Vinícolas em Santiago: vinhos a um pulo do centro da capital


Atualizado em:


O Chile é famoso por seus vinhos, que estão entre os melhores do mundo e que são encontrados no Brasil com um excelente custo-benefício. Por isso, quem visita o país se interessa em desfrutar o máximo possível de suas melhores marcas a um preço ainda mais acessível. E que tal conciliar isso com belíssimos passeios pelas vinícolas em Santiago? Algumas das melhores estão localizadas nos arredores da capital, no Valle del Maipo, e com acesso fácil por metrô!

Neste post vou trazer três dicas incríveis de vinícolas em Santiago que podem ser acessadas por transporte público, sem transtornos. Confira aqui informações sobre o transporte público na cidade e o que fazer em Santiago. Como essas vinícolas estão acessíveis por metrô, nossa ideia é te dar opções para que você não precise se preocupar em dirigir depois de beber um pouquinho mais. Responsabilidade sem perder a diversão. 😉

Por fim, trago também mais uma quarta dica de vinícola, esta localizada a uma distância maior, mas que vale muito a pena conhecer caso você queira ir ainda mais fundo no enoturismo em Santiago do Chile, e ter uma experiência mais exclusiva e intensa, já que o local também funciona como um hotel. Mas estou me adiantando… vamos aos tópicos desse texto:

-Vinícolas em Santiago: o que esperar? 
-Dica de 3 ótimas vinícolas centrais para ir de transporte público e ficar despreocupado.
-Uma dica de vinícola mais afastada, para uma experiência mais exclusiva ou para um pernoite diferente. 

Vinícolas em Santiago: o que esperar?

Nessas 3 vinícolas que selecionamos você vai poder visitar os vinhedos e conhecer um pouco das técnicas de plantio e colheita. Também irá visitar as adegas e depósitos, com seus barris de carvalho, e aprender mais sobre o armazenamento e conservação da bebida. E, claro, degustar algumas taças de vinho, porque ninguém é de ferro. Essas vinícolas também contam com lojas onde é possível comprar vinhos a preços mais acessíveis, além de acessórios e souvenires. É a oportunidade de se esbaldar com bebida de grande qualidade.

3 Vinícolas em Santiago para ir de transporte público. Confira!

-Cousiño Macul

Viña Cousiño Macul Santiago

Visitante pode visitar as adegas, onde acontecem as degustações – Foto: Divulgação

Entre as vinícolas em Santiago, a Cousiño Macul não é tão conhecida dos brasileiros e, talvez por isso mesmo, acho ainda mais interessante conhecê-la. Criada em 1856, é a única das grandes vinícolas de Santiago que continua nas mãos da família fundadora.

Hoje, mais de 150 anos e sete gerações depois, a família de proprietários segue produzindo vinhos de excelente qualidade a partir do Valle del Maipo. E na vinícola, o visitante pode conhecer todo o processo de produção da bebida.

Esta vinícola conta com quatro tours diferentes. O Tradicional custa 15 mil pesos chilenos por pessoa (aproximadamente R$ 93 na cotação de abril de 2020) e tem duração de uma hora e meia, no qual os guias mostram as dependências da vinícola, como os vinhedos e também as adegas subterrâneas históricas, que datam da fundação da Macul, além do museu. No passeio o visitante também poderá conferir o método de produção de duas das mais importantes marcas da Cousiño Macul, como Lota, Finis Terrae e Jardín de Macul. Durante o passeio acontece a degustação de três taças das linhas Reserva e Gran Reserva. Os tours contam com acompanhamento em português, inglês e espanhol e acontecem de segunda a sexta. Aos sábados, há mais dois tours, mas sem guia em português.

O Tour Isidora Goyenechea custa 20 mil pesos chilenos por pessoa (R$ 124) e tem como atrações adicionais a visita por locais que homenageiam a empresária que dá nome ao passeio. Em pleno século 19, ela se tornou uma das mulheres mais ricas do mundo ao gerenciar importantes minas de cobre do país. Durante o passeio se degustam quatro taças das linhas Isidora e Dama de Plata.

Há ainda mais dois tipos de passeios. O Tour Premium sai por 25 mil pesos (R$ 155) e inclui o mesmo roteiro do Tradicional, mais uma degustação extra de vinhos (dessa vez da linha Premium), acompanhado de uma tábua de queijos.

Por fim, há o passeio mais caro, o Jardín de Macul, que sai pela bagatela de 65 mil por pessoa (R$ 403). Com três horas de duração, oferece um passeio de bicicleta por todos os vinhedos e também pelos jardins da residência dos proprietários. A este preço, a celebração a Baco está mais do que garantida. São ao todo três degustações: uma logo na entrada, outra durante o passeio no parque e uma terceira ao final, com direito a seis dos melhores vinhos da casa e mais uma tábua de queijos.

Endereço: Av. Quilín 7100 Peñalolén, Santiago
Como Chegar: A vinícola está a 2,5 quilômetros da estação Quilín (Linha 4 do metrô). De lá, basta pegar um táxi ou um ônibus da linha D17 na própria Avenida Quilín.

Concha y Toro

Vinícola Concha Y Toro

As videiras se espraiam pelo vale da Concha y Toro

Uma das marcas chilenas mais conhecidas no Brasil, a Concha y Toro é produtora de uma das marcas de vinho emblemáticas na América do Sul, a Casillero del Diablo. A vinícola está localizada nos arredores de Santiago, mas em local de fácil acesso.

A propriedade é ampla e belíssima. É daqueles locais que nos fazem esquecer do tumulto da cidade grande. E a beleza das instalações nos fazem ficar com vontade de passar ainda mais tempo por lá. Além dos amplos vinhedos, há ainda belos casarões e um lindíssimo lago, além de uma área verde repleta de grandes árvores e jardins belíssimos. O restaurante do local oferece os vinhos da marca, doces e salgados deliciosos, além de empanadas de boa qualidade (nada comparadas com as argentinas, mas valem o esforço). E, por fim, a loja oferece todos os rótulos da casa e outros souvenires, além de acessórios indispensáveis a um amante do vinho.

Ao todo, há seis opções de passeios no Concha y Toro, que são acessíveis para cadeirantes ou para famílias com carrinhos de bebê. O Tour Tradicional custa 18 mil pesos chilenos (R$ 112) e inclui um passeio pelas adegas, especialmente a Casillero del Diablo, que possui uma antiga lenda fantástica, além de passeio pelos jardins e a antiga residência de verão da família Concha y Toro. E, claro, é possível visitar a extensa área de vinhedos do Valle del Maipo. Ao final do passeio, acontece a degustação de três vinhos premium, além de ganhar uma taça como recordação.

O Tour Gran Reserva custa 20 mil pesos chilenos por pessoa (R$ 124) e tem as mesmas atrações, tendo como adicional a degustação de um vinho nobre acompanhado de frutos secos. O Tour Casillero del Diablo tem como adicionais a degustação de dois vinhos da linha de mesmo nome, também com frutos secos, e custa 22 mil pesos (R$ 136,40).

Para quem está mais interessado na degustação do que nos roteiros em si, os três passeios mais caros oferecem mais opções. O Tour Marques de Casa Concha oferece, além de três degustações durante o passeio, mais uma rodada de quatro variedades da linha Marques de Casa Concha, devidamente acompanhada de uma tábua de queijos. Tudo isso por 25 mil pesos (R$ 155). O tour mais caro é o Aromas, que sai por 30 mil pesos chilenos (R$ 186) e oferece seis degustações: três durante o passeio e outros três após, sendo que estes últimos são da linha Cosecha 2018 e inclui um desafio especial: identificar as uvas pelo olfato. Por fim, a Fine Wines custa 34 mil pesos (R$ 210) e oferece sete degustações, sendo que as quatro últimas são das linhas mais sofisticadas da vinícola, acompanhadas de queijos finos.

Endereço: Av. Virginia Subercaseaux 210, Pirque
Como chegar de transporte público: Pegue a linha 4 do metrô e siga até a estação Las Mercedes. Ali, procure pelos ônibus das linhas 73, 80 e 81, que deixarão você na esquina da vinícola.

Santa Carolina

Casarão Vinícola Santa Carolina, em Santiago

O Casarão é uma das atrações da Viña Santa Carolina – Foto: Divulgação

Outra das vinícolas em Santiago muito apreciada pelos brasileiros, a Santa Carolina é uma das mais antigas do Chile, fundada em 1875. Sua fama internacional vem crescendo a cada ano e, em 2015, foi eleita pela revista Wine Enthusiast como a Melhor Vinícola do Novo Mundo.

A marca possui vinícolas em várias regiões do Chile, inclusive no Valle do Maipo, nos arredores de Santiago, com acesso por transporte público. A loja da marca vende não apenas os seus rótulos, mas também souvenires e acessórios, além de outros itens, como o o livro “140 anos de Santa Carolina”. A belíssima sede é um casarão construído com estilo colonial.

A propriedade também está aberta para casamentos. Os pombinhos têm acesso ao parque e às adegas.

Ao todo, há duas opções de passeios, todas com guias em português e inglês, além do espanhol. O funcionamento é de segunda a sexta-feira. São abertos passeios em um domingo por mês, mas é preciso verificar com antecedência a data correta.

O Tour Carolina é o mais barato e custa 14 mil pesos chilenos por pessoa (R$ 87), com direito a passeio pelo casarão, jardins e pelas adegas, tanto as de superfície quanto as subterrâneas. Ao final, o visitante tem direito à degustação de três vinhos das linhas Reserva. O Tour Premium sai por 35 mil pesos chilenos (R$ 217) e possui o mesmo trajeto do Tour Carolina, mas com degustação de cinco vinhos, incluindo das linhas Premium e Ícones, com acompanhamento de tábua de queijos, frios e frutos secos.

Uma experiência interessante oferecida pela Santa Carolina é o Piquenique, ao preço de 34 mil pesos chilenos (R$ 210) para duas pessoas. O visitante recebe duas garrafas do Reserva Cabernet Sauvignon, dois sanduíches, tábua de queijos e frutos secos e mais duas embalagens de batatas chips artesanais, além de garrafas de água, alfajores e taças. E, claro, a toalha de piquenique. É preciso reservar com ao menos 24 horas de antecedência.

Endereço: Til Til 2228, Macul
Como chegar de transporte público: Basta pegar a linha 5 do metrô e descer na estação Rodrigo de Araya. A entrada da vinícola está a 10 minutos de caminhada, percorrendo a avenida Vicuña Mackenna e as ruas Juan Sebastián Bach, José Ananías e finalmente a Til Til.

Dica de vinícola deliciosa porém mais afastada de Santiago

Esta vinícola fica um pouco mais afastada de Santiago – está a 150 quilômetros da capital chilena, já no Vale do Colchagua, mas vale muito a pena. É impossível deixar de mencionar já que tem excelentes rótulos, bom gosto e ainda um hotelzaço que funciona por lá. Possibilita uma experiência diferente e mais intensa, além da visitação.

Casa Lapostolle

Lapostolle Residence Chile

É possível se hospedar no Lapostolle e ter uma vista impressionante – Foto: Divulgação

Os vinhos da Casa Lapostolle possuem status de qualidade internacional e um de seus rótulos, o Clos Apalta 2005, foi eleito pela prestigiosa revista Wine & Spectator como o melhor vinho do mundo daquele ano.

O diferencial desta vinícola é que, além de estar aberta à visitação, também é possível se hospedar nela. O Clos Apalta Residence está incluído no roteiro internacional da Relais & Chateaux – associação de hotéis, chefs de gastronomia e restaurantes, especializada em turismo de alto luxo – desde 2011. A vista para o estonteante vale é o grande cartão de visitas. O restaurante oferece um refinado cardápio com o melhor da culinária chilena. A loja oferece diversos rótulos de vinhos e também de Pisco, a bebida nacional.

Ao todo, a Casa Lapostolle possui quatro passeios, com duração de aproximadamente uma hora, que inclui visita às vinícolas e adegas. O Tour Le Petit Clos custa 25 mil pesos chilenos por pessoa (R$ 155) e inclui degustação de dois vinhos da marca. Já o Tour Clos Apalta se encerra com três vinhos e sai por 35 mil pesos (R$ 217). Por fim, o Tour Vertical Clos, de 45 mil pesos (R$ 279) oferece três vinhos nobres da marca Clos Apalta. Há ainda um tour privado, sujeito a disponibilidade de data.

Endereço: I-90, km 36, Santa Cruz
Como chegar: Pegue a rodovia 5, que liga Santiago ao sul do país, e siga cerca de 140 quilômetros até a rodovia 90, em Santa Cruz.

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.