Inka Jungle – de bike até o Machu Picchu


Atualizado em:


A trilha inca que se inicia na cidade de Cusco e vai, a pé, até o Machu Picchu tem duração de 3 a 6 dias e precisa ser reservada com meses de antecedência. Por ela você passa pelas regiões onde os próprios incas andaram e abriram a trilha e dorme em cidadezinhas até chegar a Aguas Calientes, que é a cidade mais próxima da antiga vila inca.

Outra opção é ir de trem de Cusco a Aguas calientes, e de lá ir a pé ou pegar um micro ônibus que te ajuda a subir até a entrada do parque nacional.

Como nós não reservamos a trilha inca, e não queríamos ir de trem, encontramos uma alternativa bem legal disponível em quase todas as agências de viagem de Cusco, e que é utilizada por bastante gente: a Inka Jungle (ou inka bike tour, jungle bike tour, e outras variações).

Como essa trilha não precisa de reserva antecipada, você combina com a sua agência em quantos dias quer fazer, e se junta a um grupo com guia (cerca de 15 pessoas, em média). Nós escolhemos 3 dias, 2 noites, com bicicleta. Aqui vai:

 Dia 1- Um carro busca no albergue as 6h15min e leva até Malaga, onde pegamos as bikes (2 a 3h de viagem). 45km de descida na biscicleta (linda vista, muitos tombos- a trilha é bem precária, mas é muito legal). Durante a descida tem parada para o almoço. Termina em Santa Tereza, onde há uma guest house já reservada para dormir.

Pegando as bikes em Malaga

A trilha que nos espera

Caminho complicado, cheio de curvas e pedregulhos

Dia 2- Acordar as 6h e iniciar a caminhada de 4h (apenas com duas paradas de 15 minutos) subindo uma montanha. Parte dessa caminhada passa pela trilha inca “original”. Muito cansativo, mas com paisagens de tirar o fôlego. Almoço em um povoado. Depois do almoço, de carro até a hidrelétrica de onde há a opção de seguir a pé ou de trem (nosso grupo se dividiu aí – eu de trem, minha irmã a pé) até Aguas Calientes. Dorme em albergue lá.

Caminhada

Vista da caminhada

Cada vez mais alto…

Muito alto! Haja fôlego (pra caminhada e pra vista)

Trem para Aguas Calientes

Dia 3- Machu Picchu! Quem quer subir a pé, acorda as 3h30min da manhã, quem vai de micro ônibus acorda as 4h para pegar a fila e conseguir vaga no primeiro, que sai as 5h30min. Tudo isso para ser um dos primeiros a entrar no parque e (literalmente) correr para pegar uma senha para subir Wayna Picchu, a montanha que aparece no fundo de todas as fotos, e dá uma vista maravilhosa do que foi a cidade inca. Não vale pegar o tour guiado. Ande por tudo, com suas dicas ou livros de guia turísticos, para conhecer cada canto, com seu tempo.

*OBS: Logo depois que voltamos o sistema de senhas para Wayna Picchu mudou. Agora você já compra sua senha pra Wayna Picchu junto com o ingresso pro Machu Picchu, pelo mesmo site. São apenas 400 pessoas por dia sendo que 200 das 7h as 8h e 200 das 10h as 11. Logo que comprar o ingresso você já escolhe seu horário. Não chegue atrasado senão você perde a vez!!! E é melhor comprar seu ingresso com uns 2 meses de antecedência ou mais, pois ficamos sabendo que as senhas estão se esgotando muito rápido.

Fila enorme pra entrar no parque, antes mesmo de o Sol nascer!

Amanhecendo em Machu Picchu

A recompensa! (Wayna Picchu é essa montanha maior da direita!)

Dorme em Águas Calientes para pegar o trem no dia seguinte de volta para Cusco.

OBS: A trilha não exige tanto preparo físico assim, mas é claro que se você nao está disposto a se cansar, suar, e ter algumas dores musculares, é melhor você fazer todo o trajeto de trem mesmo.

OBS 2: Ir super cedo pra Machu Picchu só é necessário se você quer a senha para subir a montanha, pois tem um número controlado de pessoas que podem subir por dia. É uma subida de 1h e bem íngreme, mas eu achei que valeu MUITO a pena! Se você nao for subir, pode dormir mais uma horinha!

OBS 3: Em cada esquina de Cusco tem uma agência de viagens que leva até o Machu Picchu. Num geral todas são tidas como boas, e vale você cotar com algumas e ver qual te passa mais confiança, pois todas são bem semelhantes. Nós usamos a Reserv. Cusco, e custou para cada um USD160, com hospedagem, transporte e refeições inclusas. (valores podem alterar de ano a ano)

 

 

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe seu comentário

  • Interessante as informações que você nos forneceu, isso ajuda muito os turistas que decidem viajar sem ter planejado antes. Além das alternativas que você menciona, há também outra rota de aventura para chegar a Machu Picchu, como a rota Salkantay …um trekking! Há muitas belas paisagens acompanhadas por lindos nevados e (não entendi o que seja sorvete. É sorvete mesmo¿)que nos ajuda a temperar nosso corpo enquanto caminhamos em grande altitude para descera um clima temperado e quente. E, finalmente, para aqueles que têm pouco tempo, não pode viajar de carro por 6 horas, até a hidrelétrica e depois caminhar 2 horas aprox. às margens do rio Vilcanota e pela linha ferroviária que nos leva ao povoado de Águas Calientes.

    Não se esqueça também do passeio Inca Jungle que, na primeira cidade de Santa Maria, depois do almoço, há uma atividade de aventura, Rafting! Atividade em que muitos turistas são encorajados a ter essa experiência de adrenalina nas águas caudalosas do rio Vilcanota.

    No dia seguinte, depois de apreciar a paisagem e a difícil caminhada, um banho de relaxamento natural o aguarda de Colcalmayo, (as águas termais mais saudáveis em todo o Peru). E, é claro, … como esquecer a última atividade de aventura que ocorre no terceiro dia … Zip lile ou Canopy. Muitos adoram estas atividades que podem ser o único momento em sua vida que você pode fazer!

    Desta forma, não há desculpa para não alcançar a maravilha inca de Machu Picchu, econômica, aventureira e com essa forte adrenalina para atingirmos ¿¿¿¿ nosso objetivo.

    Seria ótimo se você voltasse a Machu Picchu. Não se esqueça de fazer todas estas atividades, além do que você já sabia … seria espetacular.

  • joao guimaraes

    quero ir de bike até Machu Picchu, é possivel
    vou levar a bike no onibus até Cusco.
    existem grupos que vão de bike?
    existe alguma agencia que fazem o passeio com suas proprias bikes?

  • joao guimaraes

    quero ir de bike a machu picchu, é possivel ?
    vou levar a bike no onibus até Cusco.
    existem grupos que fazem isso, ou agencias que fazem o passeio com suas proprias bikes?

    • Oi Joao,
      Voce pode ir de bike ate perto de machu picchu (nao dentro do parque e das ruinas) e ha muitas agencias que fazem isso.
      não sei te dizer ao certo se você poderia usar sua própria bike, mas é muito provável que sim. Não vejo porque eles não deixariam você fazer parte do grupo da trilha de bike só pq tem a sua própria. Vale a pena você entrar em contato com umas três agências de Cusco e perguntar pra eles diretamente.
      Boa viagem!

  • Oi Pessoal, sonho em conhecer Machu Picchu e melhor ainda se puder levar minha filha, então gostaria de saber se é possível fazer as trilhas de bicicleta com ela, caso não, qual o melhor passeio para nós duas curtirmos esse paraíso? Ahh, e Parabéns pelo site ♥

    • Oi Michele, não acho que as trilhas sejam aconselháveis para criança (não sei se as agências levam ou não) pois os caminhos podem ser dificeis para alguem tão jovem, além de você não ter muita estrutura caso ela precise de algo como banheiro ou comida fora de hora. Acredito que vocês duas vão aproveitar mais fazendo o percurso de trem. Além de maior conforto, é um passeio legal para crianças, além de ter uma bela vista do Vale Sagrado!
      Boa viagem!

  • estou interessada de ir! posso estar hospeda em cuzco e sair de la para Machu Picchu?
    e se quero ir no final de jullho preciso agendar agora>? Resrvar?

    • Se voce quer ir no final de julho ainda desse ano deve já reservar sim. É capaz que já não consiga vaga em hoteis ou passeios pois está em cima da hora e julho é o período mais lotado, então seria bom você ver isso já para não correr o risco de ficar sem!! 🙂

      Voce pode ir pra Machu Pichu direto de Cusco mas é meio longe, então o recomendado é ir na véspera para Aguas calientes e dormir lá uma noite, e no dia seguinte vai cedinho pra Machu Pichu e no final da tarde volta pra Cusco.

      Boa viagem

    • Erica, tudo bem?
      Pessoalmente eu prefiro o primeiro horário, para pegar o começo do dia com as cores do nascer do sol (melhor para fotos) e para ver Machu Picchu inteira do alto e saber a imensidão que te espera. Depois você consegue dedicar todo o restante do tempo para explorar a cidade perdida.
      Quando fomos ficou muito quente e mais difícil a subida para o pessoal que foi no segundo horário.
      A única questão é o tempo, pode ser que esteja nublado pela manha e depois fique mais ensolarado…mas daí sao variáveis mais difíceis de controlar.
      Boa viagem

  • Deivison Berner

    Gostaria de saber como faço para me informar sobre valores. Parece ser uma boa experiência esse cronograma.
    Agradeço!

    • Deivison, os valores dependem da agência que você contratar ou de ônibus que pegar e etc. Sugiro a você dar uma olhada nos outros posts que fizemos sobre o Peru (incluindo os comentários) que poderá encontrar maiores informações de valores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.