O que fazer em Gante, na Bélgica


Atualizado em:


Quem vai à Bélgica costuma visitar a capital Bruxelas e, quando muito, Bruges. Mas o país tem outros segredos escondidos que você pode descobrir, e um deles é Gante (ou Ghent, ou Gent, ou Gand, depende do idioma…rs). Mas afinal, o que fazer em Gante? Lá é possível se deparar com castelos e igrejas medievais bem no meio da cidade e ainda aproveitar sua agitada vida noturna.

Gante é uma pequena cidade, com cerca de 250 mil habitantes. Apesar de ser um dos quatro principais destinos belgas e muito popular entre os holandeses, Gante costuma ser esquecida pelos brasileiros. No entanto, se você já está nos arredores ou na região dos Flandres (uma das três regiões da Bélgica, ao norte),  porque não dar uma escapada e conhecer esse segredinho? Visitar Gante é fácil e rápido, e a cidade pode te surpreender. Nesse post falaremos sobre:

Como chegar a Gante e quanto tempo ficar por lá.
O que fazer em Gante.
O que comer em Gante.
Sugestão de roteiro em Gante para 1 dia.

Que fazer em Gante

Passear nas margens do rio Leie (ou Lys) é uma das coisas mais legais para fazer em Gante

Como chegar a Gante e quanto tempo ficar?

Gante está localizada no cruzamento de duas importantes estradas (E17 e E40) e, portanto, é de fácil acesso tanto de carro quanto de ônibus. No entanto, andar de carro pela Bélgica perde o sentido se você passará apenas pelas grandes cidades. Isso porquê a malha ferroviária funciona muito bem e as cidades pequenas permitem que você conheça tudo a pé, além de terem muitas ruas restritas para carros. Então aproveite, e vá de trem.

Caso prefira, você também pode optar por uma excursão fechada de Bruxelas até Gante. Neste link você tem acesso à mais informações e valores.

Chegando em Gante de trem

Além da praticidade, os trens na Bélgica tem um ótimo custo-benefício e os deslocamentos são super curtos. Gante está a apenas 40 minutos de trem de Bruxelas e a 30 minutos de Bruges. Para quem quer ir direto ao ponto, os trens também conectam Gante diretamente ao aeroporto internacional de Zaventem, na capital, que está a uma hora dali.

Também é muito fácil acessar a cidade vindo de outros países. Saindo da estação de trem Sint-Pieters (em Gante), você pode fazer uma pequena transferência em Bruxelas-Sul ou em Lille, na França, e pegar o trem de alta velocidade para Paris ou Londres, por exemplo.

Quantos dias ficar em Gante?

Essa é uma decisão que deve ser feita pensando em todo o seu roteiro pela Bélgica. Gante pode ser uma boa segunda base na sua viagem, ou pode ser uma “paradinha” entre Bruxelas e Bruges, caso opte por montar base nessas duas últimas cidades.

Igreja de São Nicolau Gante

Maioria das atrações turísticas está na região central e é fácil explorar Gante a pé, como a Igreja de São Nicolau

Para quem faz a cidade de base, é interessante ficar de duas a três noites. Dessa forma você vai poder explorar Gante com tranquilidade e ainda fazer um bate e volta para a Antuérpia, por exemplo. Quem escolhe fazer um pit-stop em Gante geralmente passa alguns dias em Bruxelas, sai de manhã cedinho para Gante, deixa as malas na estação para aproveitar a cidade durante o dia, e depois segue para Bruges para dormir e continuar a viagem.

Em suma: passando o dia em Gante você já consegue conhecer as principais atrações locais, então combine o seu roteiro de modo a deixar um dia interiro para explorar a cidade.

Quem gosta de aproveitar a vida noturna em suas viagens deve definitivamente dormir pelo menos uma noite em Gante, afinal, ela é super famosa pela noite. Mas prefira fazer isso no final de semana, afinal ainda estamos falando de uma pequena cidade européia.

Compre aqui uma excursão de Bruxelas a Gante e Antuérpia

O que fazer em Gante?

O que fazer em Gante de mais interessante é na verdade simplesmente caminhar pelo centro histórico da cidade. Alguns pontos de referência são a rua Veldstraat, a maior e mais importante via comercial, a praça Korenmarkt e a praça Sint-Veerleplein. Ao andar por essa região você já vai perceber a atmosfera medieval, marcada por impressionantes construções de estilo gótico, e encontrar alguns dos principais pontos turísticos. Mas vamos a eles:

Campanário de Gante

O campanário de Gante, também conhecido como torre Belfort é a mais impressionante das três torres construídas uma ao lado da outra bem no centro da cidade. As outras são as torres da Igreja de São Nicolau e da Catedral São Bavo, visíveis do Campanário. Subindo na torre Belfort você poderá ter uma vista linda da cidade. E a melhor parte é que agora não é mais preciso subir tudo de escada, pois já existe um elevador no local.

centro Gante

Centro histórico e as Igrejas de Gante

Entrada: 8 euros.
Horário de funcionamento: todos os dias das 10h às 18h.

Catedral de São Bavo e Igreja de São Nicolau

Quando estiver em Gante, não deixe de conhecer a Catedral de São Bavo. Nela está um dos mais famosos elementos religiosos da Bélgica e um dos símbolos da arte da região: a Adoração do Cordeiro Místico, dos irmãos Van Eyck. Mas atenção porque a pintura fica em uma capela separada e não na nave principal da catedral. E uma curiosidade: o painel, também conhecido como Retábulo de Gante, passou por uma restauração recente, que revelou que seu rosto original é parecido com a face de um humano, e a obra já foi roubada várias vezes e é uma das mais cobiçadas do mundo.

Bem em frente a Catedral de São Bavo está a Igreja de São Nicolau. Ela é a mais imponente, com estilo gótico e interior adornado. Logo em frente, uma estrutura metálica chama a atenção pelo contraste de sua modernidade com a história do século XIII da igreja.

Entrada: gratuita para as duas igrejas; 4 euros para ver a Adoração do Cordeiro Místico.
Horário de funcionamento: variam de acordo com a época do ano. Saiba mais no site do turismo local.

Gravensteen

Gante castelo Gravensteen

O castelo medieval Gravensteen (ou Castelo dos Condes) em um dia de verão.

Ao caminhar pelo centro da cidade você vai inevitavelmente se deparar com o Gravensteen, um castelo medieval também conhecido como Castelo dos Condes. Em seu interior há exposições de armaduras e armas antigas e uma exibição que mostra como eram algumas técnicas de tortura usadas na Idade Média. Também é possível subir no telhado para apreciar a vista, apesar de não ser tão alto como o Campanário.

Entrada: 10 euros
Horário de funcionamento: no verão das 10h às 18h e no inverno das 10h às 17h.

Veja aqui os tours disponíveis em Gante

Museu Dr. Guislain

Como em quase todas as cidades europeias, em Gante há várias opções de museus, mas, por fugir do comum, o mais recomendado é o Museu Dr. Guislain, que não costuma constar nos roteiros básicos do que fazer em Gante. A instituição fica no instituto psiquiátrico mais antigo da Bélgica. Lá, você pode aprender sobre a história da psiquiatria, entre outras exposições interessantes. A arquitetura do prédio é um show a parte. Considere ir.

Entrada: 10 euros
Horário de funcionamento: de terça à sexta das 9h às 17h e de sábado e domingo das 13h às 17h.

Os rios de Gante

Há alguns rios que entrecortam a cidade, e aproveitar suas margens para uma caminhada ou simplesmente para ficar sentado descansando é uma ótima ideia. Nas margens direita e esquerda do Rio Leie (ou Lys) estão Graslei e Korenlei, cais que são famosos pelos prédios históricos e pelos inúmeros cafés onde turistas e moradores locais passam algumas horas.

Rio Leie em Gante

É possível fazer passeios de barco pelo Rio Leie (ou rio Lys)

Também é possível fazer um passeio de barco no rio Leie/ Lys, uma boa pedida para um dia ensolarado. O tour aquático é uma boa opção para substituir o Free Walking Tour, se bater uma preguicinha de andar, pois também dá uma visão geral da história da cidade e seus principais pontos.

As pontes são pontos de referência dos rios de Gante, além de serem ótimos pontos para foto. As mais famosas são a Ponte Grasbrug, de onde é possível ver a bifurcação do Rio Leie/ Lys, e a Ponte São Miguel, que tem uma vista privilegiada de alguns pontos turísticos importantes.

Werregarenstraat

Essa palavra difícil é o nome de uma rua, também conhecida como rua dos grafites. É o ‘Beco do Batman’ de Gante. Mais apertadinha que a versão paulistana, a rua dos grafites belga é também menos turística. Uma ótima parada para quem gosta de arte urbana e quer conhecer um aspecto diferente da cidade histórica.

O que comer em Gante?

Uma das comidas mais tradicionais de Gante, e a que com certeza você mais vai ver, são os cuberdons, também conhecidos como “nariz de Gante”. Eles são docinhos um pouco parecidos com balas de goma que têm a forma de um cone. Eles geralmente são vendidos em carrinhos nas ruas e suas cores variadas indicam sabores diferentes. Como os cuberdons, os oliebollen (donuts holandeses) também são um clássico da comida de rua em Gante.

A cidade também é muito famosa por seu presunto Ganda (outra das grafias do nome da cidade! rs). No Great Butcher’s Hall, um mercado, e em muitos dos restaurantes de Gante há peças de presunto suspensos no teto, o que dá um ar um pouco pitoresco (e meio espanhol) aos lugares. Outra especialidade local é o queijo. Na cidade, o laticínio leva sementes de cominho e geralmente é servido com licor.

Presuntos pendurados Gante

Os famosos presuntos pendurados de Gante

Como toda boa cidade da Bélgica, Gante também tem ótimas cervejas. Portanto, quando estiver escolhendo o que fazer em Gante, não deixe de incluir uma pausa para a cervejinha. No Stadsbrouwerij Gruut é possível fazer um tour nos bastidores da cervejaria e sentar no bar para uma degustação.

Uma atração à parte na cidade é a Yuzu Chocolatier, lugar em que um belga expressa seu amor pela culinária asiática por meio da mistura do chocolate belga com ingredientes comuns nas comidas asiáticas, como wasabi, matcha e gengibre de Sichuan, por exemplo. Bem peculiar!

Sugestão de roteiro em Gante para 1 dia

Se você não quer simplesmente sair andando pela cidade e prefere ter um roteiro mais organizado do que fazer, nós te ajudamos. Veja aqui a nossa sugestão de itinerário para um dia na cidade. Lembrando que se optar por ficar mais tempo, você pode ver tudo com mais calma e gastar uma manhã se recuperando da noitada, por exemplo. Ou pode ainda incluir um ou mais bate e voltas.

Roteiro Gante: o que fazer de manhã?

Uma boa opção para começar o dia é pegar um free walking tour. Como na maioria das cidades europeias, em Gante há passeios guiados que acontecem todos os dias a pé e de forma gratuita (mas uma gorjeta para o guia no final do passeio é apreciada e esperada).  Sugerimos os da Gent Free Walking Tour às 10h00 (há outros às 13h e às 18h30, se preferir). Ele dura em média duas horas e é um ótimo jeito de se ambientar e ter uma noção da cidade e da sua história.

Quando o tour acabar, você pode ir direto para um dos pontos turísticos que o seu guia provavelmente mencionou. Recomendamos o Gravensteen. Explore o castelo medieval que existe desde o século 11. Antes de ir, porém, confira o site oficial pois no Gravensteen costumam acontecer alguns eventos, então pode ser legal condicionar a sua visita a algum que te interessar.

Castelo de Gravesteen Gante

O castelo de Gravesteen fica em pleno centro da cidade, contrastando com o resto dos prédios.

Hora do almoço

Aproveite a refeição para degustar um prato típico belga: batatas fritas. O De Frietketel é um lugar sempre bem recomendado. Por apenas 3 euros você recebe uma porção grande de batatas fritas. Para quem se recusa a almoçar só isso (como eu…rs), lá há também hamburgueres e outros lanches, e uma lista de opções veganas. E o melhor de tudo, o preço é ótimo! Você provavelmente gastará 7-8 euros para uma refeição satisfatória.

Um incoveniente é que o De Frietketel está um pouco fora do caminho. Se você não quer se deslocar muito, sugerimos ir ao Frituur de Jozef. Tem uma localização central e lá a porção de batatas fritas com molhos custam apenas 2,50 euros. Se você quer aproveitar uma refeição mais requintada, que tal descobrir um daqueles lugares com presuntos no teto? Aproveite o seu guia do Free Walking Tour e peça uma recomendação, eu sempre curto experimentar a dica de algum local, e o seu guia é uma excelente fonte.

Roteiro Gante: o que fazer à tarde?

Nessa sugestão de roteiro por Gante, sugerimos um começo de tarde mais relax. Depois de comer, você pode dar uma volta por Graslei e Korenlei e passear por ali, tirar umas fotos ou parar para um café. Agora um pouco mais descansado, vá explorar a rua do grafitti.

Vista de Gante

As torres do Campanário e das igrejas de São Nicolau e São Bavo se destacam na paisagem

Em seguida, hora de bater perna! Siga para a região das igrejas. Primeiro veja a Adoração do Cordeiro Místico na Catedral de São Bavo, depois vá à Igreja de São Nicolau e termine o dia admirando a vista da Torre Belfort, o campanário de Gante.

A famosa vida noturna de Gante

Para finalizar seu dia, caminhe pela cidade e veja a Igreja de São Miguel acender suas luzes. Eu achei um espetáculo. Depois, aproveite a noitada em um dos muitos bares dessa região (caso esteja lá no final de semana, como disse antes, ainda se trata de uma cidade pequena…rs).

O Water House on the Bierkant é uma antiga cervejaria, que oferece mais de 100 tipos da bebida em um ambiente aconchegante. Outra opção é o Damberd, um bar de jazz um pouco mais chique para quem quer curtir uma boa música.

Se nenhuma das opções forem de seu agrado, dê uma volta pela região central e escolha o bar que tem mais o seu estilo para aproveitar sua cerveja belga. Quando estive na cidade, buscamos uma opção mais tranquila e acabamos no Bar des Amis, na Vlasmarkt, e recomendo muito!

Dica: minha recomendação também é este tour com degustação de cervejas belgas. Nele você vai poder provar uma mistura de cervejas artesanais famosas e em pequena escala. Esse passeio também inclui uma caminhada por alguns monumentos históricos da cidade!

Gante a noite

A vida noturna de Gante é muito famosa e um dos motivos para dormir uma noite na cidade.


Bom, espero que tenham gostado das dicas e que o post te ajude a deixar sua viagem a Gante ainda mais incrível. Mas leu e ainda está com dúvidas? Vamos conversar aqui pela caixa de comentários. Tem mais dicas do que fazer em Gante? Conta pra gente por aqui também!  =)

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *