5 curiosidades para você conhecer a Cidade dos Ventos no Marrocos


Atualizado em:


A 180km de Marrakech um segredo emerge na costa do oceano Atlântico. É Essaouria, uma cidade litorânea com influências árabes, berberes e européias, que hoje é um destino turístico ainda pouco explorado, mas que merece a sua atenção. Descubra por quê:

1- É um dos principais portos dessa região do Marrocos e a bacia onde atracam os barcos pesqueiros são uma atração à parte. Todos os dias uma confusão de barcos, pescadores e comerciantes se amontoam no porto de onde saem peixes e frutos do mar frescos (não precisa falar que a pedida gastronômica da cidade é essa, né?) que são vendidos em barraquinhas na entrada da Medina.

A confusão de barcos no porto de Essaouria (recomendamos começar seu tour por aqui, há uma entrada para a Medina logo ao lado da Skala du Port)

A confusão de barcos no porto de Essaouria (recomendamos começar seu tour por aqui, há uma entrada para a Medina logo ao lado da Skala du Port)

Essaouria

Essaouria

Essaouria

Peixe fresco chegando

Peixe fresco chegando

Peixes sendo vendido na entrada da Medina

Peixes sendo vendido na entrada da Medina

2– A Medina de Essaouria é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO por preservar as edificações da época do Sultão e manter o charme das cidades medievais marroquinas. O passeio pela Medina inclui passeio pelos souks e mercados de peixe, e uma vista linda do litoral na Skala du Port e Skala de la Ville, fortificações na antiga muralha que eram usadas para proteção da cidade.

A Medina vista da Skala du port

A Medina vista da Skala du port

Uma das entradas da Medina

Uma das entradas da Medina

passeando pela Medina

passeando pela Medina

Peixe que comemos em um pequeno restaurante no almoço

Peixe que comemos em um pequeno restaurante no almoço

3- A força dos ventos na cidade caracterizou-a como “Cidade dos Ventos” e tornou Essaouria a capital africana do Kite Surf, eleita pelos praticantes desse esporte como um dos melhores lugares do norte África para tal. O ponto negativo do vento é que torna as praias um pouco impraticáveis, já que a areia não para de bater no seu rosto. A praia escolhida para banho está alguns km a frente de Essaouria, em Agadir.

Uma das praias da cidade, onde é possível ver a prática de Kite Surf

Uma das praias da cidade, onde é possível ver a prática de Kite Surf

4- Em meados de 1500, os portugueses tomaram a cidade (que chamaram de Mogador) e construíram um forte/castelo em uma pequena Ilha vista da Medina. Pouco depois os Marroquinos conquistaram o local e chamara de Essaouria, destruindo o castelo de Mogador e deixando a ilha abandonada. Ainda antes dos portugueses, a Ilha de Mogador era utilizada para produzir tinta roxa com o uso dos moluscos encontrados no local. Hoje em dia a Ilha está abandonada e não pode ser visitada pois é habitat de uma espécie de falcão. O máximo que você pode fazer é observá-la da Skala du Port ou pegar um passeio de barco (não vale a pena, o passeio é longo, venta muito e você vai ver que não tem muita coisa de interessante para ser vista).

A Ilha de Mogador vista da Skala du Port (nada demais que valha um passeio de barco, né? Mas a história é bem interessante)

A Ilha de Mogador vista da Skala du Port (nada demais que valha um passeio de barco, né? Mas a história é bem interessante)

As gaivotas dominam a cidade, e quando os falcões não estão na ilha, elas também se alojam por lá

As gaivotas dominam a cidade, e quando os falcões não estão na ilha, elas também se alojam por lá

5- A cidade é um dos berços da corrente artística “art naïf”, devido ao fato de ser uma encruzilhada entre povos árabes, berberes e europeus, o que gerou uma mistura cultural riquíssima e incentivou artistas locais a experimentarem. Você vai ver quadros coloridos retratando cenas do dia a dia de modo simples e com traços sem detalhes por todas as partes, uma marca que a arte deixou na cidade.

Pelos coloridos souks da Medina, é possível encontrar quadros da corrente "arte naïf"

Pelos coloridos souks da Medina, é possível encontrar quadros da corrente “arte naïf”

COMO IR

Para conhecer a Medina e os principais pontos turísticos de Essaouria, um dia já basta. Há quem prefira dormir por lá, mas nós recomendamos um bate-volta feito desde Marrakech. Você pode contratar um carro particular em alguma agência de turismo (ou direto com o seu Riad ou Hotel) que leva até 5 pessoas no carro e custa cerca de EUR150,00. Se preferir, pode pegar um ônibus que sai diariamente de Marrakech e custa DRH70,00 ou DRH 100,00 o ônibus conforto 0 cerca de EUR 10,00 por pessoa). A empresa de ônibus que leva é a Supratours e você pode deixar para comprar uns dois dias antes, quando estiver no Marrocos mesmo.

Não é necessário contratar um guia para conhecer a Medina e as Skala em Essaouria, você pode ir por conta própria. Almoce na medina em algum dos vários restaurantes especializados em peixes da região. Há desde os mais tradicionais até uns mais modernos com vista pro mar (perto da Skala de la Ville).

 

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese