Roteiro de 5 dias em Nova York para iniciantes


Atualizado em:


Um roteiro de viagem para Nova York pode ser montado de um milhão de maneiras diferentes. Pode ter como foco gastronomia, baladas ou arte e cultura, por exemplo. Pode ser um roteiro clássico para quem nunca visitou a cidade, ou um roteiro com opções menos óbvias, para viajantes frequentes e com mais experiências. Após escrevermos uma sugestão de roteiro para quem ainda não conhece NYC e quer passar 3 dias na cidade, hoje escrevemos uma sugestão de roteiro de 5 dias em Nova York. Confira:

Dia 1

Manhã – O melhor, na minha opinião, é já chegar com tudo e ir explorar o agito de Midtown. Entre as ruas 40 e 50 estão uma grande parte das atrações interessantes da cidade como a Times Square, o Bryant Park, Public Library, Grand Central Station e o Rockfeller Center (para quem quer subir no Top of the Rock, essa é a hora).

Almoço – já que é pra chegar com tudo, a comida tem que ser também bem americana. E nada melhor do que um bom hamburger. Nessa região que fica o famoso Burger Joint, no hotel Le Park Meridien, na rua 56. Para quem quer um local com mais opções, a oeste está uma boa pedida, o Gotham West Market, novíssimo mercado gastronômico da cidade que ainda não é tão explorado pelos turistas.

Tarde – Depois da bela caminhada pela manhã, hora de descansar e passear com calma pelo Central Park (uma dica é subir para o parque a pé pela Quinta Avenida para ver as lojas de grife e a loja em forma de cubo da Apple). Se bater uma fominha no meio da tarde ou se você já quiser comprar e guardar algo para um picnic no Central Park, nossa dica é um dos melhores cookies da cidade, na Levain Bakery na rua 74, do lado oeste do parque.

NYC_centralpark

Noite – Aproveite a noite para ver alguma peça ou musical da Broadway (veja nesse post como conseguir ingressos baratos). Como o dia foi longo, nossa dica é comer algo rápido e gostoso no final da noite e descansar para o dia seguinte.

Dia 2

Manhã –  Passeio pelo sul da ilha: desça até a pontinha da ilha e vá ao Battery Park (que tem vista para a Estátua da Liberdade), e de lá suba a pé até o memorial do 11 de setembro (quem prefere subir no One World Observatory ao invés do Top of the Rock, a hora é agora), passe pelo Charging Bull e pela Wall Street, até a City Hall (prefeitura da cidade) que fica do ladinho do começo da ponte do Brooklyn. Atravesse a ponte a pé até chegar no Brooklyn Bridge Park, que tem uma belíssima vista de Manhattan.

sul_manhattan_NYC

Almoço – pegue um metrô ou taxi até o Soho e escolha algum restaurante da região para almoçar. Aqui tem opções mais tradicionais como o Balthazar, restaurantes mais tranquilos como o Café Habana (que tem um milho maravilhoso) e o La Esquina (restaurante mexicano), e opções menos conhecidas como o The Dutch.

Tarde – depois de uma manhã intensa, hora de relaxar fazendo compras! O Soho é um bairro super gostoso, a cara de NYC e tem todas as lojas que você puder imaginar.

Noite – um lugar ótimo para conhecer a noite nova iorquina é o Meatpacking District. Uma região pequena dentro do bairro de West Village e que tem uma bela concentração de bares, baladas e restaurantes. Agora é só escolher o que faz mais o seu estilo, como o restaurante Spice Market ou Fig and Olive, o mercado Chelsea Market (aberto até as 21h), o bar Catch ou o hamburger do Spotted Pig ou o Biergarten do Hotel Standart, que tem um ambiente mais informal e com público bem jovem.

Dia 3

Manhã – Se for sábado ou domingo, vá para Williamsburg conhecer o bairro do Brooklyn. Depois (ou antes) de passear pela Bedford Ave, vá até Smorgasburg, uma feirinha gastronômica deliciosa que fica na beira do East River e tem uma vista incrível de Manhattan (durante o inverno a feira acontece em um local fechado).

Smorgasburg no verão

Smorgasburg no verão

Almoço – Você pode almoçar pela feirinha, ou escolher algum dos restaurantes em Williamsburg.
Para quem quer hamburger, o Umami Burger é uma bela pedida, principalmente se você gosta de comida com trufas!
Se você quer uma comida gostosa e Kosher, o The Gorbals é o seu lugar.
Se você faz o estilo alta gastronomia, vá ao restaurante Blanca em Buscwick (outro bairro do Brooklyn que fica perto de Williamsburg).
Se você comeu algo na feirinha e quer passar a tarde em um lugar super agradável, com boa cerveja e jazz ao vivo, não deixe de ir no Radegast Hall & Biergarten. Quem quer um dia com menos passeios e mais curtição, escolha a opção do Radegast Hall & Biergarten e fique até mais tarde. E se ficar sem pique para a noite, pode terminar comendo uma pizzinha no Roberta’s, lugar super jovem e descolado em Bushwick e que tem uma pizza deliciosa!

Tarde – Para essa tarde, você pode aproveitar para conhecer um museu da cidade. Nossa sugestão é o Metropolitan Museum, que fica praticamente dentro do Central Park, e tem sua entrada pela Quinta Avenida, em um trecho apelidado de Museum Mile (uma milha onde há vários museus). Por isso, também, se quiser aproveitar e conhecer o Guggenhein ou a Neue Gallery, por exemplo, esse é o momento.

Fachada do Metropolitan Museum

Fachada do Metropolitan Museum

Noite – Além do Meatpacking, outra noite animada é a do Lower East Side. Nesse post demos duas dicas de bares escondidos no bairro. Há muitos bares e baladas por aqui e de todos os estilos possíveis.
Para quem gosta de sair a noite, mas prefere um restaurante mais arrumado e com uma boa comida, a dica é o Beauty and Essex, que tem música e bastante gente (faça reserva) e até vira uma baladinha no segundo andar aos finais de semana.

Dia 4

Manhã – Que tal explorar Uptown, o norte da cidade? Uma região um pouco menos frequentada pelos turistas, se compararmos com Downtown e Midtown, mas que tem uma atmosfera totalmente diferente e interessante de se conhecer.  Você pode conhecer a Cathedral of Saint John the Divine (Catedral de São João, o Divino) e a Columbia University, uma das famosas universidades da Ivy League. Se você estiver na cidade durante um domingo, vale uma ida as famosas missas gospel do Harlem, e depois seguir com um brunch no Red Hooster ou no Sylvia’s.

Catedral ST. John the Divine

Catedral Saint John the Divine

Tarde – Quem não quiser almoçar em Uptown, pode aproveitar para conhecer o Plaza Food Hall, um mercado gastronômico embaixo do Plaza Hotel, e continuar a programação.
A tarde, passeio para conhecer o Lincoln Center, um complexo artístico e sede de doze companhias e onde fica a famosa escola de artes Juilliard. Depois dê uma passada  no Columbus Circle, uma rotatória super famosa em NYC e que é a porta de entrada para o Central Park. Daqui você pode seguir para o Moma, Museu de Arte Moderna.

Noite – Para essa noite deixamos a escolha mais livre e de acordo com o estilo da sua viagem.
Se for verão, você pode ver o pôr-do-sol em algum rooftop ou no Frying Pan, bar que fica em um barco ancorado nas margens do rio Hudson.
Se você quiser algo mais tranquilo e descolado, a pizzaria Roberta’s no Brooklyn é uma ótima opção.
Se você quer pizza em um ambiente mais chique, o Café Fiorello (bônus porque fica na frente do Lincoln Center) ou a Marta Pizzaria são boas pedidas.

Pizza do Roberta's.

Pizza do Roberta’s.

Se quiser jantar em algum restaurante renomado da cidade, reserve uma mesa no The Nomad, Eleven Madison Park, Daniel, Le Bernardin ou Carbone.
Quer ainda mais opções? Veja esse post aqui.

Dia 5

Manhã – Você pode tomar um café da manhã no Gansevoort Market, que tem uns iogurtes e crepes, além dos lanches e opções de comida mesmo. Aqui você já estará pertinho do agito de Meatpacking e do novíssimo Whitney Museum, que fica no comecinho do High Line Park. Você pode começar dando uma caminhada pelo High Line ou direto pelo museu.

Pelas ruas de Meatpacking, com o Whitney Museum ao fundo

Pelas ruas de Meatpacking, com o Whitney Museum ao fundo

Almoço –  Nossa sugestão é almoçar no próprio restaurante do museu, o Untitled; em algum outro restaurante da região ou no Chelsea Market, que fica logo abaixo de uma das saídas do High Line Park.

Tarde – A tarde pode ser passada explorando o West Village, um dos bairros mais antigos e icônicos de Nova York e que tem os famosos prédios de tijolinhos vermelhos, os red bricks buildings. Para os fãs de seriados de TV, o prédio que era o da fachada de Friends fica aqui em uma rua super fofa, e o prédio da Carrie Bradshaw do Sex and the City também. É aqui que moram muitos artistas e famosos. O melhor é começar caminhando pela Bleecker St., que tem várias lojas bacanas que agradam todos os tipos e estilos (a Magnólia Bakery está aqui também), e depois se aventurar entrando nas ruas mais tortuosas do bairro. Pegue um dos deliciosos cupcakes da Molly’s Cupcake e vá até o Washington Square Park.

Cupcake de Oreo no Molly's cupcake

Cupcake de Oreo no Molly’s cupcake

Noite – Último dia em NY, a sugestão é escutar um pouco de música. Pode ser algum jazz no Harlem, ou algo na região de Greenwhich Village (do lado do Washington Square Park, pra quem quiser continuar por lá), como o Groove NYC, Blue Note ou o Smalls Jazz Club.

Vai para Nova York e não sabe em qual bairro se hospedar?
Veja nossas dicas e comentários sobre as regiões que recomendamos nesse post aqui.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *