Grécia: meu roteiro de 10 dias

Meu roteiro pela Grécia foi ousado demais. Eu sempre sou a favor de viajar com calma para conhecer bem os lugares que quero, mas nem sempre as coisas são do jeito que a gente gostaria, e precisamos nos adaptar à realidade e ao tempo de férias que temos. Sem conseguir excluir ilhas do meu roteiro, e abraçando as casualidades que surgiram, eu fiz Atenas, Milos, Santorini, Mykonos e Zakynthos em uma mesma viagem, com apenas dez dias. E mesmo parecendo uma loucura, a viagem foi ótima e consegui conhecer bem a maioria dos destinos que queria.

Nesse post você vai encontrar (1) o meu roteiro com os hotéis que fiquei, (2) explicação de como fiz essas escolhas e o que eu recomendaria ou mudaria, e sugestão de dias em cada destino para ajuda-lo a montar o seu próprio roteiro, (3) uma sugestão de qual seria o “roteiro perfeito pela Grécia” para quem quer conhecer essas mesmas ilhas que visitei, pensado para quem sai do Brasil e considerando a minha experiência, erros e acertos.

Leia mais: Ilhas gregas: como escolher as suas?

Meu roteiro pela Grécia – 10 dias 

Atenas – 1 dia (1 noite) – Electra Hotel Athens*
Milos – 3 dias (2 noites) – The White Suites
Santorini – 2 dias (3 noites) – White Pearl Villas  e  Residence Suites
Mykonos – 3 dias (2 noites) – Manoula’s Beach
Atenas, noite para transfer (1 noite) – Park Hotel
Zakynthos – 1 dia (1 noite) – Dali Hotel

Atenas- para respirar história

Já conheci Atenas em uma outra viagem em 2010, por isso deixei apenas um dia para a cidade porque o vôo chegaria por aqui, e porque eu queria voltar para a Acrópole e passear por Plaka mais uma vez com meu namorado que não conhecia a cidade. Se você está indo pela primeira vez, tente reservar dois dias inteiros para conhecer Atenas. Ela pode estar no começo ou no final do seu roteiro, ou um dia no começo e o outro no final, já que Atenas é a capital e de onde chegam e saem a maioria dos vôos.

O magnífico Partenon, na acrópole em Atenas.

Quantos dias eu recomendo: pelo menos 2 dias inteiros (3 noites) para quem vai a primeira vez, e 3 dias para quem pode ficar mais e quer aproveitar para sentir a cidade com bastante calma. Dica: a noite de Atenas é uma delícia.

*Não me hospedei nesse hotel nessa viagem, coloquei ele como indicação e referência pois não recomendo o lugar que eu fiquei dessa vez em Atenas.

Milos- para curtir praias incríveis

Depois de ver algumas fotos das praias de Milos e ler relatos como os da Marcelle e da Carol, eu estava determinada a colocar Milos no meu roteiro pelas ilhas gregas. Como imaginei que as chances de visitar essa ilha novamente seriam muito menores do que visitar Santorini e Mykonos, por exemplo, já deixei 3 dias inteiros para conhecer direito cada cantinho da ilha. E olha, eu poderia ter ficado muito mais do que isso…

Leia mais: Milos, tudo o que você precisa saber

Um destino que me surpreendeu. Praia de Tsigrado.

Quantos dias eu recomendo: no mínimo 3 dias inteiros (3 noites) para conseguir curitr as principais atrações com calma. A ilha é grande e tem opções para mais dias, mas com 3 noites você já consegue ver os melhores pontos.

A foto que abre esse post foi tirada em Kleftiko, em Milos.

Santorini- para admirar o visual da ilha

Passei 3 noites em Santorini e foi o lugar que eu diminui mais o ritmo. Santorini é para ser apreciada e sentida, e não para ficar correndo dando um “check” nas programações. O plano inicial era ficar dois dias em Fira e um dia em Oia (le-se “Ía”), mas nessa meu namorado me surpreendeu e reservou pra gente um hotel maravilhoso em Oia para passarmos os dois primeiros dias que supostamente estaríamos em Fira. Como o segundo hotel já tinha sido reservado antes e não tinha cancelamento grátis, ficamos duas noites em Oia e depois mudamos para outro hotel por lá mesmo. Eu adorei Oia, e mesmo sendo mais longe de vários pontos turisticos, ela é a principal atração da ilha (para mim) e representa bem o que eu esperava ver em Santorini.

Santorini e suas casinhas brancas

Santorini e suas casinhas brancas

Quantos dias eu recomendo: olha, esse é o destino que eu acho mais complicado de sugerir quantidade mínima de dias. Isso porque você pode se apaixonar pela ilha, ou não achar que ela tem muita coisa de fato para visitar. É engraçado porque Santorini não tem as praias mais interessantes, e nem muitos passeios, mas só de estar lá já é gostoso. Você pode querer curtir seu hotel, ir a bons restaurantes, aproveitar as vistas das vilas e o pôr do sol lindo que se tem de lá. Por isso acredito que 3 noites é um tempo mínimo bom e, claro, mais dias é sempre lucro.

Mykonos- para badalar, ver e ser visto

Eu poderia, e até queria, ficar muito mais noites em Mykonos. Mas o tempo era curto e fui em agosto, na alta temporada, então os preços em Mykonos estavam altíssimos. Por isso, cheguei no primeiro ferry vindo de Santorini, aproveitei o dia, passei duas noites e no terceiro dia sai no último vôo para Atenas. Assim consegui aproveitar quase 3 dias, mas dormi apenas 2 noites.

Apesar de ser menor que a ilha de Milos, Mykonos tem mais estrutura e mais entretenimento, como os famosos beach clubs, restaurantes, bares e baladas. Muitos deles são ótimos, e por isso que indico mais tempo aqui do que em uma ilha maior.

Centro de Mykonos

Centrinho de Mykonos

Quantos dias eu recomendo: Vamos às variações de acordo com seu estilo de viagem:
Quatro dias inteiros (5 noites) para aproveitar com calma, conhecer boa parte da ilha e relaxar sem pressa nos beach clubs.
Se você não curte o esquema de beach clubs e de ficar parado em uma praia só, conseguirá conhecer bem a ilha em três dias (3 noites), indo de praia em praia e conhecendo o gostoso centrinho. Três noites é o tempo mínimo que considero ideal.
Se por outro lado você curte esse esquema de ver e ser visto, pode reservar até uma semana que terá lugares badalados e diferentes para ir em cada dia.

Zakynthos- porque é linda e o destino quis =P

Zakynthos estava fora do meu roteiro a princípio, pois fica nas ilhas jônicas, que estão longe das ilhas cíclades (onde está Mykonos, Milos e Santorini). Eu só coloquei Zakynthos no meu roteiro pela Grécia porque moro em Dusseldord e vi uma promoção de vôo direto Zak-Dus bem no dia que eu precisava voltar pra casa.

Assim, fomos sexta as 21:30 da noite de Mykonos para Atenas, dormimos em um hotel simples perto do aeroporto e depois saímos as 9 da manhã do sábado para Zakynthos, aproveitamos o dia e partimos no domingo de volta para Dusseldorf.

A famosa Navagio Beach em Zakynthos, vista do mirante.

Quantos dias eu recomendo: 3 noites seria o ideal, mas a ilha tem atrações para quatro ou mais noites. Eu fiquei um dia só e, obviamente, saí com gostinho de quero mais. Foi suficiente apenas para conhecer a famosa praia de Navagio Beach e as Blue Caves.

O roteiro perfeito pela Grécia visitando Atenas, Milos, Santorini, Mykonos e Zakynthos

Na minha opinião o roteiro perfeito da minha versão de viagem grega, com o mínimo de dias necessário para cada cidade, seria como esse abaixo, que faz desse um roteiro de 15 dias pela Grécia e não mais de 10:

Atenas– 2 noites
Milos– 3 noites
Santorini– 3 noites
Mykonos– 4 noites
Zakynthos– 3 noites

É claro que você pode fazer variações desse roteiro para juntar os destinos que você quer, como: (1)Atenas, Zakynthos, Santorini; (2)Atenas, Mykonos e Santorini; ou (3)Atenas, Milos e Santorini.

Isso sem contar as outras tantas ilhas que existem na Grécia. Para bolar opções e combinações diferentes entre essas e outras ilhas gregas, confira esse post: Ilhas gregas: como escolher as suas?

Deixe o seu comentário usando o Facebook
  1. […] escrevemos sobre a Grécia? Tem mais sobre Mykonos, Santorini e Milos. Além desses eu conto meu roteiro de 10 dias pela Grécia (e falo todos os hotéis da viagem) e dou dicas de como montar o seu roteiro pelas ilhas […]

  2. Altier moulin  29/08/2017 | 18:01

    A Grécia já está na minha lista há muito tempo… Vendo esse roteiro maravilhoso dá vontade de ir pra lá agora! Tem como teletransportar? Rsrs

    • Marcella  30/08/2017 | 09:30

      Altier, que delícia ver você por aqui!!
      Essa viagem foi um sonho! Foram dez dias intensos com tanto lugar lindo, que pareceu um mês de viagem.
      Vá pra lá sim porque vale muito a pena. E me leva na mala! Rs

Ou comente por aqui