Inverno na Europa: vale a pena? Veja bons motivos e as melhores cidades


Atualizado em:


Será que vale a pena viajar durante o inverno na Europa? Quais os melhores destinos de inverno por lá? Quando ir e o que esperar de cada mês? Esquiar pode ser uma boa? Há muitas dúvidas sobre viajar na estação mais fria do ano.

Depois de alguns anos escrevendo esse blog e recebendo inúmeras dúvidas e comentários, cheguei a conclusão que a maioria dos brasileiros tem muito medo de frio e evita a todo custo viajar para a Europa no inverno. Mas, somente pensando no frio esquecemos que viajar nessa época do ano tem o seu charme e suas vantagens também.

Galhos secos no inverno na Europa

O pôr-do-sol no inverno do hemisfério sul é sempre imbatível! Na foto: Sófia, Bulgária

Claro que viajar pra Europa no verão é incrível, os dias são longos e a vibe é uma delícia, com a vida acontecendo do lado de fora. Mas, se você tem uma viagem marcada durante o inverno não precisa ficar com medo de ir não!

A vida não pára só porque está gelado lá fora e a experiência pode ser diferente e enriquecedora, principalmente para nós que moramos no Hemisfério Sul e não temos algumas das vivências possíveis de um inverno mais rigoroso.

Então começo resumindo algumas vantagens para provar que vale a pena viajar para a Europa no inverno sim.

Clique aqui para reservar os melhores passeios e atrações da Europa!

Por que viajar durante o inverno na Europa? Veja 8 motivos! 

1- Preços mais baixos

Ao contrário do verão, quando é alta temporada, os preços ficam mais baixos durante o inverno europeu.  Um apartamento para alugar em Paris que custaria 110 euros no verão, custa 80 euros em janeiro ou fevereiro, por exemplo. Esse já é um ótimo motivo por si só, não acham?

2- Menos turistas e multidões

Além dos preços mais baixos, uma outra vantagem de visitar a Europa no inverno é a menor quantidade de turistas nos pontos de maior visitação.

Ir a Piazza di Spagna em Roma no verão é se acotovelar entre montes de turistas disputando um espaço ao sol, enquanto que no inverno a experiência não é assim.

Com menos viajantes, as filas e esperas das atrações, museus e restaurantes são menores também. Economia de tempo e paciência.

Paris no inverno

Explorando o Jardim de Luxemburgo, em Paris, praticamente sozinha!

3- Estações de ski badaladas

Seja para passar o ano novo, curtir uma balada, ou praticar o esporte, essa é a época do ano ideal para ir as charmosas estações de ski na Europa, com opções para quem quer alto luxo ou para quem está com o orçamento mais apertado. Quem ama esportes de inverno encontrará o paraíso!

4- Arte e cultura indoors

Europa agrada todos os gostos quando o assunto é arte e cultura, e é um continente riquíssimo nesse quesito. Aproveite para escapar do frio nos diversos museus espalhados nas capitais européias e, também, nas cidadezinhas do interior. Com certeza esse será um ótimo programa e uma boa pausa para esquentar o corpo antes de sair às ruas novamente.

Atravessando a Millenium bridge pra chegar ao museu Tate Modern, em Londres

5- Comfort food

Só os primeiros itens já deveriam ser suficientes para embarcar em uma aventura gelada na Europa. Mas, além de tudo, é no inverno que a gente toma chocolate quente e fica com uma sensação de conforto e acolhimento (e não morre de calor), come fondue ou comidas quentinhas e típicas do inverno, e acha uma delícia.

E parece que o clima do inverno é ainda mais propício para tomar aquele vinho gostoso (e com preço ótimo) que você só encontra na Europa.

Vinho do Porto

Não vejo problema em passar horas em uma cave do vinho do Porto em vila Nova de Gaia, provando “um pouquinho” dos vinhos. =)

6- Mercados de Natal

Visitar a Europa em novembro ou dezembro é presenciar um momento adorado por todos da região, os Mercados de Natal! Eles acontecem em inúmeras cidades, como Praga, Bruxelas, Estocolmo, Salzburgo, Madri, Nápoles, Riga, e etc.

Acho que são ainda mais especiais na Alemanha, onde praticamente toda cidadezinha tem seu Mercado de Natal e os alemães vibram com essa época do ano como a gente vibra com o carnaval e festa junina.

Foto do mercado de Natal de Ettlinger, cedida pra gente pelo Blog Ligado em Viagem que tem vários posts sobre os Mercados de Natal da Alemanha

7- Temperaturas amenas nos países do sul

Se você visita Portugal, Espanha e até mesmo alguns lugares da Itália, dificilmente vai encontrar um desses invernos rigorosíssimos que te impossibilitam de sair as ruas para passear sem congelar um membro.

Claro que você não vai conseguir curtir as praias tomando sol e entrando no mar, como acontece no inverno do Brasil. Mas ajuste seu roteiro, coloque um casaco e saia para bater perna nas cidades!

Quem sabe até você não tem sorte de viajar em um dos invernos mais quentes como aconteceu em 2015? Em janeiro de 2017 uma amiga chegou a pegar 13 graus no Algarve, em Portugal. Essa temperatura para o auge do inverno está bem razoável. Ela amou a experiência mesmo no inverno!

Se você já foi para o Canadá, ou mesmo Nova York ou Washington DC no inverno, pode ter certeza que aguentará o inverno da maioria dos países da Europa ocidental. Já peguei temperaturas baixíssimas nos Estados Unidos que eu não conseguia nem sair de casa! Isso será ainda mais raro nos países do sul da Europa.

8- Paisagens diferentes e, as vezes, com neve! 

Quem nega que paisagens com neve tem um charme danado? Além de tudo, não acha interessante ver um tipo de paisagem que não temos aqui no Brasil? Acho que esse tipo de experiência é sempre válido em uma viagem, pelo menos uma ou duas vezes na vida.

Com o clima temperado do hemisfério norte, o inverno e o verão são estações bem definidas. No verão, muito calor e pouca chuva, e um inverno bem frio e úmido, com paisagens muito diferentes das que temos no nosso inverno brasileiro. A vegetação morre completamente, o dia tem menor duração, e a neve vem deixar tudo mais charmoso.

Melhores destinos para conhecer no inverno europeu

Essa lista tem dois extremos: destinos para ir no inverno da Europa mas fugir do frio, e também destinos para se jogar de cabeça e aproveitar tudo o que o inverno oferece, como neve e aurora boreal.

Para fugir do frio: toda a Andaluzia no sul da Espanha, Lisboa (podendo incluir Porto e dando até pra encarar o Algarve já que a agua é gelada mesmo no verão mas as paisagens continuam lindas), Atenas e Roma.

Para abraçar de vez o inverno: Finlândia (Rovaniemi, a cidade do papai noel, aurora boreal e aquele frio mesmo), destinos de esqui (exemplos na França e Áustria), Suíça (os trens panorâmicos, e cidades como St Morritz, Zermatt e Gstaad).

Vai lá. Se joga no inverno da Europa, sem medo de ser feliz!! ♥

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *