Um dia em Williamsburg, o bairro descolado do Brooklyn


Atualizado em:


Até pouco tempo tido como um bairro com várias regiões de pontos de drogas e prostituição, Williamsburg sofreu uma bela gentrificação e é hoje um dos bairros mais moderninhos de Nova York, com várias feirinhas, lojas de marcas menores e desconhecidas e locais diferentes. Williamsburg é um bairro dentro do Brooklyn e é lugar onde muitos jovens saem a noite, onde há opções mais descoladas de restaurantes e bares.

Qual o melhor dia pra ir? 

Reserve um dia inteiro ou um período do dia para conhecer esse bairro do Brooklyn. De preferência, deixe para ir no sábado ou domingo, quando ele fica cheio de gente e quando tem a famosa feirinha de Smorgasburg, que vamos falar mais pra frente.

Como chegar? 

É fácil chegar a região de metrô, e a estação Bedford te deixa no coração do bairro, na Bedford Ave com a N 7th St..

A estação pertence a linha L do metrô, de cor cinza e que atravessa toda a rua 14 e passando pela Union Square. A estação é a primeira depois de cruzado o East River, saindo de Manhattan (estação é subterrânea, então não tem vista para o skyline da cidade).

A linha "L" cinza, que vai até Williamsburg.

A linha “L” cinza, que vai até Williamsburg

O que fazer? 

Assim que você descer no metrô, já vai perceber o agito do lugar. Você estará na Bedford Ave, uma das avenidas mais gostosas de se caminhar, junto com a Berry Street e a Whyte Ave, pois há várias lojinhas, cafés e restaurantes gostosos por aqui. As principais atrações estão entre essas avenidas e as ruas N3rd St. e N 12th St.

Mapa das principais ruas de Williamsburg

Mapa das principais ruas de Williamsburg

Caminhe até a região do Waterfront, um pier na beira do East River, para ter uma das melhores vistas de Manhattan. Você pode ir caminhando pela rua 6 ou 7 em direção a água e verá uma praça aberta com o pier e a vista da cidade. A vantagem é que sempre está aberta, no inverno ou no verão.

Vista do waterfront no inverno

Vista do waterfront no inverno

E mais perto da rua 8 está a Smorgasburg, uma feirinha gastronômica super gostosa com vários tipos de comidas e bebidas diferentes que funciona a céu aberto e na beira do rio durante os dias de calor (de abril a novembro). Durante o inverno ela fica em um lugar fechado em outro bairro do Brooklyn, o Industry City (veja o endereço aqui), e perde um pouco do charme de ser a céu aberto. Durante o ano também, há edições itinerantes em outros bairros da cidade, no Central Park, e até em Coney Island.

IMG_3439

Smorgasburg no verão

IMG_3441

IMG_0087_2

Ramen Burger, o snack mais concorrido da feirinha. Hamburger no “pão” de rámen (tipo um miojo)

Smorgasburg indoors durante o inverno de 2015

Smorgasburg indoors durante o inverno de 2015

Você pode almoçar na própria feirinha ou escolher algum outro restaurante no bairro. Nós gostamos bastante do Umami Burger, que é um lugar gostoso e que tem várias opções no cardápio e uma especialidade maravilhosa que são as batatas-fritas trufadas (muitos hamburguers também tem trufas). Fica na 158 N 4th St., pertinho da Bedfrod Ave.

Se você quer uma comida bem saborosa ou kosher, o The Gorbals é o seu lugar. Fica na 98 N 6th St., em uma portinha quase que imperceptível. Para chegar você tem que pegar um elevador, entrará em um galpão decorado com muito bom gosto. Esse restaurante me surpreendeu porque todas as comidas que eu provei estavam muito boas, e foi um dos poucos lugares que eu viciei nos vegetais! Sem brincadeira, o brócolis temperado e a cenoura daqui são divinos, coisas que eu dificilmente escolheria em um cardápio e que estavam deliciosos.

O ambiente do The Gorbals

O ambiente do The Gorbals

Seu passeio pode continuar na fábrica da Brooklyn Brewery, famosa cervejaria nascida em Nova York e conhecida mundialmente. Mas, por incrível que pareça, a fábrica no número 79 da N 11th St., não é tão grande quanto o que se espera, o que mantém o ar de cerveja artesanal e de bairro.

Aos sábados, eles abrem ao meio dia e fecham as oito da noite, mas há tours gratuitos de no máximo 40 pessoas, de meia em meia hora, das 13h as 17h. Aos domingos, abrem ao meio dia e fecham as seis da tarde, com tours gratuitos de meia em meia hora, no período das 13h as 16h.

Para o final da tarde, nossa sugestão é curtir uma música ao vivo, um jazz e soul gostoso em um ambiente agradável (e com boa cerveja!), no Radegast Hall & Biergarten. O espaço é um autêntico biergarten (choperia alemã), e tem mesas compartilhadas e uma bela carta de cervejas belgas e alemãs. Até umas 5 ou 6 da tarde rola música ao vivo, geralmente um jazz ou soul bem agradável, mas há também uma agenda de programações especiais que você poder ver aqui. Fica no número 113 na N 3rd St. com a Berry St..

Radegast Hall & Biergarten em um sábado a tarde de verão

Radegast Hall & Biergarten em um sábado a tarde de verão

Mas se você quer algo um pouquinho menos informal, com música mais lounge e uma vista linda, vá até o Whyte Bar, um restaurante na cobertura do Whyte Hotel na Whyte Ave com a N 11th St. (do lado da Brooklyn Brewery).

A vista do Whyte Bar

A vista do Whyte Bar

Se você quer ir a uma cobertura, mas uma bem informal, cheia de jovens e fora da rota turística dos brasileiros, vá ao Berry Park, que é uma gracinha e fica um pouquinho mais afastado da muvuca central de Williamsburg, e dois quarteirões distante da Brooklyn Brewery, na Berry Street quase com a N 14th St..

Para finalizar a noite você pode ir dançar em uma das baladas de Williamsburg como a Output, que fica do lado do Whyte Hotel no número 74 Wythe Ave.

Se quiser fechar a noite com um programa mais light, termine comendo uma pizza deliciosa no Roberta’s, um lugar super jovem e agradável em Bushwick, um outro bairro do Brooklyn do lado de Williamsburg. Para chegar, pegue novamente o metrô L no sentido Brooklyn (Carnasie – Rockaway Parkway) e desça na estação Morgan Av. A pizzaria está a um quarteirão e meio, na 261 Moore St.. Não se assuste com a aparência do bairro e da fachada, quando você entrar verá que o lugar é uma delícia, vive lotado e tem um ambiente super autêntico (mesmo depois da fama) e tem uma das melhores pizzas de NYC, com massa fininha e recheio de qualidade.

IMG_3906

IMG_3897

Quer saber onde se hospedar em Nova York? Veja nossos comentários sobre os melhores bairros e regiões nesse post.

Veja todas as nossas dicas de Nova York aqui.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

  • mariana helena da silva

    Olá Marcella, primeiramente estou amando teu blog, vai me ajudar muito na minha viagem a NYC 🙂 Irei viajar sozinha em maio, e irei ficar uma semana em NY. Quero ir em todos os lugares que você comentou, acho que precisaria de mais tempo. Estou na dúvida com relação a hospedagem, estou vendo airbnb para ficar e achei uns bem legais em Manhattan e um que amei em Williamburg <3.
    Vi pelo teus post que esse bairro é bem minha cara, com feirinhas e vários lugares bons de tomar cerveja local.
    Queria saber na tua opinião, eu que irei viajar sozinha, se fico em Manhattan por ser mais localizado ou poderia ficar me Williamburg? Williamburg é um local que vale a pena passar mais que um dia inteiro?
    Obrigada

    • Oi Mariana, que comentário gostoso de ler!
      É ótimo saber que estamos ajudando. =)
      Você já viu essa nossa página?
      https://segredosdeviagem.com.br/category/blog/americas/estados-unidos/nova-iorque/
      Tem todas as informações que já escrevemos sobre Nova York. Acho que você vai gostar de Buschwick também. É o “novo Williamsburg”. Tem post sobre Buschwick na aba “Guia de Bairros” do Guia Completo de NY.

      Mas vamos a sua dúvida:
      Eu também adoro Williamsburg e o clima de lá, principalmente quando já está calor na cidade. Mas, acho que só vale a pena ficar por lá se você conseguir um lugar perto da linha L do metrô.
      A linha L fechará a partir de janeiro de 2019 para reforma, então ainda vale a pena se hospedar em Williamsburgo esse ano. Já no ano que vem eu não recomendaria. Sem metrô vai ser bem mais difícil ir e vir de Mannhattan, onde ficam a maior parte das atrações.
      Mas, ficar perto do metrô em Williamsburg pode custar quase a mesma coisa que ficar em Manhattan… então vale dar uma olhada por lá para tentar otimizar sua viagem (porque em uma semana você passará muitos mais dias em Manhattan do que no bairro mesmo).
      Pensando que, provavelmente, você vai passar um dia em Williamsburg apenas (não tem taaanto o que fazer por lá além dos barzinhos e restaurantes) e talvez curtir algumas noites por lá, acho que vale dar uma olhada nas opções em Manhattan sim.
      Por lá eu gosto muito e indico o hotel Pod 51. Ele fica hiper bem localizado, é bem cool e tem um rooftop bem concorrido. Há quartos individuais, duplos, com banheiro compartilhado ou privativo.
      Da mesma rede tem o Pod 39 e o Pod Times Square.

      Bom, espero ter ajudado e espero que aproveite muito NYC!
      Beijos e boa viagem!! E qualquer dúvida, pode comentar de novo por aqui. =)

      • mariana helena da silva

        Oi Marcella, muito obrigada, a viagem está super perto, terminando de organizar os últimos detalhes.
        Ótimo blog!
        Obrigada novamente 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese