Passeio imperdível pelas vinícolas da região do Douro

Qualquer pessoa que viaja para um destino de enoturismo vai, inevitavelmente, passear em alguma vinícola. Em Portugal, mais especificamente na região do Douro, ficamos encantadas ao ver que as vinícolas (ou Quintas como são chamadas lá) eram totalmente diferentes de todas as outras que já tínhamos visto.

O que as fazem ser tão especiais e diferentes das outras?

A resposta é bem simples, e acho que será melhor comprovada atráves das fotos do que pelo meu relato, mas mesmo assim eu explico.

A região do Douro fica em um vale de montanhas cortado por um rio (o Rio Douro), e as vinhas se espalham não apenas na linha do horizonte, mas também em diversos níveis na vertical (como se fossem vários degraus). Além disso, o solo do Douro é um “antroposolo”, isto é, feito pelo homem, pois a maioria é composto por xisto, um tipo de rocha que tem que ser esmagada para ficar fértil.

Por esse motivo, ao invés de um cenário convencional de vinhedos (um simples google mostra as paisagens das quais estamos falando), você encontrará no Douro algo parecido com isso:

Douro_byCatavino

Foto by Ryan Opaz (eu disse que uma imagem valeria mais do que minhas palavras).

Dito isso, para facilitar a vida de quem quer ver de pertinho essas paisagens, andar entre as vinhas e degustar vinhos de diversos tipos (entre eles o vinho do Porto, é claro), selecionamos as vinícolas que você deve conhecer quando for à região. Cada uma tem um diferencial que achamos interessante, e que fazem cada visita ser totalmente única e diferente da anterior.

Quinta do Seixo

No dia que visitamos a Quinta do Seixo, São Pedro caprichou e mandou um tempo maravilhoso. Isso foi no nosso último dia no local. Já havíamos achado o Douro lindo, mas daí eis que isso acontece e muda ainda mais a nossa percepção sobre a região.

IMG_3999

IMG_4054

A Quinta do Seixo fica bem perto de Pinhão, no caminho de Pinhão/Peso de Régua e, por isso, é super fácil chegar lá.

O que achei bacana dessa Quinta é que é possível fazer um picnic no meio das vinhas, com comidas tradicionais de Portugal (precisa de reserva com alguns dias de antecedência).

IMG_4050

IMG_3977

IMG_4000

IMG_3995

IMG_4049

IMG_4024

IMG_4031

Além disso, a sala de degustação é simplesmente surpreendente. Veja a segunda foto e descubra o por quê.

IMG_4048

IMG_4047

Vista magnífica do vale todo!

IMG_4039

 

Quinta do Pôpa

Quem pensa que vinho é uma bebida metida, distante e para gente mais velha, vai mudar completamente esse conceito ao visitar a Quinta do Pôpa. Essa Quinta é bem nova (começou em 2007 e engarrafou seu primeiro vinho em 2010!) e tem uma pegada bem mais jovem e moderna. Os donos estão sempre pelo local e são super divertidos e acessíveis para explicar todo o processo de produção em uma linguagem mais fácil. Só de ver o Instagram deles você já percebe o quão “cool” essa Quinta é.

Um diferencial pra mim foi que, se marcado com antecedência e na época correta (geralmente setembro, mas depende da colheita), você pode fazer a pisa das uvas! Isso é tão legal que só de imaginar eu já fico empolgada. Eu queria muito ter feito, mas chegamos atrasados por uma semana (ainda choro)! Mas essa experiência ainda continua na minha wish list!

IMG_3827

IMG_3787

IMG_3818

IMG_3817

IMG_3810

IMG_3798

IMG_3792

IMG_3796

IMG_3808

IMG_3832

IMG_3841

IMG_3835

 

Quinta do Panascal

Uma das Quintas que está muito bem preparada para receber os turistas e é super charmosa e rústica. Oferecem um audio tour pelas vinhas que eu achei muito prático e didático para quem quer começar a entender um pouco mais sobre o mundo dos vinhos, e, principalmente, a produção do vinho do Porto e dos outros vinhos da região do Douro.

A Quinta do Panascal também tem vistas lindas (as minhas fotos infelizmente não conseguiram captar a beleza do que eu via e não fizeram jus ao local),  um local bem agradável para comer algum petisco e fazer degustação de vinhos, e um staff bem atencioso e preparado (tanto que abrem para o público desde 1992, a Quinta do Pôpa ainda nem exisitia!). Sabe aquela imagem de vinícola rústica, bem tradicional e familiar? Essa é a Quinta do Panascal. Uma graça!

IMG_3856

IMG_2380

IMG_2377

IMG_2361

IMG_2356

Os diferentes tipos de uvas utilizados no Douro. Um do lado do outro pra ajudar o turista. =)

IMG_3859

Os vinhos que experimentamos lá.

*Agradecimento especial ao Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto que nos levou para essa viagem enogastronômica em Portugal.

Deixe o seu comentário usando o Facebook
  1. Roberta Mayo  14/06/2017 | 15:05

    Adorei as dicas, vou para Porto em agosto e gostaria de saber se só dá para ir de carro para a Quinta do Pôpa. Existe ouro meio de chagar lá?

  2. giulia  14/03/2017 | 10:36

    Olà!
    Nos queriamos visitar a Val do Douro em Augusto de carro. Poder chegar uma semana? E’ comprido fazer todo o trajecto?
    Além das vinicolas hà outras atracções particulares que merecem ser visitadas?
    obrigada
    Giulia

    • Marcella  08/05/2017 | 12:48

      Giulia, uma semana é mais do que suficiente para fazer o vale do Douro e o trajeto não é longo (umas 3 horas de Porto até o final do Vale, sendo que é apenas uma hora e meia até Peso da Régua).
      Além das vinícolas há ótimos restaurantes, o passeio de barco típico pelo rio, um Museu em Peso da Régua e mirantes bem bonitos.
      Espero ter ajudado.
      Beijos Marcella

  3. claudia  03/03/2017 | 17:32

    Olá!
    Vou visitar a região no inicio de abril com meu marido. Ficarei 3 noites. Estaremos de carro, mas eu vi que as vinícolas são afastadas. Existe algum serviço de visitação às vinicolas com transfer?
    É possível apenas degustar os vinhos sem fazer as visitas guiadas? Estou pensando em fazer duas visitas guiadas e em outras duas apenas degustar. Creio que as visitas guiadas são bem parecidas… O que vc acha?

    • Marcella  06/03/2017 | 14:08

      Claudia,
      cada vinícola oferece suas próprias opções que podem diferir umas das outras. Por isso você teria que checar individualmente as que deseja visitar.
      O que posso dizer é que o processo de produção de vinho do Porto é diferente do de vinho normal.
      Então você pode escolher um local que produza os dois tipos de vinho e só fazer uma visita, ou explorar propostas diferentes. Exemplo: ver uma vinícola menor com um processo mais artesanal, outra maior e mais automatizada, enfim.
      Mas concordo com você, o interessante é fazer várias degustações e uma ou duas visitas (se forem propostas diferentes), a não ser que você curta muito vinhos e o processo de produção.
      Beijos e boa viagem! Espero ter ajudado.

  4. Eliete  23/02/2017 | 13:57

    Olá, tudo bem?
    O que mais me preocupa em viagens, principalmente quando sei que é inverno, é a questão das chuvas. Então gostaria de saber de em Março (segunda quinzena) chove muito em Portugal. Dá pra fazer esses passeios ao ar livre tranquilamente ou não?

    • Marcella  24/02/2017 | 11:34

      Oi Eliete, tudo bem e você?
      Essa é uma questão que preocupa muitos leitores do blog.
      Infelizmente esse é o tipo de coisa difícil de prever e que está fora do nosso controle.
      Eu fui em uma época considerada boa (outubro) e peguei uma chuva inesperada.
      Um site que eu uso para basear minhas viagens (mesmo sabendo que ele não acerta 100%, assim como qualquer previsão) é esse:
      http://www.accuweather.com/en/pt/porto/275317/month/275317?monyr=3/01/2017
      Já coloquei no link o mês de março na cidade do Porto.
      Você pode ver qual era a temperatura no mesmo período, mas em anos anteriores.
      Espero que te ajude. =)
      Beijos e boa viagem

  5. Maria Elisa maciel  30/11/2016 | 09:47

    Estou indo agora e no dia 18/12 gostariamos de fazer uma vinícola estaremos saindo do Porto em direção a Manteigas
    Qual você sugere?

  6. aline  05/10/2016 | 18:26

    Ola, vou com mais 2 casais para porto e decidimos dormir uma noite no douro. A distancia entre as cidades é pequena. Daria para ficar em cinfães e visitar as vinicolas em peso da regua ou pinhão? Adorei as dicas das vinicolas acima. Obrigada!!

    • Marcella  06/10/2016 | 18:55

      Aline,
      mesmo nunca tendo feito isso, acredito que não será um problema já que Cinfães fica a 1 hora e 15 de Peso da Régua.
      Se vocês estiverem de carro ou com motorista será tranquilo arrumar a programação do dia de um jeito que você consiga fazer tudo o que quer.
      Beijos e boa viagem

  7. Paula  03/09/2016 | 20:34

    Ola
    Vale a pena ir para a regiao e, dez/jan??
    Ou a paisagem nao vale pelo frio??
    Obrigada
    P

    • Marcella  06/09/2016 | 15:20

      Olá Paula, tudo bem?
      É complicado responder essa pergunta porque dezembro é um mês difícil de prever em Portugal. Pode ser que o inverno seja mais rigoroso e chegue até a nevar em janeiro, ou que o outono tenha sido mais ameno e não fique tão frio por lá.
      O que sei é que é sempre uma delícia fazer degustações de vinho no frio e ir pra região, mesmo ela não estando no seu auge com as paisagens mais bonitas – as vinhas ficam com uma cara mais seca, pode ser um passeio gostoso para curtir o frio das montanhas e tomar um vinhozinho, além de aproveitar os bons restaurantes da região.
      Beijos

  8. dulce  05/07/2016 | 18:30

    Oi Marcela, vou para Porto em Setembro (25 a 01/out), depois sigo para Santiago de Compostela de carro… Adoro vinho e gostaria mto de conhecer as principais vinícolas. O que me sugere? Aguardo seus comentários. Obrigada! Bjs

    • Marcella  26/07/2016 | 19:35

      Olá Dulce,
      as três vinícolas mencionadas no post são ótimas para visitar no Douro.
      Além disso, a Quinta da Pacheca, Quinta do Portal e Quinta do Vallado também recebem visitantes.
      Em Vila Nova de Gaia (do ladinho do Porto) há muitas caves bacanas para visitar, como a Graham’s,Calém e Taylor’s.
      Espero ter ajudado. =)
      Boa viagem!

      • dulce  22/08/2016 | 12:39

        Obrigada Marcella pelo retorno e dicas!

  9. Isabela  16/05/2016 | 18:53

    Oi! Queria saber se existe a possibilidade de fazer um bate-volta de Lisboa para Douro, voltando no mesmo dia. Obrigada!

    • Marcella  22/05/2016 | 00:11

      Oi Bela!
      Olha, acho que não vale a pena não. A viagem vai ser muito longa e você não vai conseguir ver muita coisa..vai acabar vendo Peso da Régua e talvez uma ou duas Quintas, mas nem vai conseguir explorar as reais belezas do Douro (e poderá até sair de lá desapontada, e claro, bem cansada).
      Não sei o seu roteiro, mas eu tentaria deixar pelo menos uma noite no Douro e também aproveitaria para conhecer a cidade do Porto que é encantadora.
      Beijos!

  10. Aline  28/04/2016 | 14:15

    Olá Marcella,

    Meu namorado e eu vamos para Porto em maio e gostaríamos de fazer um passeio de 1 dia nas vinhas com degustação. Você tem algum site para indicar ou local para comprar o passeio?

    • Marcella  22/05/2016 | 17:00

      Oi Aline,
      a princípio o que eu sei é esse passeio pela Ticketbar, mas eu nunca testei pessoalmente para te contar minha experiência.
      Tem também essa empresa de cruzeiros, chamada Barcadouro.
      Você já leu esse nosso post? Quem sabe te ajuda um pouco mais.
      Beijos e boa viagem!

  11. paula  25/03/2016 | 18:09

    gostaria de visitar a região do Douro com amigos
    meus que chegam em Maio do Canada e tambem
    visitar uma quinta, pois eles gostariam de provar alguns vinhos se possivel!!
    Pode-me dàr alguns conselhos?

  12. MARCIA GALVAO  10/03/2016 | 12:10

    MARCELA,

    vc teria dicas de quintas na região do Dão, cidade de Viseu.

    • Marcella  10/03/2016 | 13:37

      Marcia, vou ficar te devendo essas dicas.
      Ainda não visitamos a região do Dão. =(

  13. Gi  06/03/2016 | 21:00

    Olá estaremos indo a Portugal em maio 2016.
    Queremos conhecer a região de Douro.
    Meu desejo é conhecer uma quinta rústica e poder se hospedar lá e me sentir em uma família portuguesa . Tenho a vontade de tomar os vinhos e provar as delícias da culinária da região . Onde posso encontrar tudo isso ?
    Onde indica para nós hospedarmos em Douro e viver essa experiência.
    Estaremos de carro e com nosso bebê de 1 ano .

    • Marcella  07/03/2016 | 13:03

      Olá Gi, tudo bem?
      Falamos sobre dicas de Quintas que indicamos e Onde se hospedar no Douro em alguns outros posts (estão nos links nas palavras anteriores).
      Você pode ver todas nossas dicas sobre o Douro e o Porto também.
      Você estará de carro e isso já ajuda bastante a ir de um lugar para o outro e encontrar um hotel mais afastado com um melhor custo X benefício (não deixe de ler o post sobre onde ficar em douro até o final, que tem outras opções mais acessíveis e afastadas).
      Espero que tenha ajudado! =)

  14. dayane  24/02/2016 | 20:08

    Ola, Marcela.
    Como podemos pegar transporte de Porto a um desses hotéis tipo Douro Palace Resort?
    Obrigada

    • Marcella  25/02/2016 | 09:01

      Olá Dayane,
      as duas vezes que fomos ao Douro estávamos de carro, mas é possível ir de trem até Peso da Régua e Pinhão também (e algumas outras cidades do Douro).
      Na primeira, contratamos esse motorista desde Lisboa, e na segunda fizemos uma mistura de carro alugado + trem, pois estávamos em uma turma de imprensa. Já viu esse post aqui? Tem todo o caminho das pedras pra visitar o Douro.
      Espero que ajude! =)

  15. […] nossa estadia, pegamos algumas dicas valiosas e conhecemos vinícolas incríveis, algumas delas abertas a visitação para o público geral. Os posts sobre a região sempre foram sucesso aqui no blog e a principal […]

  16. Tania Freire  14/02/2016 | 13:28

    Olá
    Somos dois casais brasileiros acima de 60 anos com viagem agendada para junho, sendo 2 dias em Pinhão, 5 dias no Porto e 9 dias em Lisboa.
    Caso possa nos sugerir restaurantes no Pinhão, Porto e Lisboa além de passeios e visitas em algumas Quintas, desde já agradeço.

    • Marcella  22/02/2016 | 17:34

      Olá Tania, tudo bem?
      Que viagem gostosa essa!
      Temos links com dicas de Porto (clique aqui), do Douro (clique aqui) e de Lisboa (clique aqui).
      Nesses links damos dicas de Quintas, restaurantes e hospedagem.
      Espero que aproveite. =)

  17. Mariana  19/01/2016 | 15:10

    Boa tarde, vou a Portugal em fevereiro e gostaria muito de conhecer uma quinta, gostaria de saber qual fica mais perto de Porto, e qual meio de transporte pode ser utilizado! Obrigada desde já!

    • Marcella  27/01/2016 | 14:18

      Olá Mariana,
      Você pode ir até o Douro e passar uma noite por lá, ou ver se há algum barco que faça uma viagem de bate e volta de um dia só.
      Nesse post damos algumas dicas para planejar uma visita a região do Douro, e acho que pode te ajudar!
      Uma possibilidade também seria contratar seu próprio motorista por um dia e ter mais liberdade na escolha do roteiro e programação.
      Espero ter ajudado. =)

  18. Diana Espindola  18/01/2016 | 17:13

    Oi Marcela, tudo bem? Adorei o site!
    Eu e meu marido vamos a Porto em Setembro, e gostariamos de conhecer algumas Quintas, como bons amantes de vinho. Como não conhecemos muito os vinhos portugueses da região do Douro, quais Quintas voce nos indicaria para tomarmos vinhos top?!rs Obrigada, Diana

    • Marcella  27/01/2016 | 14:14

      Olá Diana,
      escrevemos sobre algumas quintas da região do Douro nesse post aqui.
      Além disso, você também pode visitar alguma Cave em Porto (mais especificamente em Vila Nova de Gaia) e provar ótimos vinhos por lá enquanto aprende sobre o processo de produção. Também damos algumas dicas de Porto nesse post aqui.
      Boa viagem! =)

  19. Waldyr  28/10/2015 | 07:18

    Agora em novembro irei para o Porto e gostaria de conhecer a região do Douro, como você falou o ideal seria dormir uma noite, certo? e onde seria o melhor local para nos hospedarmos? obrigado

    • Marcella  05/11/2015 | 11:17

      Olá Waldyr,
      a cidade com mais opções de hospedagem e infra-estrutura no Douro é Peso de Régua.
      Outra opção de cidade para hospedagem é Pinhão.
      Existem hotéis mais afastados das cidades, e também algumas vinícolas que oferecem estadia.

      • sa ndra  17/11/2015 | 17:14

        Vou em dezembro para a região , gostaria de saber quais são as vinícolas que oferecem estadia

      • Marcella  19/11/2015 | 14:39

        Olá Sandra, o hotel da Quinta da Pacheca é o mais conhecido e frequentemente indicado e recomendado.
        Não fomos a vinícola Quinta de la Rosa, mas vimos que há um hotel que oferece quartos dentro da propriedade de vinícola e que é gerenciado por uma família, o que da uma sensação de hospedaria familiar e acolhedora.
        A Quinta Nova é uma mansão que foi convertida em hotel e tem vinhas em sua volta. Do mesmo modo, o hotel Six Senses também é uma boa opção, mesmo que fora de vinícolas. =)

Ou comente por aqui