6 dicas imperdíveis para viajar na sua própria cidade


Atualizado em:


A gente ama viajar e tem certeza que você também! Mas nem sempre dá pra tirar férias ou ser aquelas pessoas que largam tudo pra cair no mundo, não é? Então que tal viajar na sua própria cidade? Afinal de contas, quanto você conhece do lugar onde vive?

Muitas vezes sonhamos em rodar pelo mundo e conhecer lugares novos, mas nos esquecemos do que está bem ao nosso lado. Você já visitou os principais pontos turísticos da cidade onde mora? Qual foi a última vez que você foi a um museu que fica a apenas alguns quilômetros de distância da sua casa?

Há muitas vantagens em entrar em contato com as opções de lazer, cultura e gastronomia de onde você vive. Viajar na sua própria cidade te ajuda a construir uma imagem do local desatrelada do trânsito e do stress do dia a dia. Sem contar que te dá aquele prazer que sentimos quando conhecemos lugares novos, mas sem precisar gastar quase nada.

Convencido? Então veja aqui as nossas dicas para viajar na sua própria cidade:

1- Ande mais a pé

Sim, quem vai a pé consegue prestar atenção a detalhes que não são visíveis de um carro ou ônibus. Ainda mais porque nesses veículos costumamos estar focadas em outra coisa, como o próprio trânsito, nosso celular ou um livro.

Você pode começar aos poucos. Durante a semana, que tal escolher um dia ensolarado em que você está de bom humor e pegar o ônibus alguns pontos para a frente, por exemplo? Ou então aproveite sua hora do almoço para dar uma volta no quarteirão antes de voltar ao trabalho.

Já aos finais de semana, você pode ir até o centro da cidade e descobrir algumas coisas que façam parte da história da cidade. Tente também dar uma volta a pé pelo seu bairro para descobrir pequenos segredos que tornarão seu dia a dia mais interessante.

ande mais a pé

Leia também: Tour pelo centro de São Paulo

2- Coma em um lugar diferente

Essa opção, pra quem mora em uma cidade grande como São Paulo, é mais fácil. Basta pesquisar um pouco e sair da sua zona de conforto. Que tal um restaurante russo? Ou talvez coreano? Ou mesmo um italiano que você nunca foi? Se você mora em uma cidade muito pequena, isso também é possível. Já pensou em experimentar a feijoada daquele boteco mais afastado do centro?

E não é preciso muito. Você pode também descobrir um café ou uma padaria que faz docinhos deliciosos, uma lanchonete com aquela maionese caseira de comer agradecendo… Enfim, variedade é a chave aqui.

Restaurante russo em Teresópolis, RJ (Imagem: reprodução)

Restaurante russo em Teresópolis, RJ (Imagem: reprodução)

3- Visite as atrações turísticas

Às vezes, quando moramos em um lugar, nem nos damos conta de que na praça principal da cidade tem uma bela fonte, ou que o prédio da prefeitura é de um estilo arquitetônico específico. Que tal olhar mais atentamente pra isso? Pesquisar um pouco mais sobre a história desses lugares?

Existe até mesmo um estigma de que certos passeios são só para turistas. Mas sabe, geralmente existe um motivo para aquelas serem as atrações turísticas. Aqui em São Paulo, por exemplo, adoro passear no Mercadão. O lugar é cheinho de visitantes e super inflacionado, mas é lindo, repleto de frutas diferentes e super agradável.

Se você já conhece o básico, experimente ir além. Com certeza existe alguma atração escondida que poucos conhecem. Ou uma experiência que você sempre quis ter, mas sempre posterga em prol de aventuras maiores. Se as opções são limitadas, que tal tentar um bate e volta?

Nesse ponto, abuse da internet. Não é porque passamos a vida toda morando em um lugar que conhecemos tudo que ele oferece. É muito possível que existam alguns segredinhos que você nunca ouviu falar e que são boas opções para viajar na sua própria cidade.

Memorial árabe em Curitiba (Imagem: reprodução

Memorial árabe em Curitiba (Imagem: reprodução)

4- Viaje na gastronomia

Vá ao supermercado mais próximo e experimente comprar algo que nunca teve em sua cozinha. Por que não convidar os amigos para um jantar tailandês? A experiência de pesquisar receitas de lugares diferentes e o desafio de executá-las pode ser uma ótima forma de sair da rotina e aprender sobre as diferentes culturas do mundo.

Você pode ainda acrescentar à experiência um drink tradicional e uma sobremesa. E tudo pode ficar ainda mais interessante se você transformar o jantar em uma noite completamente temática, com um filme e/ou músicas do país escolhido para acompanhar a comida.

Ingredientes do Pad Thai (Imagem: reprodução)

Ingredientes do Pad Thai (Imagem: reprodução)

5- Procure eventos culturais e artísticos

Dê uma olhada no jornal local e descubra o que está acontecendo em sua cidade. De repente tem uma banda super legal se apresentando no final de semana e você nem está sabendo. Pergunte para as pessoas, pesquise nos centros de cultura e universidades e talvez você perceba que sua cidade tem tanta coisa para oferecer quanto qualquer outra pelo mundo.

Um cinema que você nunca foi, um teatro, uma apresentação de dança ou um festival de música são algumas opções que podem passar despercebidas na correria do dia a dia. Feiras de artesanato ou gastronômicas são outra opção interessante.

Sabemos que as cidades brasileiras são muito diferentes entre si e, enquanto algumas têm uma oferta de entretenimento gigante, outras não tem quase nada. Mas pensar fora da caixa e sair da sua zona de conforto é um exercício importante para nos mantermos sempre atualizados com o mundo, e por isso propomos a você o desafio de descobrir o que há de melhor na sua própria cidade. E aí? Conta pra gente!

Virada cultural em SP (Imagem: reprodução)

Virada cultural em SP (Imagem: reprodução)

6 – Adote novos hábitos

Pense nas suas últimas viagens. Existe algo que você adora fazer quando está viajando e que pode ser incorporada ao seu dia a dia para deixá-lo mais agradável? Às vezes achamos que algumas coisas só cabem em uma realidade fora do nosso cotidiano.

Uma pausa para o café, fazer um piquenique em um parque – ou apenas sentar lá por alguns minutos para comer um sanduíche – e alugar uma bicicleta para um passeio são alguns exemplos de atividades bastante comuns em viagens e renegadas na nossa vida normal.

Leia também: Tatuagens de viagem: uma paixão lembrada na pele


E aí, o que acharam das dicas? Acreditamos que viajar na própria cidade, além de ser uma ótima forma de passear quando as férias ainda estão distantes, ou quando o dinheiro está apertado, é uma maneira incrível de deixar a vida cotidiana mais leve. Quais as suas dicas?

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese