Praias de Ilhabela: as melhores praias do norte e do sul (e do leste!)


Atualizado em:


Se o Litoral Norte paulista é um dos melhores recantos de praia do Brasil, Ilhabela é portadora dos visuais mais estonteantes da região. Portanto, é local obrigatório para quem busca aquela faixa de areia incrível, águas cristalinas e mirantes matadores. Nesse post mostraremos as melhores praias de Ilhabela para você aproveitar na sua próxima viagem.

Ilhabela é daqueles locais belos e bem preservados: 83% de seu território é protegido pelo Parque Estadual de Ilhabela e é lá que está maior reserva de Mata Atlântica do Brasil (e, portanto, do planeta). São ao todo 42 praias em Ilhabela, uma mais linda que a outra.

Como se não bastasse, Ilhabela é conhecida pelos seus ótimos pontos de mergulho e pela excelente estrutura voltada aos veleiros. Não à toa, a cidade é reconhecida como “Capital Nacional da Vela”, sediando inclusive um evento internacional, em julho.

A ilha está localizada em frente a São Sebastião e está separado deste por um canal de 2,4 quilômetros. É preciso pegar uma balsa para chegar lá. Explicamos como chegar em Ilhabela e um truque para evitar a fila da balsa nesse post.

Ilhabela

Ilhabela: que bela Ilha! Rs… não podia perder essa!

Agora que você já se animou a conhecer esse incrível local, conheça um pouco mais do que essa incrível ilha tem a oferecer. Confira as informações mais importante sobre as praias de Ilhabela: quais são as mais calmas, qual é boa para surfar, quais são mais agitadas e, claro, como acessar aquelas mais distantes e isoladas. Separe o protetor solar e vem com a gente!

Como chegar às praias de Ilhabela

A forma mais comum de localizar geograficamente as praias são separando-as entre Norte e Sul, tendo como referência o porto da cidade, por onde chegam as balsas e barcos vindo de São Sebastião. Essas estão todas de frente para o continente.

Quando se chega em Ilhabela vindo da balsa de São Sebastião, há duas opções: virar à direita e ir para o sul da ilha, ou seguir à esquerda para o norte. Ambos os lados possuem diversas praias e cada uma tem a sua beleza, então é dificil definir uma ou outra melhor, pois cada uma tem sua característica.

De carro, basta seguir pela rodovia SP-131, que corta a ilha verticalmente e dá acesso a todas elas. Algumas estão de frente para a rodovia: basta estacionar o carro, atravessar a calçada e – voilá – já está com o pé na areia. Outras estão um pouco mais escondidas, mas é só percorrer alguns metros de trilhas e você já chega até elas.

Essas praias que estão de frente para o continente são excelentes, mas algumas das mais incríveis estão justamente do outro lado, a leste. O acesso a elas, no entanto, é um pouco mais complicado: ou se chega por barco, contornando a ilha, ou terá de percorrer estradas de terra, que não são lá muito amigáveis para carros sem tração 4×4.

Por isso vamos separar o post em:

-Praias do Norte
-Praias do Sul
-Mar aberto: as praias do Leste

Praias do Norte

Agora que você já sabe como chegar a Ilhabela e como transitar por lá, confira as principais praias. Vamos começar pelas do Norte, mais próximas do centro antigo de Ilhabela e um pouco mais movimentadas:

-Perequê

Praia do Pereque em Ilhabela

Esta é uma praia localizada na região central de Ilhabela, a apenas 3 quilômetros ao norte da Balsa. Ela é mais urbanizada, com diversos quiosques de frente para o mar, muito próxima do centrinho e suas lojas e restaurantes. A infraestrutura da região é boa e você vai poder encontrar ainda agências de turismos e lojas para alugar equipamentos esportivos.

Por estar na região central, a movimentação é constante. Para quem estiver a fim de badalar um pouco, a opção é certeira. É uma bela região para passear e o acesso é facilitado pela ciclovia e pela pista para pedestres. Ou seja: se você não estiver a fim de dirigir, a mobilidade por ali é facilitada.

A faixa de areia não é tão larga e as ondas por ali são quase inexistentes, mas os coqueiros garantem o clima para quem deseja curtir, mas também relaxar um pouquinho. A praia do Perequê tem várias boas opções de hospedagem, como a Pousada Vila das Velas, Pousada Villa Caiçara, Recanto das Tiribas e o Kalango Hotel Boutique.

-Engenho D’água

A praia está localizada a 5,5 quilômetros ao norte da balsa e tem esse nome em alusão à Fazenda do Engenho d’Água, que funcionou ali pelo século 18 e se destacou como grande produtora de café, açúcar e aguardente. O local foi tombado como Patrimônio Histórico em 1945 e hoje é um parque municipal. A Casa Grande é ampla, belíssima e mantém características originais.

Quanto à praia, é um recanto de esportistas. Devido aos bons ventos, o local atrai os praticantes de esportes a vela. Ondas, no entanto, não são o forte por aqui. A grande pedida é ir até o píer para dar um mergulho, pescar ou apenas curtir o visual.

O local é tranquilo para estacionar e é facilmente acessível de bicicleta, já que a ciclovia também passa por ali. A estrutura é razoável: há banheiros e ducha, além de quiosque com bar e restaurantes.

-Praias do Viana e Siriúba

A Praia do Viana está a 9 quilômetros da balsa e a meio caminho da praia do Jabaquara, a mais distante da região norte. Esta é daquelas praias perfeitas para famílias com crianças, já que não há ondas nem correntezas por aqui.

Embora esteja mais afastada do centrinho, a região possui boa infraestrutura para os turistas, com restaurantes e hotéis. Ao contrário da Perequê, a Praia do Viana é bem sossegada, além de pequena.

Quem deseja uma praia mais longa, mas igualmente tranquila, pode percorrer mais alguns metros ao norte e ir até Siriúba. O local é ponto de vista para tartarugas e até golfinhos, que adoram dar o ar da graça por ali. Quem não os encontrar, pode se contentar com os coloridos e simpáticos peixinhos que transitam por ali.

-Pedra do Sino

A Praia de Garapocaia, também conhecida como Praia do Sino, está a 11 quilômetros da Balsa. Atrai famílias com crianças devido às águas calminhas e os coqueiros que garantem a sombra em dias de sol forte.

A infraestrutura é boa, com quiosques que oferecem mesas e cadeiras em frente ao mar. Também nesses lugares é possível alugar pranchas de Stand Up e caiaques. Como essa região não tem ondas fortes, o passeio por ali é ideal.

O nome Praia do Sino vem da Pedra do Sino, que por sua vez passou a ser chamada assim porque ao se bater nela com outra pedra ela emite um som bem parecido com o de um sino. Devido a este fato, muitas pessoas vão ao local para conferir a sua veracidade. E não é raro encontrar filas de curiosos.

-Armação

Seguindo mais ao norte, chegamos à Praia da Armação, distante 12 quilômetros da Balsa. É a última das praias ao norte cujo acesso é por estrada asfaltada. A exemplo das citadas anteriormente, não tem muitas ondas, o mar é calmo, mas há bons ventos, que torna o local aprazível para a prática de windsurfe, kitesurfe e passeios com veleiros de todo tipo. Inclusive há por ali uma escola de esportes náuticos.

A Armação é uma praia singular em Ilhabela, porque concilia um clima de praia selvagem com uma boa infraestrutura. De um lado, vemos muitos bares, restaurantes e até mercados nos arredores. Há ainda quiosques para o aluguel de pranchas de Stand Up e caiaques. Mas nem toda essa infra é capaz de desmanchar a vibe roots do local, enriquecida por cenas prosaicas como balanços feitos com pneus usados ou a simpática igrejinha erguida de frente para o mar.

Apesar da boa infraestrutura, as opções de hospedagem são um pouco mais escassas. A Pousada Armação dos Ventos é a opção mais óbvia.

-Jabaquara

Praia em Ilhabela: Jabaquara

Essa praia fica no extremo norte de Ilhabela, tão ao norte que já não tem vista direta para o continente. Ela está a 20 km da balsa e a cerca de 8 quilômetros da praia de Armação, sendo que este último trecho é feito em estrada de terra. Se você for de carro, separe uma boa grana para o estacionamento: Ao final da estrada, você terá de pagar cerca de R$ 30 antes de estacionar e caminhar por uma pequena trilha até chegar ao mar.

Devido à sua posição geográfica, a Praia do Jabaquara possui um pouco mais de ondas que as anteriores. Mesmo assim, não é lugar para surfistas. O local é paradisíaco e a bela faixa de areia é enfeitada por dois pequenos rios que passam ali. Um deles, aliás, forma uma pequena lagoa cercada por pedras. Um belíssimo cenário.

A infraestrutura é razoável, com alguns bares e restaurantes, banheiros e ducha de água doce. No entanto, não há opções de hospedagem por ali. O sossego da região é interrompido apenas quando chegam à praia alguns barcos fretados por agências que trazem turistas de outros pontos.

-Bônus: Praia do Pacuíba

Você achou as praias do Norte de Ilhabela muito movimentadas? Mesmo a praia do Jabaquara tinha muita gente? Seus problemas acabaram! Vamos deixar aqui uma opção de praia pequena, mais isolada e com pouca gente dividindo os espaços: a praia da Pacuíba.

Esta praia fica entre Armação e Jabaquara. Ela está 5 quilômetros de distância da primeira. Ou seja: você terá de percorrer esse trecho em estrada de terra. A distância para a Balsa é de 16 quilômetros.

A Pacuíba é pouco frequentada por estar fora do eixo turístico mais óbvio para quem vai de carro e também não está no roteiro de barcos e escunas, como a Praia do Jabaquara, por exemplo. Aliás, fique atento para não perder a pequena placa que indica a localização da praia: você terá de deixar o carro na estrada e pegar o acesso à trilha.

Chegando lá, você vai se deparar não apenas com areia e mar, mas com pedras, árvores e um pequeno trecho gramado para você relaxar bastante. Como se trata de uma praia mais tranquila, não há infraestrutura no local, você terá de providenciar os comes e bebes antes de chegar até lá. Se você gostou tanto da praia que quer pernoitar ali por perto, há uma única opçõa: a Casa Vermelha Guest House, a cerca de 1 quilômetro de distância da estrada.

Praias de Ilhabela – lado sul 

As praias ao Sul de Ilhabela são um pouco mais afastadas do centro e, por isso, mais tranquilas, pero no mucho. Em algumas delas é um pouco mais difícil de estacionar e são acessíveis por pequenas trilhas.

-Praia da Ilha das Cabras

praia em ilhabela: Ilha das Cabras

Mesmo perto do porto, olha que linda!

Essa é a praia mais próxima da Balsa, distante apenas 2 quilômetros ao sul. A praia fica em frente à pequena Ilha das Cabras e este trecho de mar é um recanto perfeito para snorkeling ou mergulho com cilindro. Por ali há algumas escolas de mergulho e o local é frequentemente usado como “batismo” de novos formandos.

A região é repleta de peixes e outros animais e em 1992 foi transformada em Santuário Ecológico Marinho, tornando-se área de preservação.

Para quem não está a fim de mergulhos muito profundos, a ilha é um bom recanto. Possui vários quiosques e restaurantes, com aluguel de guarda-sóis. A água é bem transparente e o mar muito calmo.

Há poucas vagas para estacionamento. Em compensação, há boas opções de hospedagem, como o Colonial Hotel, o Barra do Piuva Porto Hotel, o Hotel Boutique Ananas e a Casas do Mar.

-Praia da Feiticeira

Praia paradisíaca em Ilhabela

Praia da Feiticeira: praia lindíssima em Ilhabela

Localizada a cerca de 5 quilômetros da Balsa, a Feiticeira é a primeira do principal circuito de praias da parte sul de Ilhabela. É um reduto para quem busca sossego sem ficar muito longe do centrinho. O fluxo de pessoas é menor em relação às praias mais próximas.

A Praia da Feiticeira não tem muita infraestrutura. O mar é bem tranquilo neste trecho: quase sem ondas, é um lugar ótimo para passeios de Stand Up. Para não quer muito exercício, vale dar um pulo às pedras nas extremidades da praia, que oferecem um belo visual. Não há muitas árvores, então em dias de sol forte é bom se precaver.

Para chegar à praia, é preciso estacionar o carro junto à estrada e pegar uma pequena e bonita trilha até a faixa de areia. A região conta com muitas e excelentes opções de hospedagem. Entre elas estão o Ilhabela Homestay, Feiticeira Guesthouse e La Gloria Beach.

-Praia do Julião

praia do Julião em Ilhabela

Praia do Julião. Foto: Paulo Stefani

A 6 quilômetros da Balsa e logo depois da Feiticeira está a praia do Julião, que é seu oposto. Esta é uma praia muito mais movimentada e atrai um público variado: famílias com crianças, jovens casais e solteiros a fim de paquerar. Toda essa fauna vem em busca da boa infraestrutura: há muitos bares e restaurantes, que fornecem mesas, cadeirinhas e guarda-sóis.

Há ainda quiosques que alugam caiaques e pranchas de Stand Up. E como o mar é cristalino e límpido, o passeio é sempre delicioso

Para quem prefere ficar na areia, os mergulhos são tranquilos. Em alguns pontos há pedras que formam pequenas piscinas e ajudam a manter a privacidade em dias mais movimentados. Ao contrário da Praia da Feiticeira, aqui há muitas árvores e as sombras estão garantidas. O grande momento é o final da tarde: o por do sol por aqui é um dos mais belos da ilha.

Assim como na Feiticeira, é preciso deixar o carro à beira da estrada e percorrer uma pequena trilha, pequena e agradável. Para quem adorou a região e pretende ficar por ali mesmo, há diversas opções de hospedagem, como a Pousada Villa Da Prainha e a Pousada Ilhote da Prainha, além do Guaimbê Exclusive Suítes.

-Praia Grande

Esta é a última praia do circuito principal de praias do Sul e a partir daqui as faixas de areia estarão mais espaçadas. Localizada a 6,3 quilômetros da Balsa, é uma praia bem movimentada e com boa infraestrutura, especialmente para famílias. Ao contrário das já citadas, fica de frente para a estrada, portanto é possível estacionar em frente sem precisar percorrer trilhas. E há um bom número de vagas.

De quebra, há vários quiosques com bares e restaurantes que servem petiscos e lanches. Há playground para a criançada e campo de futebol e quadras para quem quiser praticar algum esporte além de nadar e curtir a praia. O píer ao final do trecho de areia atrai os pescadores.

Entre as opções de hospedagem estão a Pousada da Costa, Pousada Lacosta e Mirante da Praia Grande.

-Praia do Curral

Praia do Curral em Ilhabela

Essa é o point para quem procura agito e badalação. A Praia do Curral, talvez a mais charmosa de toda a ilha, está a 7,5 quilômetros da Balsa e é uma das que mais atraem os jovens. Os bares e restaurantes estão sempre tocando música para atrair este público.

A oferta de serviços por ali, aliás, é vasta. Além dos quiosques para comer, há aluguel de caiaques e pranchas e ainda passeios de barco. Banheiros e duchas de água doce também são fornecidos para os visitantes.

Para quem só deseja curtir a praia, o local é excelente, com mar tranquilo e uma faixa de areia ampla. Há pontos de sombra, garantidos pelas árvores frondosas. E no canto esquerdo está a Capela de Santa Cruz, que pode ser acessada por uma escadaria e que garante um excelente mirante, especialmente para contemplar o por do sol.

Uma das hospedagens mais chiques de Ilhabela está aqui: a unidade do DPNY oferece diversos serviços na praia a seus hóspedes. Outras boas opções são as pousadas Praia do Curral e Mareilha.

-Praia do Veloso

Distante 9 quilômetros da Balsa, a Praia do Veloso é a última praia da região sul com acesso por carro. Como está mais afastada da região central, é também uma das mais tranquilas. E é deliciosa, com suas árvores garantindo sombra nos dias mais quentes e rochas que formam pequenas piscinas naturais.

O acesso à praia é bem simples, pois ela está localizada junto à rodovia. No entanto não há muitos locais para estacionar o carro, portanto fique atento. A infraestrutura do local é fraca: o ideal é você vir já preparado com os comes e bebes ou buscar algum restaurante em locais mais distantes.

Uma opção de passeio interessante nas proximidades é a cachoeira do Veloso, acessível por trilha no outro lado da estrada. Para quem busca mais agitação, vale fazer mergulho na região: os praticantes avançados podem inclusive conhecer os destroços do navio Aymoré, que naufragou há 100 anos e pode ser visto em mergulhos de 5 metros de profundidade.

-Bônus: piscina natural

Por alguns anos, esse foi o segredo mais bem guardado de Ilhabela. Com o tempo, surgiu o burburinho sobre a “Piscina Natural Secreta”, que obviamente deixou de ser tãããão secreta assim. Mesmo assim, é um lugar não muito conhecido pelo público em geral. E é um passeio bacana para quem curte uma aventura diferente.

A piscina está a 13 quilômetros ao sul da balsa. O caminho ainda é todo pavimentado até chegar à trilha que leva ao mar. Para encontrar o caminho, é só colocar no seu aplicativo de GPS o endereço “Av. Governador Mário Covas Júnior, 12300”. Chegando lá você vai encontrar à direita uma pequena placa apontando para a entrada desta trilha. Ali do lado há um estacionamento, a R$ 15.

A trilha passa pelo interior de um condomínio, mas o acesso é liberado. Após passar por uma rua de calçamento e um trecho de mato alto, você chega às pedras. Fique atento nesta trilha: o ideal é ir de tênis e tomar cuidado ao chegar no trecho de pedras. Outro cuidado que você precisa tomar é com a maré: no início da tarde a água chega no nível ideal para o banho, mas se o mar começar a ficar revolto não é recomendável ficar muito tempo por lá.

Como é um lugar “secreto”, não há infraestrutura alguma. Por isso vá preparado com os lanches, repelentes e tudo mais o que precisar para passar momentos incríveis.

Praias do leste ou do mar aberto

Depois de listar as praias que estão de frente para o continente, chegou a hora de apontar as praias mais legais do lado leste da ilha, que dão para o mar aberto. Não há estrada pavimentada para se chegar a elas: algumas são acessíveis apenas por barco. Outras podem ser alcançadas por trilhas ou estradas que exigem carros com tração 4×4. Em compensação são ótimas para fugir do burburinho.

-Praia de Castelhanos

Praia azul em Ilhabela

Praia do Castelhanos em Ilhabela. Um paraíso!

Finalmente uma praia com ondas! Se você se entediou um pouco com as águas tranquilas no norte no sul da ilha, aqui a coisa é um pouco diferente. Castelhanos permite inclusive a prática do surfe, ao contrário do que ocorre do outro lado. Para chegar lá, você vai ter de encarar uma viagem de hora e meia em carro 4×4 próprio ou alugado. Ou então optar pelos barcos das agências de turismo, que passam em outras praias.

Castelhanos possui uma longa faixa de areia – cerca de 1,5 quilômetro de extensão e é cercada por uma natureza intocada e exuberante. Apesar de seu isolamento, há uma infraestrutura mais do que razoável em um pequeno trecho, com quiosques, banheiros e até mesas e cadeiras. Mas não se preocupe, você conseguirá sossego por lá. Se ainda assim você achar que está rolando alguma muvuca, pegue as trilhas que levam às praias Mansa e Vermelha.

Outra boa dica é seguir até a extremidade direita e acessar o mirante: lá você poderá contemplar toda a praia de Castelhanos do alto. Você vai se encantar com o formato de coração!  É possível se hospedar na região, mas as opções são parcas: na maioria dos casos são campings. A exceção é o Chalé Comfort Praia de Castelhanos, com simpáticos bangalozinhos de madeira.

-Praia do Bonete

Praia do Bonete

A praia do Bonete: selvagem e intocada

Sempre citada em listas especializadas como uma das praias mais bonitas do país, Bonete é mesmo surpreendente. Localizada a mais de 30 quilômetros do centro de Ilhabela, a melhor forma de acessá-la é mesmo por barco. A outra opção é para os fortes: depois de percorrer 21 quilômetros de carro (2,2 quilômetros em estrada de terra) da Balsa até a Ponta de Sepituba,

é preciso vencer uma trilha de 12 quilômetros dentro do Parque Estadual, que leva cerca de 5 horas para ser percorrida. É um trampo, mas vale a pena, porque o caminho em meio à mata é muito bonito.

A praia, então, nem se fala. Cercada por montanhas cobertas de mata nativa, possui uma faixa de areia com 800 metros de extensão e ainda é cortada por um pequeno rio. Nos arredores há alguns mirantes, de onde é possível ter uma vista panorâmica da região. É possível ainda pegar uma pequena trilha de cerca de uma hora até a Praia de Anchovas.

A infraestrutura é bem simples, mas é o suficiente para evitar perrengues. Ali vive uma comunidade de pescadores, que oferece restaurantes e algumas opções de hospedagem, como as pousadas da Rosa e Canto Bravo. A exemplo de Castelhanos, a praia também tem boas ondas, inclusive para os surfistas.

-Bônus: Praia da Figueira

Se as praias do lado leste se destacam pelo isolamento, esta está um nível acima das demais. A Praia da Figueira é um recanto ainda mais afastado. Para se chegar até lá, é preciso alugar um barco ou então encarar uma trilha de duas horas a partir da praia de Castelhanos.

A vista compensa todo o esforço. A praia tem cerca de 250 metros de extensão, com águas límpidas e calminhas (aqui não rola surfe). Há apenas duas construções no lado esquerdo, mais nada. Não há infraestrutura alguma e por isso o negócio é chegar prevenido.

Um restaurante no norte e outro no sul

Quando se chega em Ilhabela vindo da balsa de São Sebastião, há duas opções: virar à direita e ir para o sul da ilha, ou seguir à esquerda para o norte. Ambos os lados possuem diversas praias e cada uma tem a sua beleza, então é dificil definir uma ou outra melhor, pois cada uma tem sua característica. No entanto, gostaríamos de destacar uma opção em cada direção.

Restaurante Viana, no norte

A dica é a Praia do Viana. O Viana é um restaurante tradicional da ilha, que serve petiscos e vários pratos de frutos do mar. Ele fica de frente pra uma praia (Praia do Viana) e você tem a opção de sentar na areia (espreguiçadeira, mesas e serviço de praia), no deck de frente ao mar, ou no restaurante atravessando a rua. A praia é calma e bem pequena, então se quer um lugar tranquilo, pra tomar umas caipirinhas ou cervejas, e comer a imperdível casquinha de camarão, esse é o lugar.

foto

Foto da casquinha de camarão do nosso insta!

foto-1

Restaurante Dedo de Moça, no sul

Restaurante Dedo de moça na Praia do Curral. Esta praia é uma das maiores e mais movimentadas, e conta com várias opções de restaurantes. Procurando um menos “barraca de praia”, encontramos o Dedo de Moça, que também oferece serviço de praia além do restaurante. Nos dias mais movimentados, tem musica ao vivo pra animar a praia. Para comer, pratos grandes para dividir, e para beber, ótimas caipirinhas. Mas o destaque mesmo fica pra vista do restaurante pra praia, que na nossa opinião é privilegiada.

foto-3

foto-4

Olha essa vista!!

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

  • Olá! Gostaria de sugestão de praia e pousada para família. Tenho uma criancinha de 1 ano e pretendemos viajar em Dezembro à Ilhabela.

    • Ola Kelynha, sugiro que você dê uma procurada no booking, pois nós ficamos no DPNY, que não é muito recomendado pra crianças. Dá uma olhada aqui nesse link e, se preferir, filtre por “avaliação dos hóspedes”>”familias com filhos mais novos” .
      Espero ter ajudado!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese