8 passeios gratuitos em São Paulo


Atualizado em:


Confira essa seleção de lugares inesquecíveis para curtir a cidade sem sair no prejuízo. São passeios gratuitos em SP, e ainda um passeio bônus que não é grátis, mas é bem bacana barato. Tem feira, museu, parques e muitos segredos. Veja!

Quem vai a São Paulo por lazer tem o privilégio de escolher entre milhares de opções de cultura e entretenimento para todos os gostos e bolsos. A cidade, uma das mais visitadas do Brasil, oferece aos turistas experiências únicas que transformam qualquer viagem em um grande acontecimento.

No conteúdo de hoje, separamos 10 desses passeios tomando sempre o cuidado de criar uma lista com momentos gratuitos ou bem econômicos para curtir sozinho, a dois ou em família. E as dicas não valem só para quem está de passagem.

Além dos turistas que fazem uma visita, também há sempre a possibilidade de passearmos na nossa própria cidade. Então, essas dicas valem para quem mora na capital do estado, ou para quem pretende se mudar em breve e ainda está na fase de procura de casas ou apartamentos à venda em São Paulo. De todo modo, se deseja conhecer melhor as atrações gratuitas, está no lugar certo!

1. Praça do Pôr do Sol

A Praça Coronel Custódio Fernandes é conhecida como Praça do Pôr do Sol por sua magnífica vista que permite aos visitantes observar a cidade toda dourada aos fins de tarde. Localizado no Alto de Pinheiros, o lugar é um ótimo espaço de contemplação em meio à paisagem urbana da capital.

Endereço: Praça Cel. Custódio Fernandes Pinheiro, 334 – Alto de Pinheiros, São Paulo – SP, 05463-090

2. Pinacoteca

Fachada da Pinacoteca, um dos principais museus de São Paulo
A Pinacoteca tem uma arquitetura tão incrível que por si só já vale a visita.

Um dos mais importantes museus da América Latina, a Pinacoteca do Estado de São Paulo oferece aos visitantes um acervo de mais de 7.000 obras, entre esculturas, desenhos, pinturas, tapeçarias, fotografias, objetos de arte  e pinturas dos séculos XIX e XX. A entrada é gratuita.

Endereço: Praça da Luz, 2 – Luz, São Paulo – SP, 01120-010

3. Parque da Aclimação

Um dos mais belos parques da capital paulista, o Parque da Aclimação possui uma vasta e densa vegetação e espaços de lazer como playgrounds, concha acústica para shows, pista de cooper, campo de futebol e quadras de vôlei e basquete.

4. Mercado Municipal de São Paulo (Mercadão)

Foto em close de uma chapa de restaurante com sanduíches de mortadela, sendo que dois deles estão em primeiro plano e tem muito recheio.
Sanduíche de mortadela do Hocca Bar, um clássico do Mercadão de São Paulo.

A icônica construção de 1933 é uma viagem gastronômica pelo mundo através de seus quase 300 boxes de comerciantes que vendem frutas, legumes, peixes, carnes, alimentos defumados, vinhos e queijos especiais. Mas a grande atração do espaço é o extravagante sanduíche de mortadela. Outro famoso é o pastel de bacalhau, e petiscos como bolinhos e tábua de carnes.

Endereço: R. Cantareira, 306 – Centro Histórico de São Paulo, São Paulo – SP, 01024-900

5. Biblioteca Mário de Andrade

Fundada em 1925, a segunda maior biblioteca do Brasil e a principal da cidade possui um acervo de 3.200.000 de itens que vão de manuscritos, gravuras e mapas até livros dos mais variados temas. O lugar, um convite à leitura e à reflexão, também traz mostras, eventos e palestras.

Endereço: R. da Consolação, 94 – República, São Paulo – SP, 01302-000

6. Parque do Ibirapuera

São Paulo vista a partir do parque do Ibirapuera, com o horizonte de prédios e um lago em primeiro plano. Final de tarde.
Horizonte de prédios de São Paulo, visto do Parque do Ibirapuera.

A maior área verde da parte urbana da capital, o Parque do Ibirapuera conta com diversas atrações tanto gratuitas como pagas. A Praça da Paz é um grande espaço do gramado onde muitos fazem picnics, esportes, ou vão para relaxar e curtir um sol. Há bicicletas e triciclos para alugar e explorar o parque. Mas andar a toa observando árvores imponentes, jardins caprichados ou ficar na beira do lago é um passeio e tanto.

Alguns museus como o MAM (Museu de Arte Moderna) e o Museu Afro Brasil são pagos. O Pavilhão Japonês também cobra entrada e tem jardins lindos com inspiração oriental, mas com poucos horários de abertura. Programe-se e aproveite!

7. Avenida Paulista

Avenida Paulista aberta
Aos domingos e feriados a Avenida Paulista fica aberta para pedestres – Imagem: Wikimedia Commons

A Avenida Paulista é a mais icônica via de acesso da cidade e endereço de dezenas de espaços culturais que valem a pena visitar, sendo o mais famoso dele o MASP (Museu de Arte de São Paulo) e o IMS (Instituto Moreira Salles). A Casa das Rosas é um local gostoso para fazer uma pausa para o café, e a Japan House sempre tem exposições interessantes.

Basta visitar a “Paulista” para sentir que você realmente está em São Paulo. Aos domingos e feriados, a avenida fica fechada para carros, ônibus e motos, e os pedestres “invadem” o local que fica cheio de artistas, atividades inusitadas, bikes e muita gente reunida. Por conta da pandemia, a paulista não está abrindo para pedestres em períodos mais críticos. Por isso, vale verificar com antecedência e quem sabe mudar o passeio para o Minhocão, outra via que abre para pedestres nos finais de semana.

8. Feira da Liberdade

A Feirinha da Liberdade é um desses passeios que você só encontra na capital paulistana. Acontece bem ao lado da estação de metrô Liberdade. Além de ser uma feira normal, tem também uma variedade de comidas de rua e produtos asiáticos. Um programa diferente e um jeito interessante de viajar para o outro lado do mundo através da culinária, mas sem sair do Brasil.

Leia também: Onde comer na Liberdade? Dicas de restaurantes e pratos para experimentar

Bônus: Farol Santander no Edifício Altino Arantes

Esse não é um passeio grátis em São Paulo, mas é super interessante e com preços justos. Então vale a pena fazer uma visita e combinar com um tour pelo centro de São Paulo.

Mais conhecido como “Banespão”, “Prédio do Banespa” e, mais recentemente, “Farol Santander”, o edifício é o 7º mais alto do Brasil, com 161 metros de altura. Além de poder observar o mirante do 26º andar, o prédio oferece uma série de experiências gastronômicas e culturais aos visitantes. A entrada custa R$ 20,00 e dá acesso a todas as atrações do prédio.

Endereço: Rua João Brícola, 24 – Centro, São Paulo – SP, 01014-900


Essas foram nossas dicas de passeios de graça em São Paulo ou passeios bem baratos na capital paulista. Espero que tenham gostado, e caso queiram alguma outra sugestão, não deixem de perguntar aqui na caixa de comentários que vamos adorar ajudar.

Bom proveito e até a próxima!

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese