Cidades de Portugal: melhores destinos e o que ver no país


Atualizado em:


Quando pensamos em viajar para a Europa, escolher visitar Portugal é sempre uma tentação. O país é acolhedor, o idioma é o português, a história do país se mistura com a nossa própria, além de muitos outros motivos que deixarão sua visita ainda mais inesquecível. Recentemente, conheci algumas cidades de Portugal e descobri porque o país virou o destino queridinho dos brasileiros.

Lisboa e Porto são paradas clássicas em qualquer roteiro. Mas, além dessas, há muitas outras cidades de Portugal que são surpreendentes e únicas, e têm tudo para oferecer uma experiência cultural, gastronômica e de grandes descobertas. Além da lista e descrição das principais cidades, aproveitei para incluir nesse post dicas do que fazer em cada uma delas. Assim fica mais fácil para você decidir o que vale a pena entrar no seu roteiro de acordo com o seu tempo e disponibilidade, e o que fica para uma próxima.

Dicas e Roteiro Portugal

Portugal, pequeno em tamanho e grande em possibilidades. Foto tirada em Lisboa.

Quais cidades de Portugal visitar?

Nesses post, falaremos sobre as seguintes destinos. Se quiser ir direto para o trecho do seu interesse, basta clicar no nome da cidade:

Lisboa: a charmosa capital do país
Porto: e a região do Douro
Sintra: clima de interior pertinho de Lisboa
Cascais: o balneário dos lisboetas
Coimbra: antiga capital de Portugal e repleta de história
Évora: ponto estratégico para explorar a região do Alentejo
Braga: a cidade mais antiga de Portugal
Fátima: parada certeira dos peregrinos em Portugal
Óbidos: a vila das rainhas
Faro: e a região de praias do Algarve

-Lisboa: a charmosa capital de Portugal

A capital do país, Lisboa, é o principal ponto de partida de quem monta um roteiro em Portugal. A maioria dos vôos que saem do Brasil chegam em Lisboa, e alguns tantos outros em Porto também. A cidade também é prática para servir de base para bate e voltas como a Cascais e Sintra. Por isso, é interessante reservar no mínimo 4 noites para sua estadia antes de sair para o norte ou sul do país. Acabei me empolgando e contando o que mais gostei de fazer em Lisboa nos próximos parágrafos.

Lisboa Portugal

Bonde: um marco que ainda existe – e funciona – em Lisboa.

Quando estiver em Lisboa não deixe de curtir o famoso e boêmio bairro do Chiado, um dos mais gostosos da cidade. O bairro é uma delícia tanto a noite como de dia. O grande e agradável calçadão da rua Augusta com suas lojas, restaurantes e docerias, e a famosa Praça do Comércio são pontos da cidade que você com certeza passará com certa frequência. Ainda nesse centrinho está a Catedral de Lisboa, mais conhecida como a Sé de Lisboa, como é o nome dado a maioria das catedrais de Portugal (você vai ver que mencionarei ao longo do texto várias outras Sés nos trechos sobre outras cidades de Portugal).

Aproveite para visitar também o Castelo de São Jorge, um castelo medieval bem no meio de Lisboa, que já serviu de residência da Família Real. A vista que se tem da cidade de Lisboa a partir do Castelo é realmente magnífica. Já na outra ponta de Lisboa, está o bairro de Belém, que merece um dia completo para ser bem aproveitado (veja aqui dicas do que fazer no bairro de Belém em 1 dia). Lá está a Torre de Belém, do Mosteiro dos Jerônimos, o monumento “Padrão dos Descobrimentos”, além da famosa loja dos Pastéis de Belém.

-Porto: muito vinho e a porta de entrada para o vale do Douro

Às margens do Rio Douro está a deliciosa cidade do Porto. A cidade é pequena e fácil de ser explorada. Do outro lado do rio Douro está Vila Nova de Gaia, onde ficam as caves de envelhecimento e amadurecimento do vinho que levam o nome da cidade. Ainde perto de Porto, Matosinhos fica na beira do mar e é excelente ponto para comer mariscos. Um centro histórico, vinho, praias, cultura e muito mais. Por isso, reserve alguns dias para explorar a cidade, eu diria que no mínimo 3 noites.

Porto Portugal

Vista da cidade do Porto nas margens do rio Douro, com as belas luzes do pôr do sol

E falando em vinho, é impossível não associar Porto com o Douro, região demarcada onde estão as vinícolas que produzem o vinho do Porto. Vale muito a pena dedicar um dia para visitar a região, ou ainda, dormir por lá. O visual do vale do Douro é lindo, e há muito o que ver. Dá pra passar tranquilamente duas noites apenas na região do Douro.

E o que fazer em Porto? Para um passeio no centro da cidade, não deixe de conhecer a Sé do Porto (catedral erguida no século 12 no estilo românico), a Igreja do Carmo, a Livraria Lello e Irmão (mais uma inspiração para Harry Potter, dessa vez a Livraria inspirou a concepção da “Floreios e Borrões”), a Torre dos Clérigos, a lindíssima estação São Bento e o Mercado Bom Sucesso. Aproveito para dizer que apreciar o entardecer nas margens do rio, vendo o sol refletindo nas águas e deixando-o bem dourado é uma das experiências mais contemplativas e gratificantes que tive por lá.

-Sintra: clima interiorano pertinho de Lisboa

Nos pés do Parque Natural Sintra-Cascais,, bem pertinho de Lisboa, está Sintra. Esta pequena cidade está a 40 km da capital portuguesa e pode ser acessada facilmente de trem. Sendo assim, é uma excelente opção de bate e volta a partir de Lisboa e tem atrações suficientes para você dedicar o seu dia todo apenas a ela.

Sintra Cidade de Portugal

Vista aérea do Palácio da Pena em Sintra, Portugal

Sintra parece ter parado no tempo de tão romântico que é seu visual de casinhas coloridas de interior português com paisagem montanhosa. Andar pelo centro da cidade é super agradável. Além disso, vale a pena visitar o Castelo dos Mouros, uma edificação do século 9 construída no alto da montanha de Sintra, o Palácio da Pena e o Palácio Monserrate (se estiver com tempo ou escolher dormir uma noite por lá).

Porém uma das principais atrações de Sintra é a Quinta da Regaleira. Trata-se de uma propriedade que anteriormente pertencia a uma senhora da elite portuguesa. É na Quinta da Regaleira que está o “Poço Iniciático”, um marco da cidade: um poço com quase 30 metros de profundidade que conecta a uma rede de cavernas e que tem caráter místico para algumas pessoas – além de ser uma das paradas mais famosas para fotos e selfies em Sintra.

-Cascais: o balneário dos lisboetas

A vila de Cascais é outro destino muito procurado para quem quer fazer um bate e volta de Lisboa. Afinal, são 33 km de distância entre as duas cidades em um percurso de apenas 30 minutos. Para facilitar ainda mais o acesso, hoje em dia o sistema de metrô de Lisboa tem uma linha que vai até Cascais.

praia de cascais

Mas por que Cascais é tida como uma das principais cidades de Portugal? Além da distância de Lisboa, outro ponto forte é o fato de ser uma cidade litorânea. O que chamou atenção da população portuguesa no passado, principalmente a elite, para que Cascais se tornasse um balneário foi a beleza natural da cidade. Banhistas se esbaldam em praias como as da Conceição, da Duquesa, das Moitas, e também nas mais afastadas do centros, como a famosa Estoril e a praia do Guincho.

Por lá, existe ainda a “Boca do inferno”, um “buraco” em uma rocha situada na beira do mar, que forma um arco e é um local cheio de lendas. Há ainda opções de visitas a museus que ficam em prédios que serviram de residência para a antiga aristocracia portuguesa, como o Museu Condes de Castro Guimarães, do Mar, Casa da História Paula Rego e Palácio da Cidadela.

-Coimbra: antiga capital de Portugal e repleta de história

A primeira coisa que me vem à cabeça quando falo de Coimbra é a famosa Universidade de Coimbra. E, sim, a instituição fundada em 1290 precisa estar na listinha de lugares para se conhecer pois é um marco e tanto, principalmente quando você se depara com algum estudante com as longas capas pretas. Ah, você sabia que J. K. Rowling, autora de Harry Potter, se inspirou nos estudantes da Universidade de Coimbra na hora de pensar no uniforme de Hogwarts? Ela morou uma época em Portugal e já confirmou várias referências ao país que aparecem em seus livros.

universidade de coimbra

Pátio da Universidade de Coimbra – Foto: WikimediaCommons

Mas além da Universidade, quando estiver por lá, dedique um tempo para conhecer a Sé Velha (marco da escolha da cidade como a antiga capital do país); o Colégio das Onze Mil Virgens (colégio jesuíta mais antigo do mundo); a Quinta das Lágrimas; o Mosteiro de Santa Cruz; o Aqueduto de São Sebastião, e o Parque Verde de Mondego. Ufa!

Considere passar uma noite na antiga capital de Portugal, para aproveitar melhor e com calma tudo o que a cidade tem a oferecer.

-Évora: cidade estratégica para explorar o Alentejo

Évora é a capital e maior cidade da região do Alentejo, um destino cheio de pequenos vilarejos charmosos e conhecido pela produção de vinhos e azeites, e pela ótima gastronomia. Por isso, Évora é um ótimo ponto para estabelecer uma base e explorar a região mais a fundo, além de ter suas próprias atrações. Não daria para esperar menos de uma cidade que data antes mesmo do nascimento de Cristo.

capela de ossos

Interior da Capela de Ossos – Foto: WikimediaCommons

Em Évora está a maior catedral medieval de Portugal, a Sé de Évora. A igreja do século 13 que só ficou pronta no século seguinte é um dos pontos turísticos para ser visitado nesta antiga cidade portuguesa. Além da Sé de Évora, a cidade preserva um aqueduto romano que ainda é usado para abastecer a cidade que vale a pena ser visitado, assim como a antiga muralha.

Há ainda o antigo Templo Romano de Évora, o Palácio de Dom Manuel e a famosa Capela de Ossos da Igreja de São Francisco. A Capela de Ossos é bem famosa por suas paredes envoltas de caveiras e ossos humanos. O intuito é colocar a população em um jogo de reflexão sobre a transitoriedade da vida, mas condesso que fica um tanto quanto assustador.

-Braga, a cidade mais antiga de Portugal

Uma viagem a Braga significa uma viagem a Portugal medieval e romana. Isso porque esta cidade portuguesa mantém muitos prédios e monumentos da época, já que foi um importante local para o Império Romano e bem relevante em questões religiosas durante a Idade Média. Ah, é a cidade mais antiga de Portugal e fica na região do Minho.

Braga Portugal

Santuário Bom Jesus do Monte perto da cidade de Braga

Braga fica ao norte do país, 40 minutos a nordeste de Porto. Lá estão atrações como o Santuário do Bom Jesus do Monte, e também o lindíssimo Jardim de Santa Bárbara. Flores são cultivadas em meio a ruínas do que era antigamente uma construção medieval, e também onde é mantida uma fonte do século 17.

Por fim, na cidade também está a igreja católica mais antiga do país: a Sé de Braga. Construída entre os séculos 4 e 5, a catedral foi erguida em estilo românico e hoje apresenta traços barroco (após restauração). Ainda na região central, há o Museu dos Biscaínhos e o Arco da Porta Nova.

-Fátima: parada certeira dos peregrinos em Portugal

Cidade de Portugal famosa pela padroeira do país: Nossa Senhora de Fátima. É bastante procurada por quem faz turismo religioso, já que a grande maioria das atrações estão relacionadas à Santa, sua aparição, os pastorinhos, entre outros. Por esse motivo, a maioria dos pontos turísticos estão no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, e é fácil visita-los todos a pé e em um único dia.

santuraio de fátima

Foto: WikimediaCommons

É no Santuário de Fátima que está a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, igreja erguida em 1953 e onde estão os túmulos dos três pastorinhos. Bem em frente a Nossa Senhora do Rosário está a Basílica da Santíssima Trindade. Mais moderna, foi construída em 2007 para abrigar mais de 8 mil peregrinos e fiéis, porque a antiga basílica não comportava tantos visitantes.

No Santuário há também a Capela das Aparições, construída no local onde acreditam que ficava a árvore em que em que Lúcia, Francisco e Jacinta viram a imagem de Nossa Senhora em 1917 (hoje substituída por uma imagem da Santa).

Para além do Santuário de Fátima, vale a pena visitar a casa dos pastorinhos. A casa não fica em Fátima, mas em uma pequena aldeia chamada Aljustrel, a 2 km de distância. As casas foram transformadas em museus e objetos pessoais das crianças ficaram preservados até hoje, o que revela alguns traços do cotidiano e das condições de vida das crianças que viram Nossa Senhora de Fátima.

-Óbidos: a vila das rainhas

A pequena Óbidos é outra cidade de Portugal que remete ao passado medieval. Ao longo da história do país, muitas rainhas de Portugal tinham a cidade como seu dote de casamento – uma tradição que começou quando o rei D. Dinis oferecendo a cidade a D. Isabel no século XII. Por este motivo, Óbidos também é conhecida como “vila das rainhas”.

Cidade de Óbidos em Portugal

Paisagem de Óbidos com as casas medievais e a muralha. Cidade rápida de visitar e popular entre os turistas.

Ao andar pelas ruas dessa charmosa cidade portuguesa, o que chama a atenção são as casinhas de fachada branca e moldura colorida, além diversas igrejas de Óbidos e das construções medievais – como a muralha (a cidade ainda fica dentro da muralha) e o Castelo de Óbidos, principal atração da cidade e que data do século 12.

Óbidos é tida como uma das mais bem preservadas e pitorescas cidades de Portugal, e é bem rápida para visitar, precisando apenas de um dia ou até menos. Muitos saem de Lisboa, visitam Óbidos e seguem para Fátima ou Coimbra para o pernoite.

-Faro: as belezas únicas das praias do Algarve

Por último, mas – definitivamente – não menos importante, não poderia de mencionar a região do Algarve. As conhecidas praias de Portugal com suas personalidades únicas, ficam a maioria no Algarve, no extremo sul do país. Faro é a principal cidade e capital da região, por isso é um excelente ponto estratégico para montar sua base antes de sair explorando as praias do Algarve.

Praias Algarve Portugal

Caverna de Benagil, um ícone da região do Algarve. Foto por Bruno Carlos, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

São tantos pontos naturais incríveis que dá pra ficar uma semana por lá tranquilamente, principalmente durante o verão, quando há muita gente pegando uma praia aproveitando o calor. Porém, com 3 dias já dá pra curtir bem os visuais, sem se demorar tanto em cada parada.

Os lugares considerados mais incríveis são: Praia de Benagil, Praia da Marinha, Praia dos Três Irmãos, Praia Dona Ana e Ponta da Piedade. Mas aposto que você também vai adorar conhecer as cidades de Lagos, Albuferia e Portimão, além de outros tantos segredos e praias deslumbrantes do sul de Portugal.


Agora que você já conhece as principais cidades de Portugal para visitar na sua viagem, está mais do que pronto para montar o seu roteiro para uma tour pelo país. E você já sabe, mas não custa lembrar: a caixa de comentários desse post está sempre aberta para trocarmos experiências e dicas, e também para tirarmos possíveis dúvidas que ainda tenham surgido.

Espero que tenham gostado, e se quiserem mais dicas de Portugal, não deixe de acessar nossos outros posts. Boa viagem! ♥

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais
por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.