9 dicas para perder o medo de viajar de avião


Atualizado em:


É muito irônico eu estar escrevendo esse texto. Logo eu, blogueira de viagem, tenho medo de viajar de avião. Acho que, por isso mesmo eu sou a pessoa mais indicada da equipe do Segredos de Viagem para fazê-lo.

Já assisti palestras, pesquisei e li bastante sobre o assunto. Conversei com psicólogos especialistas no assunto, e sinto na pele o que grande parte das pessoas que também tem medo de viajar de avião sentem.

… Literalmente! =P

Medo de viajar de avião: será que é só comigo?

Esses dias postei no stories do Instagram um vídeo em que, de brincadeira, eu atacava um saco de amendoim em um vôo para liberar a minha ansiedade. No texto escrevi: “blogueira de viagem com medo de avião. Essa sou eu hoje no meu 16º vôo do mês!”. Para minha surpresa, recebi muitas mensagem de outras pessoas (e outros blogueiros ainda por cima!) confidenciando que também sentem o mesmo medo.

E não é pra menos que recebi tantas mensagens. Há estudos que indicam que cerca 30% da população adulta tem medo de viajar de avião. E eu entendo o porquê.

Viajar é algo fora da nossa rotina, gera uma alta dose de adrenalina (a decolagem e o pouso são sempre uma aventura, não é?), e geralmente voamos quando algo importante está para acontecer (as esperadas férias, a viagem pra fechar um importante contrato de trabalho, lua de mel, visitar amigos, etc).

Mas, principalmente, porque perdemos a sensação de controle da nossa própria vida que nós, adultos, acreditamos que temos – quando na verdade a gente sabe que não tem controle nenhum sobre as variáveis da vida né? Covid ta aí pra provar isso mas uma vez. Mas enfim…rs.

Mas a vista é tão linda… Indonésia, em 2016

Enquanto é medo, a gente enfrenta e vai com medinho mesmo, aquela apreensão e frio na barriga. Mas muita gente tem fobia e pavor e não entra por nada em um avião. Esse já é um quadro mais grave, que deve ser tratado com um profissional, e tem até nome: Aerofobia (medo de voar). Se esse for o seu caso, procure ajuda profissional.

Para tentar melhorar o desconforto que entrar em um avião pode causar para algumas pessoas, listei 9 dicas de ouro para perder o medo de voar de avião que juntei ao longo dos anos.

1- Tenha sempre informações corretas e verificadas

Sempre que escuto alguma coisa com cara de notícia sensacionalista, dessas que só servem para aumentar nosso medo, eu vou direto pro site Aviões e Músicas para checar se a informação procede ou não.

Além de ser um site sobre o mundo da aviação, escrito por gente fera, do ramo e que entende o que está falando, muitas vezes eles desmistificam afirmações que tomamos como verdadeiras e temos como “base” para criar realidades na nossa cabeça, como foi o caso do ranking das empresas aéreas.

Mas o que mais gosto é quando eles desmentem essas notícias que distorcem a realidade para atrair leitores ou gerar medo nas pessoas, como foi o caso da manchete que hackers poderiam invadir o sistema do avião e tomar controle da aeronave através do entretenimento de bordo e até a notícia de um caso em que um hacker “de fato” invadiu. Clique nos links para ver que isso não é bem verdade.

2- Coloque seu vôo em perspectiva

Há zilhões de vôos todos os dias saindo de todos os lugares do mundo, dos cantos mais remotos aos mais populosos. Muitas vezes a gente sabe disso mas não consegue visualizar essa realidade e acha que alguma coisa vai acontecer bem com o nosso vôo.

Flighradar24

Para ter noção da quantidade de vôos no mundo, indico fortemente o site Flight Radar 24 que mostra em tempo real todos os aviões que estão voando no mundo. E pode entrar a qualquer hora do dia, é MUITO avião voando a cada minuto. Mesmo em tempos de pandemia, ainda tinha muita aeronave no céu.

Vira e mexe eu abro o aplicativo no meu celular pra ver como existem muitos vôos diariamente, e lembrar como a quantidade de acidentes e fatalidades são pequenas em relação a isso. Sei que o medo não é algo racional, mas as vezes é bom pensarmos estatitsicamente pra ver como a probabilidade é baixa.

3- Escolha assentos na frente da aeronave ou em cima da asa

Essa questão nada tem a ver com partes mais seguras para sentar em um vôo, pois as chances de sobrevivência mais tem a ver com o tipo de acidente do que com o lugar que você estava sentado. Abordo esse ponto porque, na minha opinião, esses são os assentos que menos mexem durante o vôo e durante turbulências.

Se você já tem medo, uma balançadinha que não gera perigo nenhum para o vôo, é -na sua cabeça- um sinal de alerta (muito óbvio, claro) que o piloto não está percebendo. Fique tranquilo, ele está! Rs.

Por isso, escolha assentos na frente ou em cima da asa, que são os lugares que menos balançam. Para ajudar a escolher certo, o site SeatGuru é uma mão na roda. Você dá detalhes do seu vôo e ele mostra a aeronave e as características de cada poltrona (se reclina menos, se é perto do banheiro, se fica entre duas janelinhas ou do lado de uma janela, e etc).

4- Desmistifique a turbulência

A turbulência é a parte mais crítica de um vôo para quem tem medo de viajar de avião. Aquele chacoalho todo parece que vai derrubar a aeronave, ou nos faz sentir como se estivessemos atravessando uma estrada de lama em um 4X4 no meio do pantanal matogrossense.

Mas a verdade é que turbulência faz parte de qualquer vôo, pois ela ocorre quando há alguma mudança de pressão, velocidade ou temperatura do ar, o que acontece com frequência por causa de diversos fatores. Para os pilotos a turbulência nada mais é do que algo comum, como os buracos no asfalto são para a gente quando andamos de ônibus ou carro.

No mundo da aviação, o maior problema da turbulência não é nem de longe “quebrar o avião em dois”, e sim a possibilidade de pegar algum passageiro desprevenido (lê-se sem cinto de segurança ou a caminho do banheiro) e poder machucá-lo. Mas a chance de chegar a esse ponto também é baixa.

Informação é o melhor remédio nesse caso. Procurar saber mais sobre essa “coisa” que te amedontra. Desconstruir seu “pré-conceito” com a turbulência é o começo do caminho para parar de temê-la.

Quer saber mais sobre turbulências? Leia essa entrevista com um piloto da KLM

5- Brinque com as estatísticas

  • Suas chances de ser morto em um acidente automobilístico são de uma em 5.000, enquanto que de avião a chance é de 1 em 11.000.000 (fonte). Isso significa que a parte mais perigosa da viagem de avião é o trajeto até o aeroporto. Pronto, você acabou de sobreviver à parte mais perigosa do vôo!
  • Você tem mais chances de morrer de intoxicação alimentar (uma em 3 milhões) do que em um acidente de avião.
  • Você também tem mais chances de morrer através de uma picada de cobra, sendo atingido por um raio, escaldado com água quente ou caindo da cama. Se você for canhoto, o risco de morrer usando equipamentos projetados para destros é maior do que o de morrer em um acidente de avião.
  • É maior a probabilidade de você morrer escorregando e caindo dentro do avião enquanto caminha para o banheiro, do que com o próprio avião caindo.
  • E assim vai…
sobrevoo de monomotor nos lençois maranhanses. Foto mostra as dunas e lagoas que se formam

O privilégio de sobrevoar os Lençóis Maranhenses

6- Medite e faça exercícios específicos durante o vôo

Exercícios de respiração são ótimas pedidas para aliviar a tensão antes de um vôo. Além disso, existem exercícios específicos para fazer durante o vôo que aprendi com uma psicóloga especialista em tratar essas questões. Um deles você se abraça, aperta bem apertado e solta.

É um pouco difícil explicar escrevendo, por isso convidei a psicóloga Rosana D’Orio Bohrer, que me ensinou essas técnicas, para gravar um vídeo falando sobre o tema. Aguarde!

7- Conheça os termos técnicos e o funcionamento de um avião

Por que temos que colocar os bancos para frente no pouso e na decolagem? Por que o piloto fala “Atenção, portas em automático” ou “Portas em manual”? O que é esse barulho? Será que tem alguma coisa errada com o meu vôo?

De novo: informação é o melhor remédio. Quando temos um medo, parece que nos assustamos com qualquer barulho e qualquer coisinha fora da normalidade. E o pior, parece que a gente nem quer pesquisar sobre o assunto por receio de encontrar uma notícia bombástica e assustadora.

Mas o melhor a fazer nesses casos é o oposto: perguntar e se informar. Se você nunca leu nada sobre o tal barulho específico ou sobre aquele procedimento padrão, não tenha vergonha de perguntar para os comissários de bordo. Eu mesma já fiz isso inúmeras vezes e em todas elas fui atendida e/ou tranquilizada por eles. Geralmente, eles estão preparados e sabem respeitar o seu medo e fazer o que for preciso para te deixar mais tranquila.

8- Invista em um fone de ouvido com cancelamento de ruído

dica de presente pra quem ama viajar fone de ouvido

Algo que me ajudou MUITO nos vôos foi comprar um fone de ouvido com cancelamento de ruído. Esse fone consegue anular bem o barulho característico de um avião, e já me ajudou a esquecer que eu estava voando enquanto assistia um filme por exemplo, porque a qualidade do som do filme ficava muito melhor. Também me auda a dormir melhor, e dormir é sempre um ótimo jeito de fazer o tempo passar sem que a gente perceba.

Por sinal, essa dica do fone é ótima para qualquer viajante porque melhora muito a qualidade da sua viagem no geral. Esse fone da Sony pode ser uma boa opção, ou esse fone da JBL. Mas há várias marcas e opções diferentes de valores. Veja algumas das opções aqui.

9- Olhe pela janela do avião e busque o que te traz tranquilidade

Por fim, essa é uma dica válida para uns e talvez nem tanto para outros. De todo modo, sempre faça o teste.

Para mim, olhar para fora do avião me dá uma sensação boa e me tranquiliza. Pela janela eu vejo que muitas vezes o dia está calmo e a asa está super estável mesmo quando há alguma turbulência. Também me sinto privilegiada de ver vistas que eu nunca seria capaz de ver com meus próprios olhos se eu não voasse de avião (ainda me lembro nitidamente da cordilheira dos andes vista do avião no vôo para Santiago). Se não estou muito confortável, basta fechar a janela e pronto. Isso me dá um pouco da sensação de controle que eu perco a cada vez que entro em uma aeronave.

Vale a pena testar e ver se dá certo para você também. A dica é também procurar outras táticas que possam funcionar. Quem sabe conversar com uma pessoa mais calma que você, ver um filme, ler um livro, ouvir um bom podcast, estudar, e etc.

E lembre-se: voar é o meio de transporte mais seguro do mundo

E olha que eu tive que aprender isso em um filme do super-homem!

-A aviação é uma das indústrias mais regulamentadas do mundo (senão “A” mais regulamentada).
-Os aviões comerciais passam por um controle de segurança pesado e cumprem inúmeras exigências antes de cada vôo.
-Os dados estatísticos comprovam que os engenheiros vêm aprendendo cada vez mais com os erros e estatísticas do passado, tornando cada vez mais seguro voar.

Temos hoje uma oportunidade incrível: um mundo sem fronteiras (na aviação, não é? Politicamente essa já é outra história que não vem ao caso…).

As viagens estão cada vez mais acessíveis, rápidas e seguras. Viajar hoje é muito mais barato e seguro do que era há 40 anos. Então vamos aproveitar e fazer bom uso desse privilégio que é conhecer novos lugares e partir para novas aventuras. Se jogaaaa! ♥


Lembre-se: se o seu medo é paralisante e você nunca conseguiu entrar em um avião, busque orientação profissional. 

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe comentário

  • Daltro Freire de Paiva

    Marcella, eu sofro muito com a ideia de voar, já deixei de embarcar com pavou em entrar no avião. Sei que é uma doença, o medo já virou pavor. Gostei da sua materia. Continuo resistindo e fugindo das viagens aereas……..

    • Querido Daltro, que bom que gostou da matéria e espero que ela seja um incentivo para você procurar ajuda. Tem solução, ta? As vezes vale conversar com um profissional, o que acha? Espero que resolva essa questão o mais breve possível. Enquanto isso, aproveita para conhecer os lindos lugares acessíveis de carro do nosso Brasil. =)
      Muito obrigada pelo seu comentário.
      Um grande abraço,
      Marcella

  • Me descreveu completamente, Marcella. Nunca deixei de viajar, mas é sempre desconfortável. Eu chego a me sentir mal no dia, dor no estômago e tudo, principalmente quando são viagens longas. Sem dúvida o que mais me tranquiliza é olhar pela janela e ver que “tá tudo no lugar”. Prefiro mil vezes vôos de dia por isso, consigo ver o lado de fora. O mais curioso para mim é que não tenho medo do pouso, acho que é a sensação de estar chegando que me acalma também.
    As estatísticas provam que é totalmente irracional né? Que um dia minha cabeça entenda completamente isso hahaha
    Obrigada pelo post!

    • Camilla, Obrigada por compartilhar que você também passa por isso! ficamos felizes que você tenha se identificado com o post, e adoramos a dica de olhar pela janela! 🙂

  • Sandra Santos

    Fiquei até mais tranquila ao ler o seu blogue. Obrigada pelas dicas, foram muito úteis. Bj.

    • Sandra, fiquei super feliz com o seu comentário e que o texto te ajudou a ficar mais tranquila. =)
      Obrigada a você por isso!! Beijos

  • Eu me identifiquei 100% com seu blog… com tudo o que você falou! Eu adoro viajar, viajo sempre, mas sempre é uma tortura. Eu NUNCA deixo de viajar, mas sempre fico desconfortável… turbulências são torturas. Olhar para fora me relaxa também, por isso adoro viajar de dia! haha. Uma coisa que sempre tento me convencer é: isso está na nossa cabeça, não é problema do avião, e sim dentro de nossa cabeça. O negócio é relaxar e viajar muito! obrigada pelo blog!

    • Patrícia, muito obrigada pelo seu comentário!! <3
      É exatamente isso, está tudo na nossa cabeça, mas é tão difícil entender ou conseguir mudar essa realidade né?
      Obrigada pelas suas dicas vamos que vamos que o mais importante é NUNCA deixar isso te afetar a ponto de deixar de viajar e curtir esse mundão lindo que temos.
      Apareça mais por aqui! =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.