Lago Titicaca: nossa noite na ilha do sol e um quase naufrágio


Atualizado em:


A ilha do Sol está no território boliviano, dentro do lago Titicaca e é possível chegar nela pela cidade de Copacabana. É uma parada obrigatória pra quem está fazendo o roteiro Bolívia-Peru (como esse daqui), e é um dos lugares com a paisagem mais linda da viagem.
A questão é que a maioria das pessoas vai até a ilha, passa o dia, volta e dorme em Copacabana… pois bem, seguindo a recomendação de amigos que encontramos pelo caminho, tivemos uma experiência incrível: dormimos na ilha do sol!

Nossa história…

Foi assim, chegamos em Copacabana e almoçamos uma truta deliciosa (especialidade local, não deixe de provar). Já era de tardezinha então corremos para pegar o último barco que levava pra ilha… e perdemos! Vai chegando à noite não há mais barcos pois é perigoso, mas achamos um barqueiro que disse que faria a travessia pra nós (estávamos em 10 pessoas), por um preço não muito maior do que o preço da balsa.
E lá fomos nós… só que o tempo fechou e começou uma tempestade e as lindas e calmas águas do lago se tornaram ondas enormes. Para driblar as ondas, o motorista decidiu navegar do lado das encostas rochosas. Achamos que íamos morrer (sério), mas o cara do barco não parecia se importar. Depois de muito sufoco, chegamos à ilha e claro que no lugar errado, em um ponto que mal dava pra descer do barco e que nos obrigou a subir MUITO a pé pra chegar no vilarejo. Coitada da prima que levou mala de rodinhas ao invés de mochilão.
Infelizmente temos poucas fotos do ocorrido (porque quem vai lembrar de tirar foto em um momento de pânico como esse, né?), mas registramos a situação do barco depois do tumulto.

Fila pra última balsa saindo, cena da balsa de ônibus vista da costa, e momento de medo no barco: mar turvo e vidros quebrados!

Fila pra última balsa saindo, cena da balsa de ônibus vista da costa, e momento de medo no barco: mar turvo e vidros quebrados!

A ilha do Sol e onde ficar

A ilha do Sol é a maior do lago Titicaca e era considerada sagrada pelos incas (diz a lenda que a civilização inca surgiu lá!). Há diversas ilhas menores ao redor que contam com algumas ruínas e sítios arqueológicos. Hoje em dia vivem índios Quechuas e Aymaras, originários da região.

Chegando na Ilha, bonita mesmo com o tempo feio!

Chegando na Ilha, bonita mesmo com o tempo feio!

Não espere hotéis por lá… há guest houses e albergues, mas você não precisa de muito pois quase ninguém fica mais de uma noite, e o que conta mesmo é a vista. O hostel mais famoso se chama Inca Pacha, mas como não tínhamos reservas ficamos em um desconhecido que um menininho nos ofereceu: melhor impossível, só tinha a gente, a vista do amanhecer foi inesquecível e as acomodações não deixaram a desejar!

DICA: O Inca Pacha tem uma vista maravilhosa da ilha, se for ficar em outro, valorize a vista para o lago, do lado do porto Sul. E não perca tempo dormindo para não perder o espetáculo do amanhecer na ilha (precisa caminhar um pouco pra chegar la).

Veja aqui outras opções de acomodação na Ilha do Sol

No dia seguinte cedo, fizemos uma trilha de 3h (que tem que sair antes do sol nascer) e depois um passeio de barco (pergunte por lá desses passeios que eles vão saber), e depois fomos embora rumo a Puno (dicas aqui).
Não adianta eu só falar, vocês tem que ver as fotos pra entender a beleza de lá!

Amanhecendo na ilha, vista de tirar o fôlego logo que você acorda!

Amanhecendo na ilha, vista de tirar o fôlego logo que você acorda!

Alguns dos cenários que vimos na caminhada matinal!

Alguns dos cenários que vimos na caminhada matinal!

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe seu comentário

  • Oiii, vocês fizeram essa trilha com alguma agência? Como foi e qual foi o hostel desconhecido que vocês ficaram?

    Obrigadaaa!!

    • Oi Tati, fizemos essa viagem sem nenhuma agência, e ficamos no unico hostel que tinha disponibilidade, que era praticamente uma casa de familia, e foi a única coisa da viagem que eu não anotei! Tambem não achei site… foi uma coisa meio do acaso! MAs o hostel que recomendamos no post (Inca Pacha) é igualmente bom, se não for melhor (sei porque jantamos lá e peguei um cartão e visitamos os quartos!).
      Beijos

  • Realmente o lugar é incrível! Que nostalgia ler essa dica, boas lembranças tenho, um dos lugares mais belo da trip. Parabéns meninas pelo site.

  • Vocês recomendam o hostel Inca Pacha? estou planejando minha viagem e acho mais seguro já reservar!

    • Oi Camila, a gente não ficou no hostel inca pacha mas viu que ele é bem localizado, e como é da hosteling international acho que é uma opção segura sim. Se você conseguir reservar, é uma boa! Beijos

  • Muito legal, não sabia que dava pra dormir lá. Quando eu fui, acabei não passando por Copacabana e indo direto pra Tiwanaku.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.