Comendo bem na Cidade do México : Sud 777


Atualizado em:


Conforme nós falamos nesse post aqui, nós costumamos escolher os restaurantes das nossas viagens segundo dois critérios: indicações de amigos que vivem na cidade e artigos/recomendações em revistas e blogs locais (é claro que MUITAS vezes nós vamos em lugares que não planejamos, ou que descobrimos sem querer, mas sempre temos alguma “carta na manga”).

Com o Sud 777 foi exatamente assim. Um colega de trabalho que vive no México comentou que tinha um restaurante de altíssimo nível na Cidade do México para onde ele sempre levava os executivos que visitavam o país, já que o atendimento é impecável e a comida de primeira qualidade. Quando ele falou que o restaurante ficava super afastado do centro, nós adoramos e resolvemos pesquisar. Descobrimos que o Sud777 está na lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina, e dos 5 melhores do México, segundo uma revista de gastronomia local, então tomamos a decisão de ir.

O restaurante fica mesmo super afastado do centro, em um bairro nobre cheio de mansões que não tem nenhuma estação de metrô por perto. Como ele é relativamente perto de Coyoacán (alguns km a frente), nós resolvemos almoçar lá depois de conhecer o Museu da Frida Kahlo (post aqui), e valeu super a pena pois do museu até lá foi apenas 15 min.

São três ambientes: o salão principal (dividido em área de fumantes e de não fumantes), o lounge bar no andar de baixo (estava fechado pois só abre no período da noite), e o restaurante japonês Kokeshi, que dizem ser muito bom mas nós preferimos experimentar o restaurante mesmo.

Fachada (essa foto peguei do site deles)

Fachada (essa foto peguei do site deles)

Salão principal

Salão principal

Louge bar no andar de baixo

Louge bar no andar de baixo

A ambientação é requintada e mistura moderno com clássico, poltronas de couro marrom com lustras metálicos, prateleiras de madeira com porcelanas diferentes, dentre outros detalhes. O atendimento é bom, porém muito frio, no sentido que os garçons são HIPER profissionais e atenciosos, mas eles mal dão um sorriso pro cliente.

Pra começar pedimos as croquetas de jamón com maionese de chipotle que estavam divinas (derretem na boca) e o couvert. Não somos fãs de couvert pois preferimos entradinhas, mas esse estava especial. Os pães estavam quentinhos e cada um com um detalhe em especial, como queijo cremoso no recheio, grãos de chia e gergelim, ou ervas. Valeu a pena. Tudo acompanhado de um bom vinho mexicano (nunca tinha provado antes) – Villa Montefiore.

Os pães do couvert

Os pães do couvert

Vinho Mexicano

Vinho Mexicano

Como prato principal pedimos o arroz de pato defumado com pistache e um queijo local que estava muito gostoso, mas mais parecia um risoto do que um arroz de pato mais sequinho, e o filet com pimenta rosa, uma espécie de purê de batata frito, e um creme de espinafres que estava di-vi-no!

Arroz de pato

Arroz de pato

Caña de res com pimienta rosa

Caña de res com pimienta rosa

A conta saiu por mais ou menos 1.350 pesos mexicanos para duas pessoas (R$250,00).

Fica no Boulevard de la Luz, 777 – Jardines de Pedregal. Para informações de horário e reservas veja no site deles.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *