Phillips Collection: Segredo para quem gosta de arte em Washington DC


Atualizado em:


Uma das maiores surpresas que tive até agora em DC foi descobrir a Phillips Collection. Este museu, pouco explorado pelos turistas internacionais e brasileiros, merecia muito mais atenção já que é um passeio interessantíssimo pela história da arte moderna e suas raízes.

Fachada do museu

Fachada do museu

O Museu é formado pela coleção de arte privada da família Phillips, ricos industriais do começo do século XX e entusiastas da arte moderna que surgia na época. Segundo o pessoal do Museu, a Phillips Collection abriu suas portas 8 anos do MoMA, fazendo dela o museu de arte moderna mais antigo dos EUA. O crédito das aquisições fica toda por conta dos irmãos Phillips, que estudaram arte em Yale e eram apaixonados pelo impressionismo francês (que foi o precursor da arte moderna). Além de escrever sobre arte, eles também compravam obras de artistas já consagrados ou ainda no começo, o que faz com que o acervo do museu tenha uma variedade incrível.

No acervo permanente há destaque para artistas americanos e internacionais, expoentes da arte moderna, como Georgia O’Keefe, Kandinsky, Braque, Matisse, Van Gogh, Artur Dove, Paul Klee e até alguns Picassos menos conhecidos, dentre outros. Mas o Museu conta com alguns destaques que merecem a atenção:

1- Rothko Room: Um dos maiores artistas do expressionismo abstrato, o Americano Mark Rothko ficou famoso por suas telas de cores vibrantes que tem a intenção de aflorar sensações e sentimentos em quem as olha. A Phillips Collection tem uma sala só dedicada à obras de Rothko, tendo sido aprovada pelo próprio artista na década de 60, quando foi construída.

O "templo" dos Rothko

O “templo” dos Rothko

2- Migration Series: O artista americano Jacob Lawrence ganhou fama por retratar em uma série de 60 quadros o sofrimento dos americanos negros que tiveram que fugir para o norte do país na época pré guerra civil. O curioso é que apenas 30 quadros estão na coleção em DC, pois a outra metade está no MoMA. A condição do artista quando vendeu os quadros era que a série completa não ficasse junta, e que fosse dividida em par e ímpar, ou seja, a Phillips Collection ficou com os quadros 1, 3, 5, 7… e o MoMA com o 2, 4, 6 8..

Parte da série sobre migração dos negros para o norte do país

Parte da série sobre migração dos negros para o norte do país

3- O único Renoir: Segundo Duncan Phillips, você não precisa ter mais quadros de um artista quando possui a sua obra-prima, e é isso que ele pensa do “Le Déjeuner des canotiers” quadro de Renoir (no museu entitulado em inglês como “Luncheon of the Boating Party”) que é a cereja do bolo do museu, e o quadro que atrai a maioria dos visitantes. De fato, o quadro é de tirar o fôlego e pode-se admirá-lo por horas, e por isso que ele esta na última sala do percurso também!

O famoso Renoir

O famoso Renoir

O percurso sempre começa pelo anexo, onde é a entrada e bilheteria do museu. Nossa sugestão: explore rapidamente o primeiro andar e já vá para o segundo, que é onde está o principal. Não deixe de passar pelo Rothko Room, pela sala do Migration Series e pela sala dedicada à Georgia O’Keefe. No caminho, repare no Matisse, Paul Klee e Kandinskys. Cruze a “ponte” e vá para onde era a casa da Família e onde o museu começou. Não deixe de apreciar, além das obras, a arquitetura da casa. Termine na sala onde está o Renoir e volte para o anexo. As exposições temporárias costumam ser no terceiro andar.

Perto da bilheteria estão a lojinha e o café, que como quase todas as lojas de museus bons, é incrível e chei de objetos legais de design.
Aberto de terca a sabado das 10h as 17h; domingo das 12 as 19h; e as quintas feiras das  5 as 17h.

O museu fecha para o Ano noto, Natal (25/12), 4th of July e Thanksgiving. 

Ingressos: U$12 (ou U$10 para estudante com comprovante e maiores de 62 anos). Gratis para membros e menores de 18 anos. 

 

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.