Quanto custa viajar para a Rússia? – Média de gastos


Atualizado em:


Quanto custa viajar para a Rússia? Descubra nesse post os principais gastos de viagem divididos em tópicos como hospedagem, passeios e atrações, alimentação, passagem aérea, entre outros.

Afinal, quanto custa viajar para a Rússia? Bom, a Copa do Mundo de 2018 definitivamente deu uma inflacionada nos preços na Rússia. Mas com o apito final, o Brasil eliminado e a França campeã, as coisas começam lentamente a voltar ao normal. Ou seja, como eu estive por lá durante o Mundial, acredito que você pode pegar esses preços de referência e descontar uns 10 a 15%, pelo menos. De todo modo, eles já são uma boa média.

Mas como cada viagem é uma viagem e cada viajante tem seu estilo, é bom dizer que o custo depende de quanto perrengue você está disposto – ou não – a enfrentar. O quanto você não abre mão de conforto e também quanta alta gastronomia seu paladar demanda.

Vista do Zaryadye Park sobre a Praça Vermelha, em Moscou, com a Catedral de São Basílio ao fundo. Foto: Felipe Mortara

Tudo o que você vai ler foi feito de acordo com o que eu vivi na Rússia durante um mês, e ele sintetiza uma média de gastos para que você tenha uma boa ideia de como é por lá. No geral eu não achei tão caro quanto esperava.

A moeda oficial na Rússia é o rublo, porém para facilitar para você, usamos valores médios em euros (OBS: todas as cotações são do dia 20/07/2018). Os gastos nesse post estão divididos entre hospedagem, atrações, alimentação e gastos extras, que às vezes subestimamos e somam uma boa quantia no saldo final.

Os valores foram pensados para viajantes com 3 orçamentos diferentes. Como Moscou e São Petersburgo são as cidades mais visitadas, tomamos as duas como referência. Basta priorizar o que é necessário para você e assim ter uma estimativa de gastos diários na Rússia. Bora lá?

Reserva já os melhores passeios pela Rússia por aqui

O Hotel Four Seasons fica num antigo prédio próximo à Praça Vermelha e é um clássico de Moscou. Foto: Divulgação

Quanto custa se hospedar na Rússia?

$ Hospedagem em albergue – de € 9 a € 34
$$ Hospedagem em Airbnb – de€ 38 a € 77
$$$ Hospedagem em hotéis 3 ou 4 estrelas – € 47 a € 102
$$$$$ Hospedagem em hotéis 4 ou 5 estrelas – € 128 a € 427

Onde se hospedar em Moscou e São Petersburgo?

Os melhores bairros para se hospedar em Moscou são ao redor do Kremlin e Kitay Gorod, Tverskoy, Novoslobodsky, Merchansky, Basmany, Presnya e Arbat. Tudo o que estiver nessa zona é muito perto das principais atrações, muito próximo das estações de metrô e às vezes até a pé.

Já em São Petersburgo os melhores bairros para ficar são no Centro Histórico, Smolny, Vosstaniya, Sennaya, Komna, Visiliyesvsky Island, Petrograd e Vyborg Sides. Apesar de a cidade também ser bem servida de estações de metrô, a distância entre elas é bem maior do que em Moscou.

Leia mais: Onde ficar em São Petersburgo

OBS: Nessa viagem não fiquei em hotel, apenas em Airbnbs com amigos, que não foram tão bacanas. Por isso, não creio que valha a pena recomendar ou linkar. O melhor nesse caso é pesquisar por hotéis no Booking.com que é mais confiável e tem avaliações e comentários de outros viajantes.

Museu Hermitage é, sem dúvidas, o grande ponto imperdível de São Petersburgo. Foto: Felipe Mortara

Quais os gastos médios com museus e atrações?

Moscou

$ – Parques e praças como o Gorky Park, o Hermitage Garden e o Tagansky Park são lindos e de graça. A maior parte conta com uma boa infraestrutura com bares, cafeterias e banheiros.

$$ – Valor médio da entrada para adultos em museus como o State Historical Museum, State Pushkin Art Museum, Polytechnical Museum, Gulag History Museum – valores entre € 4 e € 7

$$$ – Valor médio para ótimos tours guiados pelo Kremlin e para ingressos para ver o Ballet Bolshoi – valores entre € 35 e € 160

O Moscow Pass inclui quase 40 atrações e passeios e vale a pena se você estiver MESMO na pegada de fazer muitas atividades diárias. Custa € 27 para um dia ou € 51 para três dias.

São Petersburgo

$ – Parques, praças e algumas áreas de monumentos históricos como o Summer Garden, Alexander Garden e a Fortaleza de Pedro e Paulo têm acesso gratuito e são ótimos passeios.

$$ – Valor médio da entrada para adultos em igrejas como a Catedral do Sangue Derramado e Santo Isaac e museus como o Hermitage – entre € 3,50 e € 8

$$$ – Tours e visitação em Peterhof, o Castelo de Versailles Russo, e o Tsarkoe Selo, em Pushkin, custam entre € 20 e € 40

O Petersburg Card garante acesso a 60 museus e atrações para períodos de 2 a 7 dias. (No dia dessa cotação o site estava for a do ar e não foi possível confirmar os valores).

Com visual impressionante, o Sixty foi o grande destaque gastronômico da nossa viagem. Foto: Felipe Mortara

Quanto custa comer na Rússia?

Embora estejamos falando das duas maiores cidades russas, Moscou e São Petersburgo, acho que aqui é possível generalizar os valores.

$ – Kebab, baguete, tortas locais, sanduíche pronto de supermercado: de € 4 a € 7
$$ – Prato simples em restaurante com pinta de comida por quilo no Brasil: de € 4 a € 10
$$$ – Restaurantes mais elaborados, de cozinha da Geórgia, italiana e internacional: de € 16 a € 30
$$$$ – Experiências gastronômicas sofisticadas e/ou com uma baita vista e em lugares simbólicos: de € 30 a € 60

Alguns exemplos:

$ – Torta de carne, cogumelos ou maçã no Stolle em Moscou: de € 2,70 a € 5,40.
$$ – Com pratos típicos russos preparados à moda antiga, o Professor Puf é um baita lugar para almoçar em Moscou: entre € 4 e € 10.
$$$ – Uma das melhores refeições da viagem, o Kazan Mangal serve comida uzbeque e da Geórgia por valores entre € 10 e € 20, no total
$$$$ – Experiência gastronômica incrível com uma vista surreal de Moscou, o Sixty fica no 60o andar de um dos mais modernos prédios da cidade. É de cair o queixo e a nossa conta deu, com vinho, € 47 por pessoa

Loja de souvenir em Moscou vende vários artigos e réplicas de objetos soviético. Foto: Felipe Mortara

Outros gastos para considerar

Seguro-Viagem: Embora a Rússia não imponha a regra de que é obrigatório ter seguro-viagem para entrar no país, vale a pena. Contrariamente à União Europeia que exige apólice mínima de US$ 50 mil, a Rússia não demanda nada. Mas vale a pena ter para não se preocupar nem sofrer no sistema de saúde russo. Nós costumamos comparar diferentes planos de várias seguradoras pelo site da Real Seguro Viagem, e escolher o mais vantajoso.

Passagem aérea: Representa boa parte dos custos de uma viagem. No caso da Rússia, costuma custar entre R$3.200 e R$5.000. Com o fim da Copa, os preços devem cair um pouco, mas continuam oscilando de acordo com a variação cambial. Para nós uma alternativa mais barata foi arrumar um vôo para Helsinque, na Finlândia, e de lá seguir de ônibus até São Petersburgo (€ 32). Muito importante considerar que o período de novembro a março (outono e inverno) é muito desagradável para viajar pelo país, prefira a primavera e o verão (abril a setembro).

Compras: Claro que alguns souvenirs certamente voltarão na mala e são mais um custo a considerar. Os mais clássicos são as matryoshkas, aquelas bonequinhas de madeira que vão abrindo e tem sempre uma menor dentro. Tem matryoshkas de tudo, desde os comandantes comunistas até os jogadores da Copa, passando pelos políticos brasileiros. Imãs de geladeira são um clássico, assim como aquele gorro cossaco. Mas o mais tradicional é trazer uma garrafa de vodka – sim, são excelentes para quem sabe apreciar – que pode ser comprada no supermercado. Não consigo nem reproduzir o nome da melhor que tomei…

Reserva de segurança: Sempre bom ter um dinheiro extra separado para alguma emergência. Não deixe-o junto com todo seu dinheiro, encontre um esconderijo na mala, ou dentro do bolso de alguma roupa, sola de sapato, rolo de meia, etc… Esse é o dinheiro que você “esquece” durante a viagem, ele só pode servir para te tirar do sufoco, nunca para comprar um mimo. No mááááximo, pode garantir aquele souvenir que você e esqueceu e te salvar no Free Shop, na chegada ao Brasil.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

  • maria Elisabete Vieira

    Por favor, mande um roteiro para nós.Queremos conhecer:MOscou, S.Petisburgo, Estonia,Litoania,gostariamos também de ir a ucrânia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese