6 bate e voltas saindo de Lyon


Atualizado em:


Lyon é uma cidade pouco incluída nos roteiros de brasileiros que vão à França, mas como já mencionei antes, ela é uma ótima parada no caminho entre Paris e o sul da França, ou a Itália, por exemplo. No entanto, como também já disse antes, a cidade é incrível demais para ser apenas uma parada rápida. Lyon é grande e o polo central de toda uma região (Rhône-Alpes), portanto, se você acreditou tanto em mim que resolveu dedicar um tempão à cidade, de repente pode até sobrar uns diazinhos para conhecer uma das muitas outras cidadezinhas super charmosas que estão ao seu redor.

Grenoble:

Grenoble fica a uma hora de carro e uma hora e meia de ônibus ou trem. É uma ótima pedida para quem vai no inverno e gosta de esquiar, mas vale a visita o ano todo. Grenoble tem um centrinho super charmoso e um teleférico bem característico que passa por cima do rio Isère e te leva ao topo de uma colina, onde está a Bastille e onde você pode ver toda a cidade e as montanhas que a cercam. Os mais aventureiros também podem subir esta colina a pé e economizar os cerca de 7 euros do funiculaire. Meio período já é suficiente para conhecer o principal da cidade, mas ficando meio período você pode ver tudo com mais calma.

Vista do teleférico e do centro histórico da cidade de cima da Bastille em Grenoble. Montanhas ao fundo, um rio que cruza a cidade do lado esquerdo. O céu está azul e há 4 cabines sendo puxadas pelo teleférico.

Vista do teleférico e do centro histórico da cidade de cima da Bastille.

Annecy:

A uma hora e meia de carro e duas horas de ônibus ou trem de Lyon, Annecy é uma cidade linda e muito romântica. O Lac d’Annecy, lago cercado pela cidade de um lado e montanhas do outro, é a atração que mais chama a atenção e não é para menos, sua cor absolutamente transparente é de tirar o fôlego. O centro histórico aqui também é um charme e, para quem vai na primavera ou verão, muito florido. No fim do ano, o mercado de natal de Annecy é um dos mais famosos da região.

A cidade é cortada por rios e, por isso, é cheia de pontes fofíssimas.

Pérouges:

Chegar em Pérouges é um pouco mais complicado do que nas outras cidades, porque ela é uma vila medieval realmente muito pequena, então há poucas opções de ônibus ou trem e talvez você precise descer em outra cidade. O mais fácil é ir de carro ou Blablacar e, assim, a viagem demora apenas cerca de meia hora. Meio período é o suficiente para descobrir os encantos desse vilarejo e degustar as famosas Galettes de Pérouges. Falei mais sobre ela aqui.

Pérouges é uma vila medieval muito bem preservada e super gracinha!

Saint-Étienne:

Se você se interessa por arquitetura, esse é o bate e volta ideal, pois lá é possível encontrar diversas obras do famoso arquiteto Le Corbusier, e suas construções na cidade são consideradas Patrimônio Mundial da UNESCO. Saint-Étienne está a cerca de uma hora de Lyon e você pode chegar facilmente de carro, ônibus ou trem.

Dijon:

Dijon já não fica tão perto de Lyon, está na região da Bourgogne, a duas horas de carro ou duas horas e meia de ônibus de distância, mas eu conheci em um bate e volta e achei que valeu a pena. O centro histórico da cidade preserva algumas casas de estilo inglês muito antigas e, por isso, ela se difere bastante das outras vilas francesas típicas. Para conhecê-la basta seguir o Parcours de la Chouette (ou Caminho da Coruja) por conta própria, está tudo muito bem sinalizado pelas ruas. E se você, como eu, gosta de mostarda, prepare-se, porque aqui não faltam opções da famosa mostarda dijon.

As casinhas de estilo inglês são a maior marca do centro de Dijon.

Genebra:

Sim, você não leu errado. Genebra, apesar de grande pode sim ser vista em um bate e volta. A cidade suíça está a uma hora e meia de Lyon e é facílimo chegar lá de todas as formas, com ônibus e trens em diversos horários. A vieille ville (centro histórico) e a maioria das outras atrações estão bem concentradas e próximas ao Lac Léman, ou Lago de Genebra. Outras paradas imperdíveis são a sede da ONU e o Museu da Cruz Vermelha. Indo de manhã e voltando a noitinha você ainda vai ter tempo suficiente para comprar uns chocolates.

O Jet d’Eau é o principal cartão postal da cidade.

Não importa qual seja sua escolha de bate e volta, não esqueça de NÃO fazê-lo no domingo! Na França toda quase nada abre neste dia, mas ficando em Lyon você tem um pouco mais de chances de encontrar alguma coisa legal para fazer do que nessas outras cidades.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.