Onde Ficar em Nova York: Dicas e Melhores Regiões


Atualizado em:


Há muitas possibilidades e é bem difícil escolher em que região se hospedar em Nova York. Em primeiro lugar, precisamos entender como ela funciona: suas cinco regiões, a divisão de Manhattan e suas ruas e avenidas.

Nova York é dividida em cinco regiões: Manhattan, Brooklyn, Queens, Bronx e Staten Island. A maioria das atrações turísticas mais conhecidas e visitadas estão em Manhattan.

Antes de começar a escrever mais, já aviso: ficar em Manhattan custa caro (bem caro se comparado a outros lugares do mundo e dos EUA), mas vale muito a pena, principalmente em viagens mais curtas. Nada melhor para sentir a vibrante Big Apple do que ficar no coração da cidade.

Streets and Avenues

A divisão de Manhattan é bem fácil. Podemos simplificar por ruas na horizontal e avenidas na vertical, todas numeradas a partir da Houston Street (mais abaixo da Houston era a parte antiga da cidade, que já existia antes de fazerem esse planejamento urbano). A recomendação geral e simplista que eu faço para os meus amigos é: tente ficar entre as ruas 1 e 65 (ou da Canal St a 65). Isso porque a maioria das atrações turísticas estão lá e você estará no lugar mais central da ilha. Para quem vai ficar mais de 3 meses, as recomendações já mudam, mas falaremos disso em um outro post sobre moradia em NY.

Downtown, Midtown e Uptown

A ilha possui várias divisões, a maior delas é a divisão em três: Downtown (parte de baixo da cidade), Midtown (parte do meio) e Uptown (parte de cima da cidade). É importante saber essas nomenclaturas porque elas são usadas para transporte público, Uber, e para se localizar no geral. Para quem visita a cidade, a melhor pedida é ficar em Downtown e Midtown.

Nova York bairro a bairro

Chegamos então a descrição das regiões que achamos mais interessantes para um turista se hospedar, citando o estilo de cada uma. Assim, você pode escolher qual combina mais com o seu ritmo, padrão e objetivo de viagem.

Quando pensamos em dividir a região por bairros, é impossível encontrar uma demarcação precisa para todos eles. Além disso, alguns bairros ganham outras regiões dentro deles mesmos, como o “Meatpacking” dentro do “West Village” ou “Nolita” dentro do “Soho”. Por isso pode ser que você encontre uma nomenclatura em algum livro e outra em algum site, por exemplo, ou até mesmo nome de hotéis que tem o nome de outras regiões sem ser a que estão localizados. Veja nessa imagem abaixo como as divisões podem ser infinitas e exaustivas. Por isso, vamos listas as principais e as mais conhecidas e que podem englobar algumas outras regiões menores.

neighborhoods-of-manhattan

Midtown

Muvuca, barulho, milhares de turistas, loucura de Nova York… tudo isso está na região de Midtown. Queridinha da maioria dos turistas do mundo por englobar a Times Square, tem vários hotéis de redes famosas e inúmeras outras opções de hospedagem também. Não é uma das minhas regiões preferidas pois vive cheio e não tem muitos lugares autênticos (tem muita coisa feita para turistas), mas, é inegável que você estará no coração de Manhattan e poderá ir facilmente para qualquer canto da cidade. Location. Location. Location.

Essa região é muitas vezes dividida em outras quatro regiões que tem perfis um pouco diferentes:
Midtown que possui as características mencionadas na descrição acima, e onde fica a Times Square. Veja hotéis em Midtown.
Midtown West, ou Hell’s Kitchen que fica na altura de Midtown, mas do lado Oeste, perto do Rio Hudson. Um região bem descolada e jovem, mas com um visual um pouco mais feio e escuro. Veja hotéis em Hell’s Kitchen.
Midtown East, região do lado leste que é um mais calma e clean, onde fica o MoMa e o Grand Central Terminal. Veja hotéis em Midtown East.
Garment District, região entre o sul da Times Square e a Penn Station/ Harald Square. Não é muito charmosa e parece estar sempre em construção, mas tem uma bela localização como trunfo. Veja hotéis em Garment District.

Clique aqui e veja diversas boas opções de hotéis em Midtown Manhattan.

Flatiron

Aqui você ainda está perto das principais atrações turísticas de Midtown, mas conseguirá respirar um pouco melhor. Essa região engloba o Madison Square Park e o Flatiron Building e, por mais que seja mais calma, fica entre dois pontos chaves e agitados da cidade: o agito de Downtown e as atrações turísticas de Midtown. Tem alguns hotéis boutique e também opções sem ser de grandes redes hoteleiras.

Clique aqui e veja opções de hotéis nessa região.

Chelsea

O Chelsea é um bairro grande do lado oeste da cidade. Começa perto da rua 14, onde está o Chelsea Market, e vai até a rua 34. Se você fica mais perto da 14, estará perto do agito do Meatpacking e terá a linha L do metrô que vai direto até Williamsburg. É uma belíssima opção para jovens que querem ter fácil acesso ao melhor da vida noturna de NYC.

Perto da 7a e 8a avenida, você terá boas opções de linhas de metrô e perceberá uma comunidade gay mais forte. Quanto mais perto do Rio Hudson, mais difícil será o transporte público e mais afastado você ficará dos pontos de interesse da ilha. Mais ao norte de Chelsea, no limite com Hell’s Kitchen, você estará praticamente em Midtown, pertinho da Penn Station.

Clique aqui e veja opções de hotéis no Chelsea.

West Village

A região mais charmosa de Nova York na minha opinião e uma das minhas preferidas por muitos motivos: os prédios são bem icônicos com os tijolinhos vermelhos e as escadas de incêndio na frente da fachada, muitas árvores, ruas “quebradas” e, claro, a sub-região de Meatpacking que é uma concentração de uns 7 quarteirões super descolados com diversos bares, galerias de arte e lojas bacanas (uma das melhores noites de NYC no momento é lá).

Clique aqui e veja aqui opções de hotéis no West Village, Meatpacking e mais opções no Chelsea. 

Greenwich Village

Região também super animada, cheia de casas de shows, bares com musicas ao vivo ou stand up comedy e vida noturna animada, principalmente porque a NYU (Universidade de Nova York) fica aqui. O entorno da Washington Square Park é uma delícia e mesmo animada, a região não vive lotada de gente como no Soho ou Midtown.

Clique aqui e veja opções de hotéis em Greenwich Village. 

East Village

Região de estudantes e cheia de vida universitária e que possui certas ruas com concentração recorde de bares na cidade, como a Saint Marks Place. Mas, em compensação, a maioria do bairro possui ruas mais calmas do que os bairros vizinhos como Soho e Lower East Side.

Por ser uma região quase sem metrô (com estações apenas nas ruas que delimitam o bairro), a locomoção pode ser bem mais difícil para turistas que tem pouco tempo na cidade e, por isso, a oferta de hotéis é menor também.  Por outro lado, é possível achar preços mais acessíveis para aluguéis de casas/ apartamentos.
Essa descrição que também se aplica para Noho (north of Houston).

Clique aqui e veja 29 opções de hotéis no East Village e Noho.

Soho

Soho é a abreviação para South of Houston, já que o bairro fica ao sul da rua de mesmo nome.

É a junção do melhor de Nova York, tem ruas bonitas e arborizadas, gente para todos os lados, ótimas lojas de marca e de novos designers e, além de tudo, concentra alguns dos melhores restaurantes da cidade. Essa descrição que também se aplica para Nolita.

Clique aqui e veja aqui opções de hotéis no Soho.

Upper West Side

Upper West é um bairro que ainda está perto da loucura de Midtown e da parte mais bacana para visitar no Central Park, mas mantém um aspecto de bairro nas ruas acima do Lincoln Center, com maior quantidade de prédios residenciais e mais calmaria nas calçadas.

Clique aqui e veja opções de hotéis no Upper West Side.

Upper East Side

Bairro famoso por concentrar algumas das propriedades mais caras de Nova Iorque. É um bairro charmoso e que fica pertinho do Central Park e da Museum Mile (trecho da quinta avenida que possui vários museus como o Metropolitan e o Guggenheim).

Clique aqui e veja hotéis no Upper East Side.

Williamsburg

Williamsburg é uma das sub-regiões do Brooklyn e, por isso, fica do outro lado do East River. Se você conseguir se hospedar perto de alguma estação do metrô você não terá tanto problema com locomoção e estará em torno dos bares mais gostosinhos de Nova York, das feirinhas e dos spots mais hipsters. A linha L do metrô passa pelo bairro e por toda a rua 14.

Clique aqui e veja opções de hotéis em Williamsburg.

Harlem

Tem mais tempo na cidade e quer economizar com hospedagem? O Harlem pode ser uma boa opção para você. Tente ficar até a 125th St. (uma das ruas principais do Harlem), que é bem servida de metrô e opções comerciais.

Clique aqui e veja opções de hospedagem no Harlem.


Vai estudar em Nova York? Então veja esse post do Turomaquia sobre hospedagem barata.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe seu comentário

  • Olá, Marcella.
    Você comentou que fevereiro faz muito frio e é ruim para as visitas durante o dia. Estou pretendendo ir em meados de fevereiro de 2018 e ficar na ilha, Midtown. Você acha que vai estar MUITO ruim mesmo para passear? Obrigado.

    • Juliano,
      Eu sempre comento o que acredito ser a melhor época para ir, mas também sou da filosofia de que a viagem em si vai ser uma experiência interessante em qualquer época do ano, desde que você saiba o que vai encontrar e se planeje para isso.
      Nova York tem inúmeras opções de museus, restaurantes, mercados, teatros e bares. Dá pra usar e abusar de todas essas coisas que ficam em lugares fechados e quentinhos. Além disso, em fevereiro as chances de nevar são altas e você pode pegar o Central Park todo branco e as ruas com um visual único.
      Eu já fui em Nova York em janeiro, antes de uma nevasca, estava bem frio. Mas nada como um bom casaco, opções de passeios indoors e bom humor. Foi ótimo!
      Não se preocupe e vá sem medo.
      Tomara que aproveite bastante!
      Beijos e obrigada pelo comentário

  • Oi, Marcela!
    Adorei suas dicas, mas ainda tenho dúvidas.
    Vou fazer um intercâmbio em Toronto, no Canadá e pretendo em um final de semana conhecer NY, sei que não dar para curtir muito mas quero tirar aquela selfie na Times Square, rs!
    Para aproveitar o máximo NY, qual melhor lugar para se hospedar? Gostei da sua descrição de Midtown pela localização mas gostaria muito de ficar em um lugar como você descreveu West Village.
    West Village fica próximos as principais pontos turísticos? Ou deixar para uma próxima visita?

    Desde já agradeço pela atenção!

    Juliana

    • Oi Juliana,
      West Village fica perto de vários pontos turísticos sim. É em Manhattan e está pertinho de várias atrações.
      Veja se consegue ficar perto do metrô que vai facilitar muito a sua vida.
      Eu adoro lá, é uma das minhas regiões preferidas! O problema é que é um pouco carinha, mas da pra encontrar coisas bacanas sim.
      E ah, fica tranquila…a minha primeira vez em NY foi igual a sua! Estava fazendo intercâmbio em Toronto e fui em um fds pra Nova York. E olha, deu pra aproveitar muito e conhecer os principais pontos (com pressa, claro, mas eu tava tão empolgada que nem liguei).
      Beijos e boa viagem! Se tiver mais dúvidas, aqui temos uma sessão inteira com todas as dicas de Nova York.

  • OLÁ MARCELA BOA TARDE!!

    PARABENS PELO POST! ACHEI UM HOTEL MUITO BOM EM BRONX. SERA UMA BOA IDEIA FICAR POR LÁ ?

    • Oi Renata,
      o Bronx fica bem longe das atrações principais de Manhattan e do Brooklyn.
      Eu particularmente só ficaria lá se o período da estada fosse bem longo (duas ou mais semanas) e o preço fosse bem atraente.
      O que provavelmente pode acontecer é que você sairá cedo do hotel, descerá para passear e ficará por lá até a noitão, pois vai ser complicado ficar indo e voltando para o hotel para um banho no meio da tarde ou antes de um jantar, por exemplo.
      Se você quer pegar balada e curtir a vida noturna, dai eu não recomendo ficar no Bronx. Quando eu estava em uptown já era bem chatinho esperar o trem passar e ele, além de demorar mais para passar, também andava mais devagar. No Bronx seria assim também e até pior.
      Desculpa não ter visto esse comentário antes, mas espero ter ajduado ainda.
      Beijos e boa viagem!!

  • Parabéns pelo empenho e dedicação.
    irei com a esposa e a filha em julho de 17 e ficaremos 15 dias.
    Dentre as regiões comentadas, como Midtown East, flatiron, chelsea e upper west side, qual entre essas seria a recomendada para um hotel ou pelo airbn?

    • Jeferson, qualquer uma terá airbnbs.
      Chelsea tem vários hotéis assim como Midtown, Upper West é mais residencial com menos ofertas de hotéis.

  • Olá Marcela vou ficar 6 Dias em New York, achei um hotel que me pareceu super bom, no bairro de Long Island City, fora da ilha. Que você acha, fica muito longe dos pontos turísticos de Manhattan??
    Obrigado

    • Paulo,
      não sei exatamente onde fica seu hotel, mas minha sugestão é que você verifique que ele esteja perto de bons pontos de metro e/ou ônibus.
      Se ficar, então será bem tranquilo transitar para Manhattan e outros pontos de interesse na cidade, e isso não será um problema pois as linhas de metrô em NY te levam a qualquer lugar! =)

  • Marcella, saio de Toronto em junho e passo quatro dias em NY. Minha idéia é usar o Airbnb para, segundo sua sugestão em Manhattan, optar por Midtown East, Flatiron, Chelsea ou Upper West Side. Volto para o Brasil dia 15/6. Outra pergunta: quanto se gasta na média atualmente com cada refeição normal? Obrigado.

    • Oi Renato,
      peço desculpas pela demora em responder.
      Um airbnb por essas regiões será uma ótima pedida.
      Em mercados gastronômicos você consegue gastar em torno de 8 dólares para um sanduíche ou uma pequena refeição, em restaurantes “normais” uma média de 15 dólares pelo prato por pessoa (20 dólares com bebidas e gorjetas) e em restaurantes chiques mais ou menos 30 pelo prato (adicione bebidas e gorjetas).
      Espero ter ajudado!
      Já viu também nossas outras dicas de NY?
      https://segredosdeviagem.com.br/nova-york/

  • Olá Marcela,

    estou acompanhando todas as dicas que você colocou e a partir delas decidi viajar em Maio. Porém em manhatam as diarias são muito caras. Sei que é o melhor local mais ficaria inviavel para mim. Qual local mas em conta você indicaria para ficar em NY? Perto das estações de metro de preferencia. Obrigada!

    • Oi Juliana,
      se você topar ficar em hostel, pode conseguir opções mais baratas de quartos compartilhados em Manhattan.
      Se não, veja no Brooklyn, sem dúvidas é o lugar mais legal e mais fácil fora da ilha para quem quer visitar a região.
      Beijos e boa viagem!

  • Olá Marcella, primeiramente parabéns pelas dicas, serão muito úteis na minha viagem. Estou planejando viajar com a família no final de abril e gostaria de saber se existem atrações para crianças de 1 e 3 anos e qual a melhor região para ficar com elas?

    • Luciano, existem atrações para todas as idades em NY sim.
      Tem vários parques, museus com áreas recreativas e para crianças (tem até o Children’s Museum), zoológico, pistas de patinação no gelo (verificar se tem os trenós com monitores empurrando as crianças).. enfim, tem coisa pra fazer sim! =)
      Mais do que a região, vale ver hotéis com boa estrutura para crianças. Os hotéis do Hilton geralmente são kids frienly, assim como o Novotel e o Hotel Beacon.
      Infelizmente esse é um tema que não conheço a fundo e sei, de cabeça, esses hotéis para te indicar.
      Midtown é uma boa opção para turistas sempre.
      Espero ter ajudado.

  • Olá!! Estamos indo agora em Junho… qual dica de bairro daria pra ficar fora da agitação mas não tão longe dos pontos turisticos?

    • Oi Karla,
      acredito que no Chelsea você pode encontrar lugares mais calmos e no Upper West Side, que não é um bairro turístico mas é bem acessível a pé e de metrô das principais atrações da cidade.
      Mas, tudo depende também da rua que você fica, pois existem determinados bairros que tem uma rua ou um cruzamento super agitado, mas a rua seguinte já é calma e mais residencial.
      Você tem algumas opções de hotéis já em mente para eu te ajudar falando um pouco da localização deles?

  • Marcella, há uns dois anos, estive em NYC por uns cinco dias e acabei me hospedando no Queens. Como estava viajando pelo país, naquela vez, deixei meu carro no hotel e percorri a cidade de metrô sem problemas. Agora, estou pensando em retornar, mas estou com dúvidas de onde ficar. Repensando a situação e lendo dicas, gostaria de entender porque não há sugestões de estadia em regiões que não sejam Manhattan. Talvez, por ser mais perigoso ou, simplesmente, pela questão de distância?

    • Oi Fernanda, tudo bem?

      Nesse nosso post realmente só colocamos Williamsburg (Brooklyn) que fica fora de Manhattan.
      Hoje eu também já colocaria Bushwick, que era uma região perigosa antigamente, mas que está gentrificando e sofrendo as consequências desse processo (uma delas é o maior fluxo de pessoas e turistas).

      Na minha opinião, se você tem pouco tempo na cidade, até uma semana, é melhor ficar em Manhattan ou nas redondezas por causa do fácil acesso as atrações turísticas. Você consegue fazer passeios a pé enquanto explora a cidade ou chegar mais rápido de metrô.
      É possível ficar em outras regiões de NYC em lugares próximos ao metrô, por exemplo. Mas, pelo fato de estar perto do metrô, os preços desses outros lugares são quase iguais aos de Manhattan… daí acho que compensa pegar na ilha mesmo.

      Se for ficar uma temporada maior, quem sabe pra passar alguns meses, as outras regiões começam a ficar interessantes por causa dos preços menores:
      -O Brooklyn no geral é uma região bem tranquila para se hospedar, com várias coisinhas pra fazer e tal, por isso muita gente opta por ficar lá.
      -O Queens é uma opção que bastante gente procura para passar longas temporadas e gastar menos. É um lugar com poucos pontos de interesse na minha opinião, e tem um território bem grande, então seria necessário estudar melhor sobre o bairro que você pretende ficar. Astoria é um bairro de brasileiros e fica pertinho da ilha.
      -O Bronx já é um pouco mais perigoso e longe (mais de 45 minutos de Midtown), não recomendaria.
      -Também não ficaria em Jersey ou Hoboken, a não ser que estivesse com muita contenção de gastos e não tivesse achado nada melhor em outro lugar (porque é longe e trabalhoso para se locomover).

      Mas sim, você está certa, os principais motivos são distância e perigo. Tentei esmiuçar um pouco mais sobre as outras regiões, espero ter ajudado! =)
      Beijos e boa viagem!

  • fernando ferreira

    Marcela, parabéns pelo site.

    Eu pretendo passar 6 dias em NYC em outubro desse ano com minha esposa. Nós gostaríamos de conhecer os principais pontos turísticos da cidade, mas numa visão mais romântica!

    Qual o melhor local para ficar, Midtown? Existe alguma opção nesta região diversa de hotéis (por ex., flat), isto é, apenas para dormir, de forma que possamos cada dia tomar café da manhã num local diferente?

    • Oi Fernando, tudo bem?
      Outubro é uma época bem gostosa para ir pra NYC.
      Você já viu as nossas dicas de NY?
      A maioria dos hotéis americanos não oferecem café da manhã incluso no valor da diária, e dai o café é cobrado a parte (se o hóspede quiser comprar, claro). Então você não precisa se preocupar com isso e pode tomar café onde quiser.
      A região entre a 34 e 48 é beeem movimentada, já entre a 48 e a 60 fica mais tranquilo e é a região mais queridinha dos brasileiros.
      Além de hotéis, você pode alugar algum quarto/casa pelo airbnb/homeaway e etc. São as opções mais comuns para quem vai para Nova York.
      Espero que tenha ajudado. Depois nos conte mais da sua viagem.
      Ah, se for reservar seu hotel em NY pelo booking.com, reserve por esse link porque ganhamos uma pequena comissõ e você não paga nada a mais por isso (e ainda nos ajuda a manter o blog). 😉
      Boa viagem!

  • Olá Marcella.
    Parabéns pelo site com dicas importantes, principalmente os roteiros em Nova York. Talvez este ano seja minha primeira viagem e aproveito para fazer algumas perguntas:
    1. Para visitar os principais pontos turísticos, é melhor se hospedar em NYC?
    2. Na baixa temporada, é possível dizer qual o melhor mês para viajar?
    3. Para quem curte mais o turismo cultural, especialmente museus, quais os melhores bairros para se hospedar? Ainda vale a sugestão de ficar em Downtown ou Midtown?

    • Olá Luiz!
      Vou tentar te ajudar, vamos lá:
      1- O melhor lugar para visitar os pontos turísticos é ficar na ilha de Manhattan mesmo.
      2- Os meses de julho e agosto são sempre muito lotados, os meses de janeiro e fevereiro são bem frios e dificultam a visitação aos pontos turísticos (pode ter nevasca e parar a cidade, pode ficar frio demais pra conseguir caminhar três quarteirões sequer, os dias são mais curtos, entre outros possíveis inconvenientes…). Por isso sugiro os meses intermediários, de meia estação. Maio, junho, setembro e outubro são ótimas opções, pois não está tão frio e nem tão cheio, e você ainda vê uma paisagem diferente de primavera ou outono.
      3- Sim, ainda Midtown. Lá estão a grande maioria dos museus e teatros da cidade.
      Existe até um pedaço da Quinta Avenida, do lado leste do Central Park, que tem o apelido de Museum Mile, pois tem vários museus uns do lado dos outros.
      Espero ter ajudado. =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.