Kanazawa, no Japão: a cidade que você precisa incluir no seu roteiro


Atualizado em:


Kanazawa foi, definitivamente, a cidade que mais me surpreendeu durante nossa viagem ao Japão. Eu não tinha nenhuma expectativa e nem sabia o que esperar de lá, então me encantei quando descobri que ficava em Kanazawa um dos três grandes jardins japoneses, que lá haviam bairros históricos lindíssimos, um monte de museus bacanas e, pra melhorar, ainda tinha uma culinária super rica, com restaurantes de chorar de tão bons! Pra mim, Kanazawa virou “must visit” no Japão, e ideal para quem quer incluir mais uma cidade no roteiro além de Tokyo e Kyoto. Vamos às dicas?

Higashiyama Higashi Chaya District, bairro antigo de gueixas em Kanazawa, uma graça e cartão postal do destino!

Como chegar a Kanazawa?

Essa é fácil, porque há shinkansens (aka trem-bala) direto de Tokyo ou Kyoto para Kanazawa. A logística fica ainda mais tranquila se você tiver comprado o JR Pass (passe de trens para turistas para 7,14 ou 21 dias), porque o seu único trabalho será reservar seu assento no trem com alguns dias de antecedência, e pronto.

Quem está fazendo um tour mais completo pelo Japão e incluiu Takayama e Shirakawa-go no roteiro, existem algumas outras opções de como chegar em Kanazawa.

De Takayama, pegue um trem local para Toyama (a linha que pegamos era a Limited Express Hida e a viagem durou 90 minutos) e depois pegue o shinkansen até Kanazawa, em uma viagem rápida de 20 minutinhos. Se preferir ir de ônibus, a viagem demorará em torno de 2 horas e meia, e há geralmente quatro horários de saída com a empresa Hokutetsu Highway Bus.

Casal em lua de mel é avistado no jardim japonês de Kanazawa. =)

Onde ficar em Kanazawa?

Durante o planejamento da viagem, nós ficamos divididos entre dois hotéis: o hotel Nikko Kanazawa, onde nos hospedamos e tivemos uma ótima experiência, e o hotel ANA Crowne. Esses dois são os melhores hotéis de Kanazawa, do lado da estação de trem (isso no Japão é bom) e um dos mais luxuosos também já que essa era nossa viagem de lua de mel. Porém, enquanto estava lá, descobri dois hotéis boutique bem fofos e bem localizados: o Mitsui Garden Hotel que tem onsen na cobertura com vista para a cidade e decoração japonesa moderna, e o The Square Hotel, que é novo e tem bons quartos para uma noite despretenciosa na cidade. Por isso super recomendo qualquer um desses quatro, sendo que as duas últimas dicas são bem de insider mesmo, de quem foi, anotou e gostou (são pouco divulgados mas tem avaliações ótimas no booking.com).

O quarto do nosso hotel Nikko Kanazawa era ótimo, e o banheiro MUITO bom também. Imagine 3 grandes janelões na frente da cama iluminando tudo (o ângulo da foto não me ajudou…rs).

Se essas opções parecem caras demais para você, veja os hotéis da rede APA que são bons e budget, como o APA Kanazawa Katamashi que acabou de ser reformado, ou o APA Kanazawa-Chuo que tem boa localização. Saiba que os quartos são bem minis, mas o valor da diária é bem baixo e convidativo.

Se você quer se hospedar em um ryokan em Kanazawa, temos duas dicas: o Ryokan Sumiyoshiya que é super recomendado, tradicional e bonito; e o Ryokan Nakayasu que é bem mais simples mas também mais em conta.

Mas afinal, o que pra tem fazer em Kanazawa? E quantos dias preciso ficar?

Nós ficamos uma noite apenas, mas estruturamos o roteiro de modo que ficássemos quase um dia e meio na cidade, chegando cedo no dia anterior e saindo depois do almoço no dia seguinte. Achei suficiente, mas poderia ter ficado mais uma noite tranquilamente, e saído no outro dia de manhã.

Explorar sem rumo pelas ruas de Kanazawa: uma atração a parte.

Achei as atrações em Kanazawa bem diferentes entre si. Até a estação do trem é linda. De longe o que mais amei foi o jardim japonês. Também adorei caminhar sem rumo pela região de Korinbo no caminho entre o museu do século 21 e o antigo bairro de samurais.

Para ficar mais fácil, fiz uma lista abaixo que inclui não apenas passeios, mas experiências legais para ter na cidade:⠀

-Kenroku-en (jardim japonês)

O Kenroku-en em Kanazawa é um jardim impressionante e imperdível para quem visita a cidade.

O Kenroku-en é um dos três jardins importantes do país. Esse jardim japonês tem praticamente o tamanho de um parque e todo cantinho é bem cuidado com detalhes milimetricamente posicionados para você contemplar, e que te darão uma sensação incrível de relaxamento. ⠀

-Higashiyama Higashi Chaya District e muitas compras

Pelas ruas do bairro mais cênico de Kanazawa (a primeira foto desse post também é de lá).

Vista que tivemos ao cruzar a ponte que leva ao bairro.

Casinhas na beira do rio, no melhor estilo japonês.

Lojas com vários itens em ouro: tem até bolo de ouro e cosméticos!

O sakê que mais me marcou na viagem (e que virou um ótimo presente pra minha irmã).

Esse era o antigo bairro das gueixas da cidade e tem uma das ruas mais cênicas de Kanazawa. Hoje, no lugar de algumas okiyas e ochayas (entenda mais aqui) estão lojinhas de ouro, souveniers, comidinhas e sakês – foi aqui que conheci e comprei o melhor sakê da viagem, da foto acima. ⠀

-Visitar o Omicho Market 

Produtos que eu nunca tinha visto igual no Omicho Market, em Kanazawa

Olha o tamanho dessas belezinhas!

Quem é fã de ostras aí?

O mercado da cidade é mega interessante, com produtos diferentes dos nossos (ocidentais), uma variedade imensa de frutos do mar, além de ótimas opções de lugares para comer. As ostras vendidas lá são tão gigantes que parecem uma pedra. Se você gosta de ostras, não deixe de provar alguma nas barraquinhas do mercado. Só não vá muito tarde, quando muitas das coisas fecham, por mais que o mercado continue aberto.

-Provar o sorvete de ouro de Kanazawa

Sorvete folheado a ouro em Kanazawa

Quando eu vi esse sorvete nas ruas de Kanazawa quase pirei!! A cidade produz 99% de todas as folhas de ouro do Japão, por isso não é difícil encontrar o famoso sorvete de ouro de Kanazawa, ou sushis salpicados com ouro comestível e até mesmo um monte de outros itens dourados, que são ótimas lembrancinhas daqui também! Nós provamos o sorvete da Hakuiche, perto do Kenroku-en (jardim).

-Museu de Arte Contemporânea do Século 21

Museu de Arte Contemporânea em Kanazawa.

A atração mais comentada do 21 st. century museum em Kanazawa.

Esse museu é super badalado em Kanazawa. Eu estava doida para visitar esse museu por causa da piscina de Oscar Oiwa, que você pode ver de fora, ou entrar como na foto acima. Mas durante nossa visita uma boa parte do museu estava reformando, entre elas, a piscina. Nós só vimos ela de fora, andamos por algumas salas gratuitas, curtimos as instalações super legais e modernas do lado de fora, e partimos para o plano B.

-Bairro dos samurais (Nagamachi Samurai district)

Bairro dos samurais é um passeio rápido e interessante no centro de Kanazawa

O bairro de samurai é fofinho sim e bacana, mas não é mega imperdível na minha opinião. A grande vantagem é que você consegue caminhar pelas ruas e casas antigas dos samurais em pouquíssimo tempo, coisa de uma hora. A Nomura Samurai House é uma das atrações do bairro. Como decidimos não entrar no Century 21 Museum por causa da reforma, o Nagamachi entrou como um bom plano B no nosso roteiro por Kanazawa.

-Castelo de Kanazawa

Parte do castelo de Kanazawa visto do lado de fora.

A primeira vista eu achava que essa seria uma das principais atração em Kanazawa, afinal é um castelo! Mas a verdade é que entrar nele pode ser mais sem graça do que interessante. É claro que ver o castelo de fora é bem bacana, mas é melhor parar por aí (a não ser que você tenha bastante tempo na cidade) segundo a concierge do nosso hotel e mais 3 pessoas que conversei que foram e não curtiram. Por isso, acabamos deixando de fora da nossa programação e só ficamos na parte externa, andando a caminho do Kenroku-en.

Gastronomia: onde comer em Kanazawa?

A cidade fica perto do mar e tem sushis deliciosos. Ah, vale dizer que aqui no Japão há cidades certas pra comer sushi, como Tokyo e Kanazawa, por exemplo, por estarem perto do mar (diferente de Kyoto). E mesmo com tanto prato quente variado e gostoso, você vai querer comer um sushizinho de vez em quando.

Inúmeros restaurantes bem fofos e tradicionais no mercado Omicho em Kanazawa

Fukusa Mochi: uma das especialidades de Kanazawa, um bolinho com recheio de geléia!

Onde comer Sushis e outros: Não deixe de provar algum sushi passeando pelo Omicho Market, o mercado da cidade! Nossas sugestão no mercado é provar o Sushi RekiReki Omicho ou o Iki-Iki Tei, que são restaurantes bem bons (e até mais arrumadinhos) dentro do mercado. Saindo dessa região, nós fomos em um restaurante de sushi delicioso, desses que o sushiman prepara um a um na sua frente, chamado Sushi Takashima. Ele ficava no Higashiyama Higashi Chaya District e era muitooo bom também. Nessa região, há um restaurante bem popular e baratinho chamado Jiyuken que tinha fila de estudantes na porta. Super cogitamos ir, mas acabamos no sushi mesmo.

Ai que saudade de comer sushi um a um, feitos bem na sua frente! Esse foi no sushi Takashima

Olha que fofo o menu feito a mão no Takashima Sushi (essas são as opções unitárias, nós pedimos o menu com 10 peças e preço melhor)

Não deixe de ir nos Izakayas: Além disso há vários izakayas gostosos na cidade, e uma vida mais agitada mesmo sendo uma cidade menor para os padrões japoneses. Izakaya são os botecos japoneses, lugares onde você pede pratos menores (como se fosse uma tapa espanhola) e toma uma cerveja ou sakê (amo! vale a pena provar porque os saquês do Japão são infinitamente melhores do que os que tomamos aqui). Em Kanazawa fomos em um izakaya chamado Fuwari e achamos muito maravilhoso! Nossa experiência por lá foi a melhor possível, comemos super bem, fomos bem atendidos e bebemos sakês deliciosos. Demos sorte de conseguir sentar, porque lá é difícil sem reserva (então não arrisque e reserve antes). Também nos recomendaram fortemente o izakaya Kuroya, mas o lugar era mini e não conseguimos entrar sem reserva. De todo modo, fica a dica. =)

Como se locomover em Kanazawa? 

Achei bem fácil explorar Kanazawa a pé e esse foi nosso principal meio de transporte. Rs. Mas além disso, tenho uma dica boa! Nós estávamos usando o JR Pass (aquele passe esperto de trem para os turistas, que você compra para 7,14 ou 21 dias), e nossa grande surpresa foi descobrir que havia ônibus da JR que circulavam por Kanazawa. Como os passes estavam ativos, nós pegamos um mapinha com as rotas, e usamos esses ônibus muitas vezes.

Identifique o ônibus pelo símbolo da JR.

Durante a noite, saímos para um izakaya e fomos a pé, mas voltamos de taxi que custou 660 ienes (em torno de 25 reais).  E andar de taxi no Japão é uma experiência a parte né? As portas que abrem e fecham automaticamente são a cara do país! Levamos vários olés…a gente ia abrir a porta e ela abria sozinha. Rs.

O que mais você quer saber sobre Kanazawa ou sobre o Japão? 

Tentei lembrar de todas as dúvidas que tive durante o planejamento da viagem, e mesmo durante nossa estadia em Kanazawa. Assim sendo, compartilhei aqui todas as dicas que lembrei ou anotei, mas pode ser que tenha esquecido de mencionar algo. Por isso, fique a vontade para comentar aqui e vamos conversar sobre esse país que eu tanto amei. A caixa de comentários (use a do próprio blog porque eu recebo notificação e consigo responder) está SEMPRE aberta pra vocês e pra gente interagir.

Tchau Kanazawa, foi bom demais!

Veja também outros posts sobre o Japão que já escrevi:

Dicas gerais do Japão:
Dicas do Japão para planejar sua viagem.
Quanto custa viajar para o Japão? Abri meus gastos pra vocês.
Cidades imperdíveis no Japão para sua viagem.
10 coisas diferentes que você só vê no Japão.
Os 5 templos mais impressionantes que visitei no Japão

Guia de Cidades:
Dicas de Hiroshima: onde ficar, o que fazer, onde comer e mais.
Dicas de Takayama: tudo o que você precisa saber.
Onde comer em Kyoto?
Onde ver e interagir com gueixas em Kyoto?
Hotel Mandarin Oriental em Tokyo e o omotenashi japonês

Vai viajar?
É preciso planejar!

Planeje sua viagem utilizando os serviços dos parceiros abaixo. Você não paga nada a mais por isso, e ajuda o SV a continuar produzindo conteúdo de qualidade e gratuito. =)

Curadoria de viagem

Receba uma vez por mês em seu e-mail nossas dicas cuidadosamente selecionadas e as novidades do mundo das viagens.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *