Quanto custa viajar para Amsterdam? Média de gastos


Atualizado em:


Saber exatamente quanto custa viajar para Amsterdam vai depender de variáveis como estilo de viagem, hábitos de consumo, restaurantes que deseja ir, hotéis que gosta de ficar, o que quer fazer e etc. Mas, sempre é possível ajudar outros viajantes falando da nossa experiência e exemplificando uma possível média de gastos em Amsterdam. Assim dá pra ter uma noção do que vem pela frente.

Eu anotei todos os gastos do meu final de semana em Amsterdam para dividir com vocês. Além do que gastei, incluí outras atrações e opções de serviços com valores diferentes do que os que eu usei também.

Canais de Amsterdam. Só andar pela cidade já é um dos passeios imperdíveis em Amsterdam.

Olha esse visual! O melhor de Amsterdam é totalmente de graça. 😉

Dividimos o post em hospedagem, atrações, alimentação e gastos extras que devem ser considerados na conta geral. Na resposta de cada pergunta, damos os valores médios simplificados para três tipos de budgets. Assim, você seleciona qual item quer incluir na sua viagem e faz a sua própria fórmula para calcular quanto custa viajar para Amsterdam, de acordo com o seu estilo e suas condições!

Quanto custa se hospedar em Amsterdam? 

$ Hospedagem em albergue (1 cama) – de 20 a 45 euros a noite.
$$$ Hospedagem em hotéis medianos (3 estrelas por exemplo)  – de 100 a 250 euros a diária, variando principalmente de acordo com a localização.
$$$$$ Hospedagem em hotéis 4 ou 5 estrelas, em localizações privilegiadas – a partir de 250 euros.

Se quer saber exatamente o melhor hotel para ficar, e qual a melhor região da cidade para você, vá para esse post: Em que região se hospedar em Amsterdam (com dicas de hotéis em cada uma delas). Defina a sua hospedagem, reserve pelo Booking.com e já coloque esse valor na sua tabela de gastos.

Quais os gastos médios com museus e atrações?

O melhor de Amsterdam é de graça, na minha opinião. E o que é? A própria cidade, sua arquitetura e os belíssimos canais. Mas, Amsterdam tem museus e atrações incríveis como o Museu Van Gogh e o esconderijo de Anne Frank, e para isso precisamos pagar.

$ – Andar pelas ruas e canais, passear nos parques e até alguns ferries são GRATUITOS. Pesquise, use e abuse da beleza de Amsterdam.
$$ – Entrada na casa de Anne Frank (€10 adulto), no Museu Van Gogh (€19 a €24 adulto), entrada no Rijksmuseum (€17,50). Cruzeiro simples pelos canais (€14), Heineken Experience (€18), diária de aluguel de bike (€15).
$$$ – Cruzeiro com jantar de 4 pratos e bebida pelos canais (€82), passeio para a super holandesa vila de Zanse Schans, Edam, Volendam e Marken* com ônibus, guia turístico e 8 horas de duração (a partir de €29).

DICA SV: veja quais museus e atrações quer visitar e faça as contas para saber se vale a pena comprar o IAmsterdam City Card, um passe com várias atrações e transporte incluídas, e que custa a partir de 60 euros. Tem opções para 24, 48, 72, 96 e 120 horas, e o valor fica proporcionalmente menor conforme a quantidade de horas escolhidas aumenta. .

Zaanse Schans, vilarejo fofo e bem típico holandês pertinho de Amsterdam

A bucólica Zanse Schans, perto de Amsterdam.

*É possível fazer esse passeio de modo independente pegando o ônibus da estação central
para Zanse Schans e andando pela vila, pagando os museus na hora.

Quanto custa comer em Amsterdam?

Comer em Amsterdam foi mais barato do que eu imaginei. É claro que isso depende dos restaurantes que você vai. Veja abaixo alguns dos exemplos de gastos que tive com alimentação e bebidas, sendo que não fomos em nenhum lugar muito extravagante, mas também não escolhemos nenhum lugar apenas pensando em economizar. Foram escolhas gostosas e sensatas, de lugares que já queríamos ir.

Torta de maçã e bolinho holandês no Winkel: €13
Brunch no CT Coffee and Coconuts: €40 com um prato e bebida para 3 pessoas
Hamburger no Burgermeester: €35 para 3 pessoas com hamburger e bebida
Gin & Tonic com morangos no bar do Foodhallen: €13
Prato de aperitivo com frios no Foodhallen: €10
Prato simples de salada, pães, bolinhos e cervejas no Pllek: €55 para 3 pessoas (sem comer muito, o foco ficou na bebida).
Panqueca holandesa e suco no café turístico em Zanse Schans: €15
Pizza e massas em um restaurante italiano de bairro no De Pijp: €40 para 3 pessoas com prato mais uma cerveja
Salada pequena, sanduíche pequeno e água no Julia’s na estação de trem Sloterdijk: €11

Torta de maça em destaque, com o fundo da fachada do café Winkel em Amsterdam

A melhor torta de maçã de Amsterdam.

Outros gastos para considerar

Transfer do aeroporto: Se você estiver chegando na Europa por Amsterdam, não esqueça do valor do transfer do aeroporto Schiphol até o centro da cidade. O valor varia de 6 a 45 euros, e depende do transporte que você escolher usar. Veja qual é a melhor opção para você nesse post do expert do Ducs Amsterdam. Ou reserve um transfer particular neste link.

Passagem Aérea: Para calcular o gastos de toda a sua viagem, também inclua o valor da passagem aérea do Brasil para a Europa. Voando para Amsterdam, a passagem de ida e volta custa em torno de 700 euros no inverno, e até 1.200 euros no verão (essa é uma estimativa apenas, ok?). Esse é o item mais sensível da viagem. Aproveitar boas promoções para economizar na passagem aérea fará uma bela diferença no seu gasto total.

Seguro-Viagem: O seguro viagem para a Europa é obrigatório para cidadãos brasileiros. Veja nosso post sobre os melhores seguros de viagem para a Europa e faça um orçamento pela Real Seguro Viagem, um site que compara diferentes planos de várias seguradoras.

Veja aqui tours e atrações disponíveis em Amsterdam

Compras: Esse item é realmente difícil de dizer e o único que não conseguimos estimar pois você pode comprar desde um ímã de 2 euros até uma bolsa de 2.000 euros. Esse item está mais nas suas mãos do que nas mãos da cidade, então tenha em mente o quanto que você quer gastar com compras de lembranças ou itens pessoais.

Reserva de segurança: Sempre leve mais dinheiro do que o que você pretende gastar. Além do cartão de crédito claro. É sempre bom se preparar para imprevistos ou surpresas no meio do caminho. Só não pode gastar esse dinheiro no meio da viagem, hein? No máximo no último dia no Free Shop na volta pra casa ou em um jantar de despedida.

E o transporte? Você pode pegar trams (o bom e velho bonde), ônibus, trens por um valor em torno de €2,90 a perna ou €7,50 para 24 horas, ou até mesmo uber para distâncias maiores. Mas nada melhor como os nossos pés ou a boa e velha bike. Afinal, quando em Amsterdam….

Estacionamento de bicicletas em Amsterdam. Quanto custa viajar para Amsterdam?

Como sempre, a caixa de comentários está aberta para qualquer questão que vocês tiverem ou que tenhamos deixado de fora. Comente! =)

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

  • Olá, Marcela. Tudo bem ?
    A minha ideia de ir pra Amsterdam está apenas no início, estou com inúmeras dúvidas.
    Pretendo ir em Agosto de 2020, então tenho um bom tempo para ir me programando.
    Acredito eu que empresas que fornecem pacotes de viagens cobram um pouco a mais, mas é aí onde entram as minhas dúvidas.
    Sairia mais em conta fechar com essas empresas ou compensaria mais comprar passagens e reservar hotel/albergue por conta própria ?
    Entendo que tudo é questão de saber qual tipo de passeio pretendo fazer e quais as disponibilidades de pacotes as empresas vão fornecer, mas seria possível me dar uma luz inicial ?
    Pretendo ficar apenas 7 dias, gosto muito de andar a pé, então seria meu ponto forte nesta viagem, explorar a cidade caminhando.
    Sobre a comunicação, consigo me comunicar em inglês, porém, o meu forte é o espanhol. Eu teria muita dificuldade em me comunicar ?

    Muito obrigado pelas dicas no post, está bem claro e direto.
    Parabéns.

    • Weslley,
      Muito obrigada pelo seu comentário. Espero que eu ainda consiga te ajudar a tempo. =)
      Sobre as suas dúvidas, vamos ao que eu faria se fosse você.
      Colocaria imediatamente um alerta de preços de passagem aérea em sites como Skyscanner e Voopter. No Voopter tem uma aba do site que chama Alertas, e no Skyscanner você faz uma pesquisa com as suas datas e depois na página de resultados há um botão escrito “receba alerta de preços”.
      Assim, você receberá no seu email alertas de quando a passagem está mais vantajosa ou quando caiu o preço.
      Pagar bem na passagem aérea é um jeito de cortar bem os seus gastos na viagem. Outra dica é ficar de olho em promoções em sites como Melhores Destinos ou Passagens Imperdíveis.
      Depois o segundo grande gasto é hospedagem, e em Amsterdam a hospedagem é cara. O preço de um hotel em Amsterdam varia de acordo com a localização escolhida. Se você pretende ficar 7 dias apenas em Amsterdam, vale ficar ligeiramente mais afastado do centro ou ver com antecedência hotéis como Ibis.
      Se for ficar os 7 dias em Amsterdam (o que eu acho uma ideia ótima pra realmente aproveitar a cidade, achar seus próprios segredos e fazer bate e voltas interessantíssimos), eu acredito que você consiga fazer uma boa viagem por conta própria e não precisará de agência de viagem. De todo modo eu daria uma olhada para ver se os pacotes ficam mais em conta, só pra “aliviar a consciência”. Mas acho que essa é uma viagem fácil de fazer por conta e economizar fazendo suas próprias escolhas.
      Quanto ao espanhol, essa é a única dúvida que vou ficar te devendo uma resposta. Como eu não falo espanhol, apenas inglês, sempre me comuniquei nesse idioma (e os holandeses falam muito bem inglês). Mas honestamente, nada como um google tradutor para aliviar nossas angústias. É uma cidade organizada, tenho certeza que você vai conseguir se virar bem. =)
      Espero ter te ajudado e que você tenha um linda viagem para Amsterdam.
      Um grande abraço, Marcella

  • Elaine melo

    Olá marcela, estou querendo ir para Amsterdam final de fevereiro, é um tempo bom (só tenho esse tempo livre)? Queria também fazer um bate volta e Bruxelas é possível? Agradeço pelo posto, é sensacional.

    • Oi Elaine,
      Eu particularmente acho que não existe mês ruim pra ir pra maioria das cidades européias. É tudo uma questão de alinhar as expectativas. Em fevereiro é inverno e estará BEM frio e provavelmente o tempo estará fechado e chuvoso em vários dias (mais essa é uma característica bem típica de Amsterdam…raro é encontrar sol). Escurece mais cedo também.
      A vantagem é que Amsterdam tem um mooonte de museus e atividades para se fazer “indoors” como a Heineken Experience, e diversos bares e restaurantes legais pra ir.
      O trem de Amsterdam para Bruxelas leva umas 2 horas, então acho que o bate e volta é possível sim. Mas será que não vale ficar uma noite ou irparando no caminho (Roterdã, alguma outra cidadezinha, Antuérpia…)? Veja o que fica melhor pra você. Acho que depende bastante se está sozinha ou acompanhada, se quer viajar de modo econômico ou não, se tem interesse… enfim.
      Espero ter conseguido ajudar. Conte comigo se tiver mais dúvidas. Beijos e boa viagem!

  • CINTIA MEIRELLES

    Boa tarde, adorei seu post. Ótimas dicas, eu estou indo em abril e vou aproveitá-las. Em relação as cidades vizinhas você seguiu algum roteiro, ou tem algum pra indicar. Tipo quais cidades da pra conhecer saindo de Amsterdã ficando uma semana.
    Obrigada

  • Gostei muito do seu post, parabéns!! Deixou tudo bastante claro!

    Poderia me tirar uma dúvida..? Irei para Europa em Dezembro agora, e passarei 1 semana em Amsterdam, porém gostaria muito de conhecer cidades ao redor. Você poderia me dar alguma dica de lugares divertidos nesse período e que seja tranquilo ir de transporte público?
    Eu agradeço desde já!

    • Oi Carol, tudo bem?
      Que delícia de viagem por Amsterdam, lá é uma delícia em qualquer época do ano.
      Olha, sendo bem sincera, pode escolher uma cidade da Holanda e ir, porque lá tudo é pertinho e trem fácil…rs.
      Mas agora dando dica de verdade, pesquise sobre Zaanse Schans (moinhos de vento típicos), Roterdã (mais moderna), Utrecht, Gouda (pra ver a produção do queijo) e Haarlem que são as cidades mais conhecidas e que mais atraem turistas na Holanda e escolha sua preferida. =)
      Algumas dá pra fazer bate e volta, outras mais longe, como Roterdã dá pra tentar ficar uma noite (se encaixar no seu roteiro). Zaanse Schans você faz facinho em uma manhã. Não sei bem o que seria uma boa definição de divertido, mas espero já ter ajudado nesse começo de pesquisa.
      Beijos e vamos conversando por aqui sobre seu roteiro.

  • + Ver mais comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese