5 museus imperdíveis em Lyon (o 5º é um segredo bem guardado)


Atualizado em:


Lyon é uma cidade pequena para os padrões brasileiros: cerca de 500 mil habitantes estão distribuídos em apenas 48 km². No entanto, Lyon é a terceira maior cidade da França e a segunda mais rica do país. Nesse cenário, já é possível imaginar que a cena cultural não é de se jogar fora. Apesar do pequeno tamanho, não faltam opções do que fazer.

Uma das coisas que mais me chamaram a atenção assim que cheguei em Lyon foi a quantidade de museus. Para uma cidade desse porte, a oferta é realmente surpreendente. Lyon é conhecida pelos franceses como capital do cinema, da gastronomia, das marionetes e da seda, mas a cidade tem ainda mais a exibir. Confira aqui os cinco museus mais incríveis de Lyon:

1- Musée des Confluences

O Museu das Confluências é um museu de história natural, antropologia, sociedades e civilizações. Ele conta com exposições permanentes bastante interativas e exposições temporárias de tirar o fôlego.

Se esses temas não te agradam muito, a arquitetura e a localização fazem a visita valer a pena. Na pontinha da Presqu’île, onde os dois rios que cortam a cidade se juntam (daí o nome “confluence”, em francês, ou confluência, em português), desponta uma enorme construção criada pelo escritório de arquitetura austríaco Coop Himmelb(l)au, o mesmo responsável pelo Museu Guggenheim de Bilbao, na Espanha.

2- Instituto Lumière

O simples fato de este museu estar na Rua do Primeiro Filme – sim, onde foi gravado o primeiro filme da história – já é motivo suficiente para você dedicar um tempinho da sua estadia de Lyon a ele. Pra mim, este é um dos passeios mais imperdíveis da cidade, principalmente pra quem gosta de história, cinema ou comunicação.

O Instituto Lumière fica na antiga casa dos irmãos Lumière, onde eles viveram e inventaram o cinematógrafo, e o acervo inclui diversos equipamentos inventados pelos irmãos e que acabaram dando origem ao cinema. Além disso, é possível assistir a muitos, se não todos, os filmes produzidos pela dupla.

O museu mantém a estrutura de casa mesmo, de forma que dá pra imaginar os irmãos vivendo ali, mesmo que hoje os cômodos estejam cheios de equipamentos. O lugar abriga ainda uma biblioteca, um cinema (claro!) e muito mais, tudo isso ladeado por um jardim super charmoso!

3- Musées Gadagne

Como eu disse acima, Lyon é considerada a capital das marionetes. Confesso que mesmo morando lá eu demorei um pouco a entender o porquê de tantos souvenirs com esses tradicionais bonecos, mas a visita aos Museus Gadagne elucida muito bem essa parte da história e da cultura de Lyon.

Não se deixe enganar pela portinha quase escondida no meio da Vieux Lyon, o acervo deste museu é enorme! Então se você quiser ver tudo com atenção é bom não ir com pressa. Aqui estão, na verdade, dois museus: o da história de Lyon e o das Marionetes, mas ao visitar você paga um só ingresso e tudo está muito conectado.

Confesso que fui resistente a conhecer um museu com essa temática, mas a qualidade das exposições permanentes vale a pena. E se resta alguma dúvida, prometo que o prédio lindo, muito tradicional e com uma escadaria famosíssima na cidade conquista qualquer um. De quebra, você pode terminar a visita tomando um café na cobertura, que é super agradável.

4- Museu de Arte Contemporânea

Vista que se tem de dentro do Museu de Arte Contemporânea

Este museu não tem acervo, apenas exposições temporárias. Elas costumam ficar um bom tempo em exibição e são de ótima qualidade. O museu, mega bem estruturado, tem também a melhor vista para o Parc de la Tête D’or, e fica em uma região geralmente ignorada pelos turistas, a Cité Internationale – onde também é possível encontrar algumas obras de arte a céu aberto.

Um dos poucos museus de arte da cidade, O Museu de Arte Contemporânea vale principalmente a pena para quem vai ficar um tempinho a mais na cidade, ou para os que ainda estão resistentes a conhecer os que têm temáticas mais específicas.

5- Demeure du Chaos

Demeure du Chaos

Essa é uma dica de ouro, de insider mesmo. Não sei se pelo tema ou pela distância, mas esse é de longe o museu mais ignorado da lista. Há quem more em Lyon há anos e nunca tenha ouvido falar, mas estão perdendo e muito!

A Demeure du Chaos é um museu anarquista, caótico, como o próprio nome diz, maluco e, no mínimo, interessante. O lugar lembra um ferro velho, mas adentrando o caos é possível entender melhor as obras, recheadas de conteúdos políticos e críticas sociais. Se você quer fugir do tradicional, esse é o seu lugar!

Chegar até a Demeure du Chaos dá um pouquinho de trabalho, já que ele não fica exatamente em Lyon, e sim em uma das muitas cidadezinhas da área metropolitana. Mas não se assuste, é possível chegar com apenas um ônibus municipal comum. Atenção: planeje bem a sua visita, porque os horários de funcionamento são restritos.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.