Conheça a religião mais pacífica do mundo


Atualizado em:


A Índia é conhecida por ser um país altamente religioso e espiritual, sede de diversos templos, monastérios, Ashrams e destino de peregrinações. Apesar da religião hindu ser predominante, existem expressivos números de seguidores do islamismo, os sikh, cristãos, Ba’Hai e muitas outras menos conhecidas.

O Jainismo é uma delas. Seguida por cerca de 0,4% dos indianos (mais de 4 milhões de pessoas), esta religião foi fundada na Índia no século 6 a.C, por Mahavira, um contemporâneo de Sidharta (o famoso Buda), que também abandonou uma vida de riquezas em busca da libertação espiritual.

Segundo seus ensinamentos, todo ser vivo é sagrado e, por isso, deve ser respeitado. Isso implica que seja aplicada com rigor a ahimsa“- não violência, pois não se pode tirar a vida de nenhum ser vivo. A consequência é que os jainistas não comem nenhum tipo de ser vivo animal (tendo uma alimentacao vegetariana, quase vegana, e excluindo tuberculos pois sao considerados sagrados), não usam nenhuma roupa derivada de animal (como o couro, por exemplo), e é comum vê-los usando uma proteção na boca para evitar que eles “comam” acidentalmente algum microorganismo. Chega a ser surreal de tão exagerada a pacificidade né? Não comer acidentalmente nenhum ser vivo!

Jainistas com a boca coberta (imagem: reprodução)

Jainistas com a boca coberta (imagem: reprodução)

Como toda religião, os Jainistas tem uma vertente mais radical – os Digambara, que levam os ensinamentos tão a sério que não usam nenhuma roupa e não comem quase nada, pois estariam “roubando” o alimento de algum ser vivo se comerem.
Nessa vertente há apenas homens, pois eles acreditam que a mulher não pode atingir a libertação pela nudez ou falta de alimentos, e que devem reencarnar como homens para tal.  Essa questão me intrigou um pouco por ser bem machista, procurei e não achei nenhuma informação de que isto está na doutrina criada por Mahavira, o que me levou a pensar que, na realidade, esse comportamento deve ser mais motivado por homens que não querem ser “tentados” ao pecado pela visão de uma mulher nua do que por se tratar de algo da religião em si.

Jainistas Digambara com a "vassourinha" que usam para tirar possíveis seres vivos do caminho e não matá-los sem querer

Jainistas Digambara com a “vassourinha” que usam para tirar possíveis seres vivos do caminho e não matá-los sem querer (Imagem: reprodução)

Além da ahimsa, a vida de um jainista deve ser bem asceta, vivendo de maneira simples e devota baseada em quatro princípios: não violência, não apego a valores materiais, não mentir e não roubar. Eles acreditam fortemente no karma e, por isso, seguem a vida dessa maneira para serem o mais puros possível, caso contrário algo de ruim acontecerá a eles. São ou não são pessoas super corretas, pacíficas e desapegadas? (Pelo menos na teoria, pois não conheço nenhum Jainista pessoalmente)

Os princípios que devem ser seguidos pelos jainistas (Imagem: site H2h)

Os princípios que devem ser seguidos pelos jainistas       (Imagem: site H2h)

À semelhança dos hindus, os seres adorados pelos Jainistas são bem míticos e supremos, mas que não são tão poderosos (onisciente, onipresente e onipotente) como Deus, por isso é considerada uma religião ateísta. Tirthankaras são seres que alcançaram um estado de perfeição espiritual e, por isso, são os principais “deuses” adorados pelos seguidores dessa religião. As estátuas dos Tirthankaras estão espalhadas por todos os templos jainistas e são, geralmente, feitas de mármore, pois são lavadas com frequência, num ritual de adoração.

Tirthankara no templo em Jaisalmer

Tirthankara no templo em Jaisalmer (Foto:SV)

Tirthankara

Tirthankara (Foto: SV)

DSC02993

(Foto: SV)

Os templos da religião Jainista concentram-se, principalmente, no estado do Rajastão e costumam ser talhados em mármore branco, o que deixa o lugar lindíssimo. A visita é possível, porém não se pode entrar de sapatos e nem interromper nenhum praticante da religião, resumindo, é preciso respeitá-los, como deve ser feito em qualquer outro local religioso.

Detalhes do teto do templo em Jaisalmer, com imagens das escrituras

Detalhes do teto do templo em Jaisalmer, com imagens das escrituras (Foto: SV)

Detalhes do templo

Detalhes do templo (Foto: SV)

Os maiores templos encontram-se em Mount Abu (Ranakpur e Diwara), mas estes nós não visitamos. Fomos em um que fica dentro do forte de Jaisalmer (veja aqui o post de Jaisalmer), e um em Mumbai.

*Vale lembrar que o Jainismo e’ conhecido por ser a religiao mais pacifica do mundo, por pregar a ahimsa acima de todas as coisas, mas o conceito de ser pacifica ou nao depende de cada regiao do mundo e suas crencas, portanto nao podemos interpretar isso como verdade absoluta.

E aí? Achou interessante? Nós adoramos ter tido a possibilidade de conhecer um pouco essa religião tão diferente quando visitamos a Índia!

Consultamos este, este e este sites de religião para confirmar algumas informações que o guia havia nos passado.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

  • Que estranho. A religião mais pacífica é intolerante (às mulheres). Que decepção. Aliás, se não comem nenhum ser vivo, o que comem?

    • Oi Marina,
      Concordo plenamento com voce. A primeira coisa que pensei (e escrevi ate no post) e’ que achava essa crenca super machista.
      Quanto `a alimentacao, eles sao estritamente vegetarianos, em sua maioria veganos, com algumas excessoes para o consumo de leite quando tirado de uma maneira nao agressiva e nem exagerada, nao danificando a vaca. A maioria dos jainistas tambem nao come tuberculos por achar que alimentos que se desenvolvem no em baixo do solo sao seres “superiores” (nao sei bem ao certo o que isso significa).
      De qualquer forma, vale lembrar que a religiao ‘e auto-proclamada a mais pacifica do mundo (vou colocar essa observacao no post).
      Obrigada pelo seu comentario!
      Mari

    • Que bom que gostou, Elaine!!!! Esses segredos deixam as viagens mais interessantes né?? Foi um post super legal de fazer! Beijão!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *