Cidades Incríveis: Harbin – a cidade de gelo da China


Atualizado em:


Este é o primeiro post da série “Cidades incríveis”. A série vai falar sobre 10 cidades que não costumam estar na rota dos turistas em geral, mas que merecem a sua visita por ter algum elemento que a faz extremamente especial!

______________________________________________

História

Harbin é uma cidade localizada no nordeste da China. Ela fica perto da Sibéria, e foi fundada pelos Russos na época da construção da linha de trem Trans-Siberiana. Em 1905, no entanto, a Rússia entrou em guerra com o Japão e, como perderam, acabaram saindo de Harbin, que havia se tornado uma base militar. Foi nessa época, então, que Harbin se tornou destino de milhares de pessoas das mais variadas origens, dando à cidade a característica internacional e a variedade de monumentos que tem até hoje.

Captura de Tela 2016-01-01 às 13.20.31

Desde o início do século 20 Harbin foi a casa de diferentes povos. Os Russos voltaram a ser maioria na cidade na época da Revolução Comunista, e depois perderam novamente o poder sobre a cidade. Foi só na década de 60, com a Revolução Cultural Chinesa, que a China finalmente assumiu sua hegemonia sobre a cidade, mas a multiculturalidade continuou e a herança Russa, Judia e Japonesa permanece entre diversas outras culturas e religiões que se instalaram por ali.

Harbin é cosmopolita, desenvolvida e multicultural (Foto: reprodução)

Harbin é cosmopolita, desenvolvida e multicultural (Foto: reprodução)

Por quê Harbin é incrível

Se a história de povos e culturas que povoaram a cidade ao longo do tempo não for suficiente pra te convencer que Harbin é incrível, nós podemos te oferecer outro motivo.

Por ser localizada no extremo norte da China perto da Sibéria, Harbin tem uma temperatura baixíssima ao longo do ano, e invernos super rigorosos. Mas isso só deixa a cidade mais interessante já que, todo ano desde 1999/2000, a cidade abriga o maior festival de gelo do mundo. De meados de dezembro até meados de fevereiro (varia de ano a ano já que depende do clima), uma cidade de  gelo de mais de 600 mil metros quadrados é construída. Cerca de 10 mil construtores e escultores trabalham para pôr de pé prédios de até 46 metros de altura, compostos inteiramente de gelo. É mole?

 

Uma das esculturas gigantes de gelo recebe os visitantes do Ice Festival de Harbin (Foto: reprodução)

Uma das esculturas gigantes de gelo recebe os visitantes do Ice Festival de Harbin (Foto: reprodução)

 

De dia, uma imensidão de prédios brancos, feitos com gelo (Foto: reprodução)

De dia, uma imensidão de prédios brancos, feitos com gelo (Foto: reprodução)

 

À noite, uma explosão de luz e cores (Foto: reprodução)

À noite, uma explosão de luz e cores (Foto: reprodução)

 

Prédios de gelo que ultrapassam os 40 metros de altura (Foto: reprodução)

Prédios de gelo que ultrapassam os 40 metros de altura (Foto: reprodução)

 

Esculturas cercam a cidade de gelo de Harbin (Foto: reprodução)

Esculturas cercam a cidade de gelo de Harbin (Foto: reprodução)

Informações Úteis

A cidade de gelo

Nessa temporada, o festival de gelo teve início em 21 de dezembro de 2015, e vai ficar aberto até fevereiro (sem dia determinado, depende do frio). A cidade de gelo fica aberta todos os dias das 9h da manhã até as 9h da noite, mas os ingressos não são válidos para o dia todo. Você tem a opção de comprar o ingresso matinal (válido das 9h às 12h) que custa $150 Yuen (aproximadamente $23 dólares americanos) ou o ingresso que vale das 12h às 21h e custa o dobro: $300 Yuen. No ano novo e feriados o ingresso sobe para $330 Yuen.

Nossa dica: ainda que custe o dobro do preço, vale a pena pegar o ingresso da tarde pois você tem mais tempo para conhecer a cidade de gelo, e ainda vai poder ver a belíssima iluminação que é ligada quando escurece.

Como chegar

Para chegar em Harbin, existem duas opções principais saindo de Beijing: pegar um vôo de 2h, ou o trem bala de 8h. Devido à sua localização extremamente ao norte, Beijing é a cidade turística mais conveniente para ser usada como ponto de partida.

Uma vez na cidade, você pode usar o transporte público que é super bem desenvolvido, ou taxis. No entanto, é importante ter atenção com taxis clandestinos. Procure pegar taxis de pontos (no aeroporto, por exemplo, não pegue taxis avulsos) e combine antes que o taxista vá ligar o taxímetro ou deixe o preço ja ajeitado.

Onde se hospedar e quantos dias ficar

Harbin possui redes de hotéis internacionais e nacionais. O melhor lugar para se hospedar é perto do centro antigo, onde estão a Catedral Ortodoxa e o Mercado Russo-Chinês. De lá você tem fácil acesso a outros pontos da cidade (e à cidade de gelo, por exemplo), mas está em um lugar seguro e movimentado. Veja aqui a seleção dos melhores hotéis em Harbin pelo Booking.com, site parceiro do SV.

Principais atrações da cidade

  • Ski: É claro que essa abundância de frio e neve só podia resultar no ambiente perfeito para esquiar! Tanto que a cidade está na competição para sediar as olimpíadas de inverno de 2022. A estação de Esqui mais famosa (e uma das maiores da China) se chama Yabuli Ski Resort

 

  • Arquitetura: a influência russa deixou marcas em Harbin, como por exemplo a Catedral Ortodoxa Santa Sofia, e nos prédios de arquitetura ocidental da Central Street. Não deixe também de fazer umas comprinhas (de objetos tipicamente chineses e russos) no Russian-Chinese Central Market. Tudo isso está localizado no centro antigo da cidade, um passeio obrigatório na sua visita a Harbin.

 

A Rua central em Harbin é um ótimo passeio (Foto: reprodução)

A Rua central em Harbin é um ótimo passeio (Foto: reprodução)

 

A belíssima Santa Sofia, catedral ortodoxa no centro antigo de Harbin (Foto: reprodução)

A belíssima Santa Sofia, catedral ortodoxa no centro antigo de Harbin (Foto: reprodução)

 

  • Herança Judaica: os judeus tiveram muita influência na cidade e, por isso, até hoje é possível encontrar traços dessa cultura por Harbin. Um exemplo famoso é o cemitério judeu e restaurantes Kasher.

 

  • Nadadores no gelo: Em temperaturas que passam os 20 graus negativos, um fenômeno inesperado acontece- todas as manhãs, pessoas se reúnem no rio congelado de Songhua, fazem um buraco no gelo, e mergulham nas águas geladíssimas. Só não me pergunte por quê!

 

Os nadadores de Harbin mergulham no rio congelado (Foto: reprodução)

Os nadadores de Harbin mergulham no rio congelado (Foto: reprodução)

 

Buracos são feitos no rio congelado para o mergulho dos nadadores (Foto: reprodução)

Buracos são feitos no rio congelado para o mergulho dos nadadores (Foto: reprodução)

 

É preciso um toque de loucura para mergulhar nesses lagos congelados! (Foto: reprodução)

É preciso um toque de loucura para mergulhar nesses lagos congelados! (Foto: reprodução)

 

E aí, gostou de conhecer um pouquinho de Harbin? Ficou com vontade de visitar a cidade?

Continue nos acompanhando que semana que vem tem mais uma cidade incrível pra você conhecer através das páginas do Segredos de Viagem!

Saiba mais sobre a série CIDADES INCRÍVEIS aqui!

 

Cidades Incríveis LOGO

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

  • João Pedro woitexem

    Já estive em Harbin e também na Siberia. Na verdade, ficam muito próximas, pôs fazem fronteira. Dois dias são suficientes para visitar as duas. Não leve roupa quente. Deixe pra comprar lá. Além de baratas, são mais eficientes, preparadas para suportar o intenso frio.
    Abraços!!
    João Pedro woitexem – Araquari (SC)

  • Fiquei encantada com seu texto! Parabéns! E com isso acabei de incluir Harbin no meu roteiro da China janeiro/2018. Minha dúvida agora é, quantos dias você acha necessário pra ficar em Harbin? Daria pra ir a Sibéria? Abraço

    • Oi Monique,
      Ficamos muito felizes que o texto tenha te inspirado a visitar a cidade de gelo de Harbin! Nos nunca fomos, mas acreditamos que um minimo de 2 ou 3 dias sejam suficientes para voce conhecer a cidade! Quanto a Siberia, dai eu ja nao sei se e’ tao caminho assim, e se valeria a pena (a nao ser que voce tenha bastante dias sobrando).
      Depois conta pra gente como foi!
      Beijos

    • Monique, poderia nos contar como foi? Valeu a pena? Estou planejando uma viagem para lá em janeiro/19 e gostaria da sua ajuda. Obrigado.

  • + Ver mais comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *