Passeios em Londres: a pé da Torre de Londres ao Big Ben


Atualizado em:


Com tantas opções interessantes de passeios em Londres, o viajante deve buscar otimizar ao máximo o seu tempo para não ficar cruzando a cidade mil vezes em um único dia. Isso significa tentar juntar geograficamente as atrações que ficam perto umas das outras.

Seguindo essa lógica, fizemos um post com opções de roteiro de Camden Town até a Baker Street, e fizemos também a programação para quem deseja conhecer Notting Hill e depois emendar uma volta pelo Hyde Park. Agora apresentamos uma opção interessante e clássica, que reúne as principais atrações perto do rio Tâmisa, um roteiro que vai da Torre de Londres ao Big Ben.

Esse trajeto pode ser feito rapidamente em 2 horas no mínimo, ou pode durar o dia inteiro, se você visitar todas as atrações aqui listadas e se demorar para apreciar cada uma delas. Veja o que fica melhor no seu tempo e ritmo de viagem, e ajuste as dicas na sua programação.

Comece pela Torre de Londres

A London Tower é um monumento ancestral e histórico. Noo passado, já serviu de forte, residência da realeza, sede da casa da moeda e até local para execução e tortura na Idade Média.

Hoje, o local fica aberto a visitação e guarda as jóias da coroa.

towerlondon

londontower

foodtrucktowerbridge

Food Trucks estacionados no pé da London Tower com a Tower Bridge

Cruze o Rio Tâmisa pela Tower Bridge 

Atravesse pela icônica ponte londrina até o outro lado do rio.

TB

CaminhandoTower

De lá, caminhe pelas margens do rio pelo “The Queen’s Walk” e veja a City Hall (prefeitura) e sua arquitetura peculiar (o prédio é arredondado, como uma semi-esfera e bem curioso).

City Hall

Prédio arredondado da Prefeitura de Londres ao fundo.

Pare para visitar e comer algo rápido no Borough Market

O Borough Market é um dos mercados mais gostosos de Londres, na minha opinião. Tem vários produtos frescos e de qualidade alta (são até um pouco mais caros do que outros mercados comuns) e barracas com comidinhas de todos os lugares do mundo, para pegar e comer em pé e com a mão mesmo. O mercado abre para o público de quinta a sábado, e a feirinha com comidas prontas acontece as sextas e sábados.

Outra dica boa é que lá do lado tem uma loja bem interessante com utensílios de cozinha inovadores que se chama Borough Kitchen.

boroughmkt

Hotdog_borough

Lanche rápido: hot dog alemão

DentroBorough

Ou prefira um almoço mais sofisticado nos restaurantes e bares do “The Shard”

O The Shard é o edifício mais alto da União Européia e tem 310 metros de altura. É possível pagar e subir até o topo. Ao invés de fazer isso, recomendo conhecer a vista de um jeito diferente, em um dos seis bares e restaurantes do local, nem que seja apenas para um drink em um outro momento (eu fui a noite, por exemplo).

Drinks_TheShard

Drinks no Oblix

Vista_shard

A vista noturna

Depois, caminhe até voltar as margens do Tâmisa e chegar no Bankside (uma opção para chegar a Bankside é ir pela Clink St.).

Visite ou confira a programação do Shakespeare Globe

Um dos teatros mais tradicionais de Londres, o Shakespeare Globe é centro de referência na área cênica mundial.

É possível fazer visitas guiadas, mas o mais interessante é tentar assistir a alguma peça em cartaz no globe Theatre para compreender o que é o palco elizabetano e ver como eram os teatros na época de Shakespeare, já que o teatro foi reconstruído em 1996 seguindo a mesma fundação e estrutura do teatro original.

ShakespeareGlobe

Perca-se nas exposições do Tate Modern

Um dos meus lugares favoritos em Londres, o Tate Modern tem diversas exposições interessantes de arte moderna e contemporânea, além do acervo fixo. A lojinha do museu também tem muitos produtos bacanas e diferentes. Veja 3 motivos para você conhecer o Tate.

Na frente, o gramado fica cheio de jovens em busca de um lugar ao sol enquanto lêem seus livros, e a Ponte do Milênio (Millenium Bridge) corta o rio em direção a St. Paul Cathedral. Se tiver energia, aproveite para ir visitá-la, e depois volte para a rota!

Tate

Jardim_Tate

Do outro lado do rio, em frente ao Tate, está a St. Paul Cathedral.

Vista da janela do museu. Do outro lado do rio, em frente ao Tate, está a St. Paul Cathedral.

Caminhe mais um pouco até o Southbank Centre

Nas margens do rio Tâmisa, o Southbank Centre é um centro artístico e cultural que sempre tem zilhões de atrações interessantes. Além disso, tem vários bares e restaurantes do lado de fora, e vive lotado de gente de todos os tipos. Um passeio que os locais amam fazer!

SouthbankCentre

Southbank

Southbankmesas

CoberturaSouthbank

Aprecie a paisagem até chegar na London Eye

Finalmente você chegou a uma das mais famosas rodas-gigantes do mundo. A dica aqui é comprar o ingresso pela internet e com hora marcada, para não ficar horas na fila, ou comprar outras opções mais flexíveis e até com regalias exclusivas (ingresso mais caro que o ingresso padrão, claro).

LondonEye

FilaLondonEye

A fila pode ser grande se você deixar para comprar na hora.

LondonEye_Tamisa

Um dia agitado de passeio em Londres.

 

Continue mais um pouco para ter uma bela vista do Palácio de Westminster

O passeio termina com uma “Photo Opportunity”, como diria o(a) artista britânico(a) Banksy. E, que me desculpe o Banksy, mas essa parada é uma puta oportunidade para uma foto deslumbrante da Sede do Parlamento e do Big Ben! 😉

PhotoOpportunityBanksy

A minha versão da foto :)

A minha versão da foto 🙂

Solnobigben

Pordosol

Ufa! Roteiro puxado e pra quem, assim como nós, gosta de bater perna.

Hora de voltar pro apê/ hotel/ hostel e descansar para aproveitar a noite londrina, ou dormir direto até o dia seguinte para aguentar todos os passeios em Londres!

Quer saber onde se hospedar na cidade? Veja nossas dicas de bairros para se hospedar nesse post aqui.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

    • Michela, quando eu fui eu separei a cidade por blocos, organizando as atrações que estavam perto umas das outras geograficamente.
      Ia até o bairro de metrô, e a partir de lá eu fazia tudo a pé!
      Acho uma delícia andar pra conhecer a cidade. =)
      Que bom que você gostou do post. Obrigada pelo comentário!

  • Muito bom ver esses roteirinhos bem pensados pra não ficar andando que nem uma barata tonta, né? 🙂 Eu sou de andar e tentar conhecer o máximo que posso, mas assim fica bem mais inteligente! Adorei!

    • Camila, que bom que gostou!!
      Tem que quebrar a cabeça pra depois não ficar com dor nos pés a toa! =P
      Eu também amoo conhecer as cidades a pé.
      Beijos

  • Adorei as dicas; para quem só tem 24horas é um roteiro bem elaborado! Dá para fazer mas sim é puxadote! Lembro a primeira vez que fui a Londres; foi +/- esse o percurso e num dia apenas! 😛 Estavamos em conexão e tínhamos de aproveitar todos os minutos! Já lá voltei com tempo e repeti tudo de novo e muito mais! 😛

  • + Ver mais comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese