Quanto custa viajar para Londres? Média de gastos


Atualizado em:


Descubra nesse post quanto custa viajar para Londres, com exemplos de gastos reais das minhas últimas viagens, e estimativas para vários perfis de viajantes. 

É verdade, Londres definitivamente não é o destino mais barato da Europa. A moeda – Libra esterlina – é ainda mais forte do que o Euro e os preços por lá são salgados. Mas, com um bom planejamento e as indicações certas, é possível fazer caber no seu bolso uma excelente viagem. Para ajudar quem está pensando em ir para à terra da Rainha, listamos aqui quanto custa viajar para Londres em diferentes tipos de viagens, de acordo com o seu perfil de gastos.

Quanto custa se hospedar em Londres? 

$ Hospedagem em albergue – de 20 a 40 libras a noite por cama.
$$$ Hospedagem em hotéis 3 ou 4 estrelas – de 70 a 200 libras a diária.
$$$$$ Hospedagem em hotéis 4 ou 5 estrelas, em localizações muito privilegiadas – mais de 250 libras.

Para saber qual é o melhor bairro para se hospedar em Londres, veja esse post: Em que região se hospedar em Londres. Depois de definida a região que mais combina com você, comece a explorar as opções e promoções do Booking.com. Reserve o seu hotel e já coloque esse valor na sua tabela de gastos.

Quais os gastos médios com museus e atrações?

Tenho certeza que todo mundo vai se surpreender com esse tópico. E lá vem a boa notícia: a maioria dos museus de Londres são gratuitos! Você não leu errado não.

Na maioria dos países europeus os museus são pagos e as Igrejas são de graça. Em Londres a regra é contrária: os museus tem entrada franca e a entrada das Igrejas são pagas. Se você ama arte, Londres é um prato cheio. E mesmo se não ama, tenho certeza que vai se surpreender com lugares como o British Museum, a National Gallery e o Tate Modern. Além desses museus, ver a troca da guarda em frente do Palácio de Buckinham também é de graça.

$ Abadia de Westminster ou Catedral de St. Paul – espere pagar em torno de 20 libras por um ingresso adulto (17 libras na St. Paul comprando por aqui, e com entrada sem fila e reserva antecipada).
$$ London Eye – em torno de 30 libras (compre por aqui antecipadamente e com desconto).
$$$ Assistir um musical em Londres –  depende do assento, mas varia de 30 a 60 libras (compre ingressos antecipados aqui).

Que tal um passeio pela London Eye?

Para ver o preço de outros passeios e também saber mais sobre o London Pass (com ou sem transporte incluído), veja também esse site com diversas opções de atrações pagas de Londres.

Quanto custa comer em Londres? 

É possível comer muito bem em Londres gastando pouco para os padrões da cidade.

$ Pegue algo em lojas rápidas como Itsu ou Wasabi (combinado japonês grande por 8 libras), Pret a Manger (sanduíches orgânicos por 5 libras),  e comidas de feirinhas como em Camden Market e Greenwich Market, que também são bem gostosas e acessíveis.
$$$ A refeição média custa em torno de 30 libras para o casal (15 libras por pessoa), e 50 libras se quiser adicionar uma entrada e uma garrafa de vinho em restaurantes.
$$$$ Mas também o céu é o limite para quem está disposto a investir em bons restaurantes. Londres também tem diversos restaurantes estrelados e com chefs renomados como Alain Ducasse e Joël Robuchon.

Leia também: Onde comer e beber em Londres

Combinado japonês do Itsu

Comidinhas em Greenwich Market

O hamburger do Byron

Exemplo de gastos:
-Sanduíches ou pratos rápidos no Greenwich Market: 7 libras.
-Combinado japonês com 5 niguiris de salmão, 6 rolls de salmão e avocado e 3 sashimis de salmão: 7,99 libras.
-Refeição média no Jaime’s Italian: 13 libras o prato principal.
-Dois hamburgueres, uma batata frita e um milkshake no Byron: 32 euros.
-Almoço para 4 pessoas no Joy King Lau, no Soho: 54 libras.
-Jantar para 2 pessoas com uma garrafa de vinho no Da Corradi, em Mayfair: 50 libras.

E quanto vou gastar com transporte na cidade?

A melhor pedida, quando em Londres, é comprar um Oyster Card. Esse é o cartão válido para os transportes públicos da cidade, equivalente ao nosso Bilhete Único.

Explicando de modo bem simples e objetivo: existem bilhetes semanais ou mensais, mas para quem vai ficar apenas alguns dias, o melhor é pegar a função “pay as you go” e fazer um cálculo médio de 10 libras por dia de viagem.

Se for ficar 4 dias por exemplo, carregue seu Oyster com 40 libras, e depois, se for necessário, coloque mais crédito, ou, antes de ir embora, retire o crédito restante e desative o seu cartão (ele custa 5 libras na hora da compra, valor que é reembolsado quando você o desativa).

Você consegue usar o Oyster Card para ir para os principais aeroportos e estações da cidade, como o Heathrow por exemplo. e também utiliza nos ferries que param em diversas estações do rio Tâmisa.

Dois clássicos londrinos, o ônibus de dois andares…

… e o “Underground”, metrô de Londres.

Veja detalhes dos diferentes cartões de transporte público de Londres no post do Viaje na Viagem.

Outros gastos em Londres para considerar

Seguro-Viagem: O seguro viagem para a Europa é obrigatório para cidadãos brasileiros. Veja nosso post sobre os melhores seguros de viagem para a Europa e faça um orçamento pela Real Seguro Viagem, um site que compara diferentes planos de várias seguradoras.

Passagem aérea: esse é um gasto significativo na sua viagem e é bem variável, de acordo com a oferta que você conseguir. Reserve em torno de 700 libras para uma passagem saindo do Brasil e chegando em Londres. Mas, tenha em mente que é possível encontrar preços bem menores em alguma promoção ou preços ainda maiores se deixar pra comprar na última hora e ainda quiser viajar na alta temporada.

Transfer do aeroporto: no seu dia de chegada e partida, você poderá utilizar o transporte público ou contratar algum transfer/ ônibus, trem expresso ou carro particular. Veja aqui opções de meios de transporte e preços de cada um deles.

Compras: um item que só quem pode mensurar é você, já que cada pessoa tem um estilo de compras. A dica é: se for passar por outros lugares da Europa, deixe para fazer compras naquele que for mais barato (como Espanha e Portugal, por exemplo, que são mais baratos que a Inglaterra). A outra dica é não se esquecer de pegar tax free a cada compra, e pedir o reembolso no aeroporto antes de pegar o vôo para sair da Europa de volta ao Brasil.

Reserva de segurança: Eu sempre levo um dinheiro extra, além da quantia que pretendo gastar e do cartão de crédito. É sempre bom se preparar para imprevistos ou surpresas no meio do caminho. Só não pode gastar esse dinheiro no meio da viagem, hein? No máximo no último dia no Free Shop na volta pra casa ou em um jantar de despedida.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *