Onde comer no centro de São Paulo? Guia de restaurantes e bares


Atualizado em:


Em uma cidade como São Paulo as opções de lugares para comer são quase infinitas. Entre restaurantes, bares e cafés, você pode encontrar por aqui culinária de todos os lugares do Brasil e do mundo.  Há ainda possibilidades para todos os gostos e bolsos.Em meio a tudo isso, você pode então estar se perguntando onde comer.

Para tentar te ajudar a escolher onde ir, separamos aqui alguns estabelecimentos no Centro da cidade. Escolher onde comer pode ser uma tarefa árdua, então vamos aos poucos. Neste texto, você encontra alguns dos nossos favoritos na região, organizados entre restaurantes, bares e cafés e com preços variados.

Onde comer no centro de São Paulo? Os melhores restaurantes e lanchonetes

Como todo centro de cidade, o de São Paulo é repleto de restaurantes onde se pode comer bons pratos feitos. Eu, uma grande fã da modalidade, já frequentei alguns que não deixam nada a desejar a muitos lugares mais caros por aí.

Ao mesmo tempo, se engana quem acha que não é possível comer uma refeição refinada nesta região. O centro também é cheio de lugares para comer bons pratos que vão muito além dos PFs. Veja aqui os nossos escolhidos, dos mais simples aos mais chiques:

Leiteria Ita

Já começamos a lista com um segredinho paulistano. O Ita, localizado na Rua do Boticário, 31, é um restaurante super simples que serve pratos feitos deliciosos. Ele é frequentado principalmente por quem trabalha na região e quer comer rápido e bem. Portanto, não é uma boa opção se você estiver a fim de um almoço tranquilo e demorado. O Ita é pequeno e a única opção é se sentar no balcão. Mas não se assuste pela simplicidade, a comida é realmente deliciosa. Ele abre de segunda a sábado, das 11h30 às 18h.

Bar e Lanches Estadão

Apesar do nome, o Estadão é também um restaurante. O estabelecimento mega tradicional do Centro de São Paulo fica aberto 24h no Viaduto Nove de Julho, 193. Ele é mais famoso pelo sanduíche de pernil, um must no cardápio, mas serve também pratos feitos que não ficam atrás. Apesar da fama poder indicar outra coisa, comer por ali é realmente uma experiência bem paulistana.

Ponto Chic

Outro ponto de referência na culinária do centro da cidade é o Ponto Chic. Ele é bastante frequentado por turistas, mas ainda assim um lugar bastante tradicional que vale muito a pena conhecer. Isso porque o Ponto Chic é o berço do sanduíche que conhecemos como bauru. Mas prepare-se, por ali não tem nada de presunto, queijo e tomate. O autêntico bauru é feito com rosbife, queijo, tomate e picles. O dono da lanchonete é o inventor da iguaria, que levou esse nome em homenagem à sua cidade natal de mesmo nome, que fica no interior do estado.

Z Deli

Se lanche é a sua praia, você não pode deixar de conhecer o Z Deli, uma das hamburguerias mais famosas da cidade — que aliás já é muito famosa pelos hambúrgueres em geral. Além dos sanduíches deliciosos, destaca-se no cardápio a batata frita com pastrami e sour cream. O Z Deli está em outras regiões da cidade também, mas a casa do Centro, cercada de vidro, tem um charme a parte. O Z Deli fica na Rua Bento Freitas, 314 e funciona todos os dias a partir de meio dia e fecha às 23h de segunda e terça, à meia noite de quarta, quinta e domingo e à 1h de sexta e sábado.

Hot Pork

Ainda no tema sanduíches, o Hot Pork é uma casa especializada em cachorro quente. Ele é pequeno e tem apenas duas opções de lanche: com uma salsicha caseira e uma vegana. A vegana eu confesso que não agrada tanto meu paladar, mas a normal eu achei deliciosa! Além disso, o Hot Pork é tem uma decoração chamativa baseada no pintor espanhol Miró. O lugar na Rua Bento Freitas, 454, abre de domingo a quarta das 12h às 23h e de quinta a sábado até às 2h.

Orfeu

Entrando no rol de casas mais refinadas, o Orfeu é uma das principais referências no centro de São Paulo. Ele fica embaixo do Circolo Italiano, o famoso Edifício Itália, e bem ao lado do Edifício Copan (Avenida Ipiranga, 318), o que já traz todo um charme para o local. O Orfeu serve comidas brasileiras servidas de uma maneira mais apurada e gourmet. Ele também é famoso pelos drinks elaborados e o ambiente bonito e descolado.

Ramona

O Ramona há anos traz ao Centro de São Paulo pratos contemporâneos em um ambiente despojado, sempre ao som de rock. O prato preferido dos clientes costuma ser o chancho ramônico, um prato de carne de porco. O restaurante fica na Avenida São Luís, 282 e funciona de segunda e terça de meio dia à meia noite, de quarta a sexta, de meio dia às 2h, de sábado das 12h30 às 2h e aos domingos 12h30 às 18h30.

Rinconcito Peruano

O Riconcito Peruano já possui diversas unidades por toda a cidade, mas a casa original fica no Centro da cidade, na Rua Aurora, 451. O lugar tem o melhor da culinária peruana, com pratos super bem servidos e um ambiente simples e agradável. A estrela da casa é o ceviche. O Rinconcito funciona de terça à sábado das 12h às 22h, aos domingos das 12h às 21h e às segundas das 12h às 17h.

Casa do Porco

Como o nome já diz, o forte da Casa do Porco são as comidas à base de carne suína. O lugar tem uma decoração meio kitsch e conseguir uma mesa no restaurante é tarefa árdua. A fila para o almoço começa a se formar ainda pela manhã, uma vez que não é possível fazer reservas. Isso porque a Casa do Porco é presença quase garantida na categoria Bib Gourmand do Guia Michelin. Por isso, prepare-se: uma refeição por ali pode custar mais de R$ 100 por pessoa. Se você quiser experimentar as maravilhas da casa mas não quer gastar tanto tempo ou dinheiro, uma janela lateral vende sanduíches de carne de porco por valores mais acessíveis e com pouca fila.

O restaurante fica na Rua Araújo, 124 e abre de segunda à sábado das 12h às 22h e aos domingos das 12h às 17h.

Onde comer e beber bons drinks no centro de São Paulo? Os melhores bares 

Paribar

O Paribar foi reinaugurado em 2005, mas nas décadas de 40, 50 e 60 era ponto de encontro da boemia paulistana. Super charmoso, parece que você está sentado em algum bistrô na França ou que retornou ao centro de São Paulo em seus tempos dourados, e isso fica ainda mais evidente por causa da decoração e pilastras antigas no salão interno. Além de bar, o lugar é também uma boa opção para um brunch aos domingos, entre o verde das árvores da praça onde fica. Para completar o clima, a casa realiza de tempos em tempos festivais de jazz para embalar a refeição.

O Paribar fica na Praça Dom José Gaspar, 42 e funciona de terça à sábado das 12h à 01h, aos domingos das 11h às 17h e às segundas das 12h às 16h.

Bar da Dona Onça

O Bar da Dona Onça é outro estabelecimento aos pés do Copan. Ele é mais um desses lugares que é uma boa opção tanto para a noite quanto para o dia. Lá, há muitas opções de pratos, principalmente de comida brasileira. As estrelas da casa são a famosa feijoada que acontece aos sábados e as maravilhosas caipirinhas. Se você decidir ir no final de semana para aproveitar esse combo, recomendamos que você chegue muito cedo (umas 11h) ou então muito tarde, para um “late lunch” (por volta das quatro da tarde), já que o horário de almoço mais tradicional é disputadíssimo e a fila de espera pode chegar a três horas.

Comidinhas no Bar da Dona Onça

O Bar da Dona Onça fica na Avenida Ipiranga, 200 e abre de segunda a quarta das 12h às 23h30, de quinta a sábado, das 12h às 00h30 e aos domingos das 12h às 17h30.

Balsa Bar

O Balsa Bar é um lugar com petiscos e drinks gostosos, mas, na minha opinião, a melhor parte é seu ambiente. Ele fica em um ‘apartamento’ no Anhangabaú cheio de objetos de feiras de antiguidades que deixam tudo mais interessante e um terraço com uma vista incrível da cidade.

Ele fica na Rua Capitão Salomão, 26. Às quintas e sextas o Balsa abre das 18h à meia noite e aos sábados das 15h às 23h. É preciso pagar R$ 8 para entrar nos dias de semana e nos sábados o valor varia entre R$ 21,50 (antecipado no primeiro lote) e R$ 41,50 (na porta). Recomendamos que você pesquise a programação da casa antes de ir.

Jazz B

Como o nome indica, o Jazz B é uma casa de jazz no centro de São Paulo. Ele tem um pequeno palco onde acontecem os shows e um clima intimista. No bar, o destaque fica para o chopp artesanal. Como no Balsa, é preciso pagar entrada (em torno de R$ 35) e recomendamos que você confira qual a programação da noite, que é bem variada dentro da temática do jazz.

Ele fica na Rua General Jardim, 43 e funciona às terças das 18h à 1h, de quarta e quinta das 10h à 1h, de sexta e sábado das 10h às 2h e aos domingos das 11h às 18h.

Bar dos Arcos

Esse é mais um dos estabelecimentos paulistanos que o ambiente já compensa toda a visita, afinal, o Bar dos Arcos fica embaixo do Theatro Municipal. Imagina só! A casa tem um ambiente a meia luz refinado e serve drinks sofisticados e porções. O Bar dos Arcos fica na Praça Ramos de Azevedo, sem número e abre de terça e quarta das 18h à 1h, de quinta e sexta até às 2h e de sábado até às 3h.

Esther Rooftop

O Esther Rooftop é o bar do chef Olivier Anquier e, como o nome indica, fica na cobertura do Edifício Esther, outro edifício icônico da capital paulista. O chef assina pratos da culinária francesa, mas você também pode só aproveitar os drinks, a vista e o jazz, que embala o ambiente.

O interior do Esther Rooftop

E a bela vista que se tem de lá.

Uma obra de arte.

Na Rua Basílio Gama, 29, o Esther Rooftop abre de segunda a quinta das 12h às 15h e das 18h às 23h, de sexta até à meia noite e de sábado direto das 12h às 24h.

SubAstor/Bar do Cofre

O SubAstor é conhecido como um gastrobar, pelo cardápio rico tanto em petiscos quanto em drinks. Mais uma vez, o ambiente é uma atração à parte, uma vez que o bar fica no subsolo do Farol Santander, onde costumava ficar o cofre do banco Banespa. Ele abre de quarta à domingo na Rua João Brícola, 24. No primeiro dia o horário é das 17h às 23h, às quintas e sextas das 17h à 1h, aos sábados das 14h à 1h e aos domingos das 14h às 20h.


Escolher alguns lugares onde comer no Centro de São Paulo é uma tarefa árdua. Para fazer essa lista, sabemos que muitos lugares ainda ficaram de fora. Você já provou alguma das nossa recomendações? O que mais incluiria na lista?

 

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.