O que ninguém conta sobre viajar sozinha


Atualizado em:


Viajar sozinha é uma delícia, e eu sou a primeira a estimular outras mulheres a se jogarem nessa aventura. Para uma mulher, viajar desacompanhada pode ser uma experiência riquíssima de descobrimento e empoderamento. Mas por aqui a gente não gosta de romantizar nada. Por isso, acho legal pontuar algumas coisas que geralmente passam despercebidas na maioria dos relatos.

Photo by Element5 Digital on Unsplash

Ao longo da nossa série Mulher Viajante, já trouxemos um contraponto com a experiência da Thaís, que contou porque não gostou de viajar sozinha. Eu também já contei por aqui uma das minhas experiências, na Europa, e tentei pontuar alguns altos e baixos. Agora vou recapitular os principais pontos que acho que costumam ser deixados de lado nos textos inspiradores. A ideia é que com esses segredos vocês possam partir por aí, mas sabendo tudo o que precisam.

Atenção! Estes não são aspectos necessariamente negativos e, claro, tudo isso é baseado nas minhas experiências, que acho que podem se aplicar para outras pessoas. Dá uma olhada aqui e me conta o que acha:

Você vai se sentir solitária

Gente, não tem jeito, se você vai ficar muito tempo sozinha uma hora vai se sentir solitária. Claro que você sempre pode fazer amigos no caminho, conhecer o amor da sua vida ou amar a sua própria companhia, mas uma vez ou outra você vai sentir um apertinho no peito ao olhar ao redor e não encontrar um porto seguro.

A questão principal aqui é o que você faz com esse sentimento. Você pode se afogar nele e contaminar a sua experiência ou pode tentar abraçá-lo. Na minha humilde opinião, é na hora em que você abraça o estar sozinha que a viagem se torna transformadora. Você aprende a olhar para essa solidão temporária de uma maneira menos melancólica e aprende muito sobre você.

Você pode também só comprar um chocolate e curtir essa bad um tempinho que eu garanto que as chances de você acordar no dia seguinte renovada são enormes!

Você vai sentir falta de falar

Quando eu estava fazendo intercâmbio, uma das minhas amigas sempre fazia viagens sozinha ao longo do semestre. Enquanto isso, eu ia todas as vezes com outros dois amigos. Nós três reparávamos que essa que ia só fazia uma quantidade enorme de posts no Snapchat – que ainda era o aplicativo do momento. O mais curioso é que a maioria deles eram vídeos em que ela contava alguma coisa sobre a cidade onde estava.

No fim do intercâmbio, quando eu resolvi partir pra minha aventura, entendi completamente o porquê. Ela queria falar! Falar em português e com gente que ela conhecia. Quando você viaja sozinha, por mais sociável que seja, acaba passando um tempão em silêncio. Seja porque não sabe falar a língua do lugar ou porque a pessoa que sentou do seu lado no transporte tinha cara de pouco amigos. Ou ainda, você pode chegar em um ponto turístico e não encontrar ninguém. De qualquer maneira, você certamente vai perceber o valor de um comentariozinho.

Photo by Ibrahim Rifath on Unsplash

Você vai sentir falta de aparecer nas fotos

Sem alguém com quem você tem intimidade por perto para tirar suas fotos, é muito possível que você acabe abrindo mão de aparecer em muitas delas. Selfies não dão conta de mostrar bem o lugar, além de ficar tudo sempre igual e, algumas vezes, a vergonha pode vencer na hora de pedir para um desconhecido. Mas pra você não voltar pra casa só com fotos de paisagens, dá uma olhada nas nossas dicas de como tirar fotos boas viajando sozinha!

Vai sobrar tempo

Quando você está sozinha, tudo é mais rápido. Você anda mais rápido, come mais rápido, visita os lugares mais rápido. Não tem alguém pra você esperar antes de sair do hotel, ou pra te distrair na hora de olhar o caminho a ser feito. Também não tem um amigo pra fazer uma longa sessão de fotos nos lugares super instagramáveis que a gente encontra por aí. Pode então ter certeza que as horas vão passar mais devagar.

Isso quer dizer que você vai conseguir ver Paris em dois dias? Não, calma lá. Na verdade, minha dica aqui é para você, com isso em mente, aproveitar para fazer tudo com mais calma e realmente viver e sentir os lugares, às vezes conhecendo até mais deles, já que você vai ter tempo de ir além dos pontos turísticos ou parar no meio da tarde para um café e um docinho. Relaxe e curta!

O que mais te surpreendeu quando viajou sozinha pela primeira vez? Conta pra gente!

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *