honoré. É um bairro que você vai ter que passar alguma hora, inevitavelmente, e é muito bem localizado.

Aqui que estão os hotéis mais famosos como o Le Meurice, Mandarin Oriental, Ritz e Costes.

Mas há também opções mais em conta como o Hotel Lumen. Veja preços e reserve seu hotel aqui.

Clique aqui e veja outras opções de hotéis na região do Louvre.

Le Marais (3ème e 4ème) – bairro descolado e lgbt friendly

Bairro sempre muito animado até altas horas da madrugada, onde estão os estabelecimentos mais vanguardistas e o reduto gay de Paris.
O Marais está perto da Ilê Saint Louis e do Centre Pompidou, e tem vários dos bons e descolados restaurantes da cidade.

Foi na divisa entre o Louvre e o Marais (uma localização mega privilegiada) que ficamos em um apartamento super descolado e fofo, do lado da agitada rue Rambuteau. Veja como foi nossa experiência nesse link: apartamento para alugar em Paris no Marais. Ou veja aqui outros 3 espaços no Marais que são da mesma dona do apartamento que ficamos, e veja como fazer a reserva.

Uma opção interessante é o Hotel du Petit Moulin, com decoração de Christian Lacroix. Veja preços e reserve aqui.
Uma outra boa dica de hotel é o 1K Hotel.

Clique aqui e veja outras opções de hotéis no Marais

Quartier Latin (5ème) – bairro dos estudantes

Bairro que tem uma alta concentração de estudantes, pois abriga a Universidade Sorbonne (tanto que tem esse nome porque antigamente as aulas eram ministradas em Latin).

Fica no Quartier Latin, atrás da Sorbonne, uma das minhas ruas preferidas de Paris: a Rue Mouffetard. A “Mouffe” é uma animada e charmosa rua cheia de pequenos restaurantes e barzinhos cheios jovens. Essa região possui muitas residências estudantis e é bem prática para quem quer passar uma temporada de estudos na cidade.

Quem procura hotel pode checar o Observatoire de Luxembourg que tem uma vista linda para o parque.

Clique aqui e veja outras opções de hotéis no Quartier Latin

Leia mais: Moradia Estudantil em Paris

Saint Germain de Prés (6ème) – bairro que traduz o estilo parisiense

Uma das minhas regiões preferidas de Paris. Esse é o bairro ideal para quem gosta de andar a pé sem rumo pelas ruas e vielas da cidade, e descobrir lojas de novos designers e galerias de arte ou conversar sentado em mesas na calçada de algum belo bistrô ou café da região.

É também uma das regiões mais caras e sofisticadas de Paris. É na principal rua do bairro, o Boulevard Saint Germain, onde há o cruzamento das famosas esquinas de Paris que abrigam o Café de Flore, Café Deux Magots, Armani Café, Brasserie Lipp e o Ralph’s, restaurante da Ralph Lauren.

Em Saint Germain de Prés, é possível encontrar muitos hotéis boutique e hotéis de charme. Ótimas dicas são: Le Madison, Hotel Bel Ami, Hôtel L’Abbaye e L’Hôtel.

Clique aqui e veja outras opções de hotéis em Saint Germain

Leia mais: Nossa review do hotel “Le Madison”, onde nos hospedamos no Boulevard Saint Germain.

Champs Elysées (8ème) – bairro das ruas de compras e hotéis luxuosos 

O oitavo arrondissement tem avenidas famosas de compras, como a eterna Champs Elysées, a Avenida Montaigne com várias lojas de marcas de luxo e a agradável Faubourg Saint-Honoré. É aqui que estão os hotéis mais luxuosos e caros de Paris, como o Plaza Athenée e o Four Seasons George V. É aqui também que está a Gare Saint Lazare, estação ferroviária de onde saem a maioria dos trens para fora da França e atrações como o Arco do Triunfo, Grand e Petit Palais e a Place de la Madeleine.

No 8ème arrondissement, veja os hotéis West End, o Le Maison Champs Elysées e Hotel Vernet.

Clique aqui e veja outras opções de hotéis na Champs Elysées

Basttille (11ème) – bairro mais em conta e com boas opções

O 11º bairro é mais simples e afastado da região central, mas vale destaque nesse post pois acolhe cada vez mais turistas por oferecer opções justas de hospedagem, ideais para quem quer gastar um pouco menos, mas sem abrir mão do conforto. Também vem ganhando cada vez mais notoriedade na noite parisiense, com diversas opções de baladas pela região.

Uma charmosa opção e mais em conta é o Bastille de Launay. Veja preços e reserve aqui.
Outras boas opções: Auberge FloraHotel Alhambra.

Clique aqui e veja outras opções de hotéis na Bastille

Montmartre (18ème) – bairro animado, mas afastado do centro

Montmartre parece uma cidadezinha de vila dentro da cidade grande. Localizado no topo de uma colina, tem uma bela vista geral de Paris, mas, em contrapartida, tem muitas escadas e vielas. É o bairro da boemia jovem e tem um circuito turístico forte, com a Sacre Coeur e a place du Tertre. É, na minha opinião, um bairro muito afastado da cidade e, por esse motivo, pode gerar alguns inconvenientes para o visitante como ter que levar muito tempo para se locomover ou pagar mais caro nos taxis.

Se quiser ficar em Montmartre, veja o Kube Hotel. Confira os preços e reserve seu hotel por aqui.
Outra opção mais perto da Sacre Coeur e igualmente boa é o Hotel Particulier.

Clique aqui e veja outras opções de hotéis em Montmartre


Agora que você já decidiu em que região se hospedar em Paris e reservou seu hotel, que tal conferir todas as nossas dicas da cidade-luz?
Aqui nesse link estão os posts que já publicamos sobre a cidade, com dicas de passeios, os melhores restaurantes, e alguns segredos de viagem!


*Reservando pelos links acima você ajuda o SV (porque ganhamos uma comissão) e não paga nada a mais na reserva, além de ter sempre preços atualizados e promocionais da Booking.com!

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.