O que fazer em Recife: 5 dicas de passeios na capital de Pernambuco


Atualizado em:


Está procurando o que fazer em Recife? Pois você caiu no lugar certo. Confira abaixo 5 passeios imperdíveis pela capital e aproveite sua viagem!

Recife é uma jóia do nordeste brasileiro. O destino já é consolidado no país, mas apesar de muitas vezes acabar sendo visto apenas como rota de passagem para lugares como Fernando de Noronha e Porto de Galinhas, a capital pernambucana não fica atrás de Salvador, por exemplo, e merece atenção.

Eu já estive em Recife três vezes, em momentos muito diferentes da vida, e não consigo lembrar de um momento ruim na cidade. Para quem ainda não conhece, recomendo ficar pelo menos três dias por lá, deixando dois dias inteiros para a cidade e o terceiro para conhecer Olinda. Se você quer conhecer tudinho e ainda aproveitar a praia com calma vale programar mais um dia na cidade.

Do outro lado do rio, que está em primeiro plano, vê-se construções históricas em Recife, e um barco atracado.

Vista do Rio Capibaribe e do Marco Zero de Recife.

Quando ir para Recife?

Como é típico do nordeste, Recife faz calor o ano todo, então se você tem intenção de pegar praia, não há tempo ruim. Os meses de dezembro e janeiro costumam ser mais cheios e com passagens mais caras e em julho e agosto as chuvas podem atrapalhar um pouco a viagem. Se você tiver flexibilidade, o ideal é ir em meses intermediários, como março e setembro, por exemplo.

Carnaval

Para quem quer conhecer o carnaval de  Recife/Olinda, um dos mais famosos do mundo, a dica é se planejar, porque decidir de última hora certamente vai significar pagar preços altíssimos em vôos e hospedagem.

Nas ruas de Olinda, estão destacados 4 bonecos: o de Jô Soares, Tim Maia, Neymar e Mussum.

Os famosos bonecões de Olinda aparecem pelas ruas durante o tradicional Carnaval.

Praia em Recife?

Na capital, a praia não é a principal atração. Ainda que valha a visita, ela perde muito quando comparada a outros paraísos no mesmo estado (ah, lembre-se de evitar o banho de mar na praia de Boa Viagem por conta dos tubarões). Recife chama mais a atenção pelos museus e a cultura local, que é muito forte.

O que fazer em Recife? A lista definitiva e prática!

Sanadas algumas dúvidas básicas que sempre surgem quando se está planejando uma viagem para Recife, vamos ao ponto principal desse texto. Confira as principais atrações de Recife:

1- Marco Zero, Parque das Esculturas e Recife Antigo

O Marco Zero de Recife é o centro do turismo na cidade. A praça que marca o local onde nasceu a cidade fica no Recife Antigo, o centro histórico da cidade. Você pode gastar pelo menos meio dia caminhando pela região, onde você vai passar por alguns dos principais pontos turísticos da cidade. É aqui que estão a Igreja Matriz da Madre de Deus, a Torre Malakoff, o shopping Paço Alfândega e a Faculdade de Direito do Recife (da UFPE), por exemplo.

Nas imediações do Marco Zero, em frente ao rio Capibaribe, o porto foi modernizado e agora conta com diversas opções de bares e restaurantes, no estilo do Puerto Madero, em Buenos Aires – mas não tão caro.

Também logo em frente ao Marco Zero está o Parque das Esculturas Francisco Brennand, que pode ser observado de longe ou, se preferir, você pode pegar um barquinho e ir até lá para ver de perto as obras do artista pernambucano.

2- Cais do Sertão e Paço do Frevo

Também localizados na região do Recife Antigo, esses dois museus são indispensáveis para quem visita a cidade. Com produções impecáveis, os dois lugares apresentam aspectos muito interessantes da cultura e das tradições nordestinas, com muitos recursos multimídia e algumas opções interativas que atraem crianças e adultos.

Pessoas caminham dentro de museu que tem 3 janelas grandes com uma decoração vermelha em cima.

O Paço do Frevo é uma das atrações mais interessantes do Recife Antigo.

Fique atento: o Cais do Sertão é gratuito às terças-feiras, fecha às segundas e nos finais de semana só funciona durante a tarde. O Paço do Frevo não oferece um dia grátis e tem horários de funcionamento muito similares.

Recomendo esta excursão com guia turístico profissional que vai te contar sobre a história e cultura da cidade. Nela você vai passar pelo Cais do Sertão e pelo Paço do Frevo, além do Centro de Artesanato de Pernambuco. Importante lembrar que os valores dos ingressos não estão inclusos no passeio guiado!

3- Oficina Brennand e Instituto Ricardo Brennand

Se você dedicou um dia da sua estadia ao Recife Antigo, recomendo dedicar o segundo dia aos primos Francisco e Ricardo Brennand, que tem a Oficina Brennand e o Instituto Brennand, respectivamente.

Francisco Brennand é um artista plástico conhecido pelo seu trabalho como ceramista. Sua Oficina de Cerâmica Francisco Brennand possui um museu e um ateliê em um enorme complexo que vale muito a visita. Já falamos mais sobre o passeio à Oficina Brennand nesse post aqui.

Ricardo, por sua vez, é um colecionador e fundador do Instituto Ricardo Brennand. A propriedade reúne uma infinidade de obras de arte e objetos como armaduras e facas, por exemplo, em um castelo cercado por uma área verde de tirar o fôlego.

A estrutura do Instituto Ricardo Brennand é impressionantes e já vale a visita.

Os dois passeios ficam próximos um do outro, na zona norte de Recife, no bairro da Várzea. Nesse post do Viaje na Viagem, há dicas de como visitar os estabelecimentos dos dois primos em um mesmo dia, e ainda incluir a Fundação Gilberto Freyre no mesmo passeio.

4- Mercado São José e Casa de Cultura de Pernambuco

Eu, pessoalmente, adoro visitar mercados, mas se você prefere os gourmetizados, talvez seja melhor pular o Mercado São José. Isso porque ele é um mercado bem tradicional, cheio de boxes vendendo souvenirs, claro, mas também repleto de alimentos dos mais comuns aos mais típicos da culinária local. No melhor estilo mercadão com aquela bagunça gostosa. Antes de ir, vale saber quais são as comidas e bebidas típicas de Pernambuco para aproveitar melhor.

Já a Casa de Cultura de Pernambuco tem uma proposta parecida e bem diferente ao mesmo tempo. É um centro de comércio de artesanatos que fica em um edifício que era uma casa de detenção no passado. O local está bem conservado e as celas foram mantidas (algumas para visitação e outras viraram lojinhas). Lá dentro, há algumas bancas vendendo artesanato local, box com as tradicionais rendeiras, e outros com as mais variadas lembrancinhas típicas (não deixe o bolo de rolo de fora).

Enquanto o Mercado São José oferece um experiência bem local e “raíz”, a Casa de Cultura é mais arrumadinha e ligeiramente mais turística. Ambos são passeios deliciosos, então você pode escolher um só ou visitar os dois e tirar suas próprias conclusões.

5- Olinda

De um lugar alto, se vê o céu e o mar ao fundo e, em primeiro plano, casas com telhados vermelho/amarronzado entre copas de árvores verdes.

A vista do Alto da Sé em Olinda

Por último, mas não menos importante: Olinda. A cidadezinha conhecida por seu tradicional carnaval não deve ser esquecida nas outras épocas do ano. Tombada como Patrimônio Cultural Mundial, Olinda está a apenas 7km de Recife, e por isso costuma ser incluída nos roteiros de quem visita Recife. É possível chegar a Olinda facilmente de carro, taxi ou ônibus. Este passeio para Olinda sai de Recife e ainda passa pelo Instituto Ricardo Brennand citado acima.

Em Olinda a dica é ir até o Alto da Sé, no centro histórico da cidade, e se perder pelas ladeiras rodeadas por casinhas coloridas super charmosas. De lá do alto a vista é de tirar o fôlego. E para quem vai fora do carnaval vale também dar uma passada na Casa dos Bonecos Gigantes de Olinda e conhecer um pouco dessa tradição tão característica.

Prepare-se para cansar nas ladeiras de Olinda.

Se bater uma fominha, o restaurante Oficina do Sabor é uma indicação certeira. O mais tradicional da cidade, já ganhou vários prêmios e compensa a parada. Uma outra boa opção é o restaurante Beijupirá, que é excelente e também tem unidades em Porto de Galinhas, Carneiros, Noronha e na Reserva do Paiva.

This post is also available in: Inglês

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *